As Palavras do Senhor

Alguém Pode Me Explicar A Parábola De Jesus Sobre O Semeador E As Sementes?

À beira do Mar da Galiléia, não muito longe da casa em que se hospedava, Jesus apresentou esta parábola aos seus discípulos e a uma grande multidão de curiosos, dizendo: “O reino dos céus tem-se tornado semelhante a um homem que semeou excelente semente no seu campo. Enquanto os homens dormiam, veio seu inimigo e semeou por cima joio entre o trigo, e foi embora. Quando a planta cresceu e produziu fruto, apareceu também o joio.” — Mateus 13:24-26.
Um rápido exame das outras ilustrações sobre o reino, em Mateus, capítulo 13, ajuda-nos a perceber que a expressão “o reino dos céus”, conforme usada nessas ilustrações, não se pode referir ao completo governo ou reino messiânico nos céus. Pode-se imaginar “joio”, “maldade” semelhante ao fermento ( versículo 33; 1 Coríntios 5:8) ou pessoas semelhantes a “peixes” ruins, impróprios ( versículos 47-50), associados com Cristo no seu reino celestial? Dificilmente! Portanto, essas ilustrações devem referir-se a acontecimentos bons e maus com respeito à escolha dos associados futuros de Cristo no “reino dos céus”. Em especial, a parábola do trigo e do joio ilustra uma condição existente entre os que na terra afirmam ser chamados para reinarem com Cristo no seu reino. Esta situação seria permitida por algum tempo, antes de se acabar com ela no tempo da “colheita” simbólica.
O próprio Jesus explicou mais tarde o significado simbólico do “dono de casa” ou do “homem que semeou”, de “seu campo”, da “semente excelente”, de “seu inimigo” e do “joio”. A narrativa reza: “Despedindo então as multidões, entrou na casa. E vieram a ele os seus discípulos e disseram: ‘Explica-nos a ilustração do joio no campo.’ Em resposta, ele disse: ‘O semeador da semente excelente é o Filho do homem; o campo é o mundo; quanto à semente excelente, estes são os filhos do reino; mas o joio são os filhos do iníquo, e o inimigo que o semeou é o Diabo.’” — Mateus 13:36-39.
Jesus identificou-se como o “Filho do homem”. (Mateus 8:20; 25:31; 26:64) É interessante notar que foi em conexão com o Reino que Jesus foi profeticamente chamado de “filho de homem” numa visão recebida por Daniel. Esta profecia diz: “E [ao “filho de homem”] foi-lhe dado domínio, e dignidade, e um reino, para que todos os povos, grupos nacionais e línguas o servissem. Seu domínio é um domínio de duração indefinida, que não passará, e seu reino é um que não será arruinado.” Mostrando que o Filho do homem teria outros associados governando com ele, a visão profética diz também: “E o reino, e o domínio, e a grandiosidade dos reinos debaixo de todos os céus foram entregues ao povo que são os santos do Supremo. Seu reino é um reino de duração indefinida e a eles é que servirão e obedecerão todos os domínios.” — Daniel 7:13, 14, 27.


Comments to Alguém Pode Me Explicar A Parábola De Jesus Sobre O Semeador E As Sementes?

  • ” A parábola do semeador exprime perfeitamente os matizes existentes na maneira de serem utilizados os ensinos do Evangelho. Quantas pessoas há, com efeito, para as quais não passa ele de letra morta e que, como a semente caída sobre pedregulhos, nenhum fruto dá!”.
    O Evangelho segundo o Espiritísmo.
    CAPÍTULO XVII

