As Palavras do Senhor

16 – A Resposta Católica: “Qual a diferença entre corpo, alma e espírito?”

Posts relacionados:Conversão de Pastor Protestante pelo Imaculado CoraçãoFernando Casanova – Um dia encontrei Jesus na EucaristíaComo debater com os Testemunhas de JeováDocumentário sobre o Padre Pio – TV Canção Nova07 – A Resposta Católica: “Todas as religiões são igualmente boas?”10 – A Resposta Católica: “Estou condenado a viver sozinho?”12 – A Resposta Católica: “Os milagres

Posts relacionados:Conversão de Pastor Protestante pelo Imaculado CoraçãoFernando Casanova – Um dia encontrei Jesus na EucaristíaComo debater com os Testemunhas de JeováDocumentário sobre o Padre Pio – TV Canção Nova07 – A Resposta Católica: “Todas as religiões são igualmente boas?”10 – A Resposta Católica: “Estou condenado a viver sozinho?”12 – A Resposta Católica: “Os milagres

More:
16 – A Resposta Católica: “Qual a diferença entre corpo, alma e espírito?”

COMENTÁRIOS FACEBOOK

Comments to 16 – A Resposta Católica: “Qual a diferença entre corpo, alma e espírito?”

  • Reflexão sobre: Espírito Santo, Corpo, Alma e espírito.
    O Rei Jesus veio nos libertar das religiões visto que ele mesmo não tinha e nem deixou nenhuma para ser seguida, deixou a si mesmo para ser seguido através da lei da graça que é a nova aliança ou novo concerto. Toda pessoa que um dia confessou Jesus Cristo como salvador passa a receber a influência do Deus Pai e do Deus Filho conforme o mestre disse que Ele e o Pai viria e habitaria em nós, tanto que ao lermos João cap. 14, é notório pelas palavras do próprio Messias que ele era o outro consolador do qual estava se referindo para seus discípulos. O ensino das religiões cristãs chama essa influência de Espírito Santo de Deus mas, discordo da idéia de que o E.S. seja uma pessoa pois o Ap. Paulo inicia todas as suas epístolas mencionando apenas duas pessoas distintas dando-nos a entender que a palavra ‘Deus’ refere-se a Deus o Pai (todo poderoso e criador) e ele coloca Jesus como sendo o nosso Senhor e ‘Deus filho’ (1Cor. 8:6) que está à direita do Pai o qual o ressuscitou dentre os mortos, afinal como alguém pode assentar-se a direita de si mesmo não é mesmo ?! Com base nessa dualidade, podemos concluir tranquila e harmoniosamente que, assim como existe o Deus Pai e Deus Filho, o ser humano é formado de Corpo e Alma afinal a palavra ‘espírito’ na bíblia possui um significado diferente do que a atual doutrina cristã tem difundido dentro das instituições religiosas que egessam a mente de todos os estudiosos e discípulos dessas organizações que não deveria ter fins lucrativos. Pois bem, quando nos deparamos com os textos onde é mencionado que João Batista veio no espírito de Elias Lc1:17 e outro em que Paulo disse que não poderia estar presente com os irmãos mas o seu espírito estava lá 1Co5:3 fica claro que não se trata de uma entidade, basta investigarmos a fundo o contexto que envolve a palavra ‘espírito’ cada vez que a mesma aparecer no antigo e N.T. para concluir então que, o termo ‘espírito’ está relacionado com um conjunto sendo composto de: (palavras, pensamentos, atos e intenções do coração) portanto, a meu ver o ‘espirito’ é a expressão ou exteriorização da alma através de um corpo, que vai definir asssim as obras realizadas por uma pessoa que serão julgadas no dia do juízo. É uma contradição alguém ensinar que existe dentro de cada ser humano uma entidade denominada ‘espírito’ e em seguida querer convencer os adeptos do espiritismo que a reencarnação é proibida biblicamente, e que é condenado e abominável por Deus a prática da invocação do ‘espírito’ daqueles que já se foram. Acredito que no dia do juízo cada indivíduo terá que prestar contas sobre seu modo de viver ou seja o comportamento que teve durante sua existência aqui nesta terra (obras) Ap. 20:12,13 principalmente depois de se tornar um crente no Senhor Jesus. Quando alguém diz: Esta criança tem um espírito empreendedor, fica claro que não é o ‘espírito’ de algum empreendedor famoso que viveu nesta terra e agora está reencarnado na criança mas, o seu modo de agir, falar, pensar enfim, de se comportar é que definem isso sendo assim, a dicotomina vai de encontro ao entendimento de que toda pessoa sem a aceitação do Senhor Jesus, vive sob a influência dos espíritos malignos que são aqueles anjos(caídos) que se tornaram demônios junto com o próprio diabo ou satanás, e toda pessoa que aceitou o senhorio de Jesus Cristo em sua vida, passa a receber a influência, ação e direção direto da pessoa do ‘Deus Pai’ e do ‘Deus filho’ em sua vida passando a se comportar de uma maneira diferente de outrora quando estava longe de Deus no mundo perdido portanto sem salvação. Logo, essa nova conduta ou novo nascimento que se dá através da leitura da sagrada escritura e da prática da lei da graça é o que produz no indivíduo a chamada santidade ou seja uma conduta santa e transformada pelo evangelho ficando claro que espírito não é uma entidade e sim o comportamento, modo de agir, pensar, falar, tratar o próximo como o Senhor Jesus tratou, pois ele disse: …Amai-vos uns aos outros como eu vos amei… A palavra ‘espírito’ na bíblia quando se refere aos homens pode ser definida como a expressão da alma através de um corpo. Enfim o ‘espírito’ que Jesus rendeu ao Pai foi o seu modo de viver aqui na terra que agradou em tudo o Deus Pai, pelas suas obras. Sabemos que o Ap. Paulo imitou as obras ou o espírito de Cristo e nos orientou que fôssemos seus imitadores como ele foi de Cristo, portanto se procedermos como os apóstolos nos instruíram, durante toda nossa vida cristã de maneira santa, estaremos tendo um espírito santo o qual Deus irá pedir conta no dia do juízo, das obras que executarmos enquanto vivos e convertidos a Cristo. Deus abençoe!!!

    acbtos 4 Setembro, 2016 18:59
Loading...