    Tompson Rogério Vieira 25 Junho, 2009 23:30
  • Não sei qual sua religião…mas ore e depois leia novamente….
    Deus vai te dar o entendimento…..
    Essa parte é muito boa. fala sobre as pessoas que não tem o entendimento real da bíblia e distorcem a palavra de Deus, porque não lhes é dado o verdadeiro entendimento(pelo espirito santo)….
    A palavra de Deus é muito clara, fico abismado com as interpretações que vejo por ai…..
    Mas cada um no seu quadrado
    Por isso lhes falo por parábolas; porque eles, vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem nem compreendem.
    14 E neles se cumpre a profecia de Isaías, que diz: Ouvindo, ouvireis, mas não compreendereis, E, vendo, vereis, mas não percebereis.
    15 Porque o coração deste povo está endurecido, E ouviram de mau grado com seus ouvidos, E fecharam seus olhos; Para que não vejam com os olhos, E ouçam com os ouvidos, E compreendam com o coração, E se convertam, E eu os cure.
    16 Mas, bem-aventurados os vossos olhos, porque vêem, e os vossos ouvidos, porque ouvem.
    17 Porque em verdade vos digo que muitos profetas e justos desejaram ver o que vós vedes, e não o viram; e ouvir o que vós ouvis, e não o ouviram.
    18 Escutai vós, pois, a parábola do semeador.
    Abraço

    Divi. 25 Junho, 2009 23:30
  • Em termos simples:
    A parábola trata do Evangelho que ‘e pregado e cada pessoa que ouve são representadas pelo tipo de solo onde a semente foi lançada.
    Algumas pessoas ouvem, mas a semente não chega nem a ser semeada, a pessoa rejeita o Evangelho!
    Uma outra parte cai em solo rochosa, a semente cresce, mas logo o sol a mata por que a raiz não era profunda, ou seja, aquelas pessoas que ouvem o Evangelho dizem “que aceitam” mas logo sua vida esta a mesma bagunça de sempre, sem uma verdadeira transformação.
    Uma outra parte ouve do evangelho, mas os espinhos, as raízes mundanas não deixam com que a semente cresça.
    E a outra parte são aquelas que ouvem o Evangelho, aceitam verdadeiramente Jesus como Único e Suficiente Salvador, e logo passam a viver sua vida crista de modo com que dêem frutos digno de um cristão verdadeiro.

    Levita 25 Junho, 2009 23:30
  • A resposta está na bíblia :
    Eis que o semeador saiu a semear.
    E quando semeava, uma parte da semente caiu ao pé do caminho, e vieram as aves, e comeram-na;
    E outra parte caiu em pedregais, onde não havia terra bastante, e logo nasceu, porque não tinha terra funda;
    Mas vindo o sol, queimou-se, e secou-se, porque não tinha raiz.
    E outra caiu entre espinhos, e os espinhos cresceram, e sufocaram-na.
    E outra caiu em boa terra, e deu fruto: um a cem, outro a sessenta e outro a trinta.
    Quem tem ouvidos para ouvir, ouça”.
    (Mateus, XIII, 3 a 9).
    Resposta: (Marcos 4 ):
    13 Disse-lhes ainda: Não percebeis esta parábola? como pois entendereis todas as parábolas?
    14 O semeador semeia a palavra(pregação do evangelho).
    15 E os que estão junto do caminho são aqueles em quem a palavra é semeada; mas, tendo-a eles ouvido, vem logo Satanás e tira a palavra que neles foi semeada(pensamentos, idéias, razões fazem vc deixar de crer na palavra).
    16 Do mesmo modo, aqueles que foram semeados nos lugares pedregosos são os que, ouvindo a palavra, imediatamente com alegria a recebem;
    17 mas não têm raiz em si mesmos, antes são de pouca duração; depois, sobrevindo tribulação ou perseguição por causa da palavra, logo se escandalizam(aceitam a palavra, mas por qualquer coisa que lhes aconteçam, a negam, ou não acreditam mais).
    18 Outros ainda são aqueles que foram semeados entre os espinhos; estes são os que ouvem a palavra;
    19 mas os cuidados do mundo, a sedução das riquezas e a cobiça doutras coisas, entrando, sufocam a palavra, e ela fica infrutífera(ouvem a palavra, mas não se desviam das tentações. Logo se tornam infrutíferos, porque sabem da palavra, mas não se preocupam, ou não tem alegria em repassá-la, uma vez que estão envolvidos nos prazeres deste mundo).
    20 Aqueles outros que foram semeados em boa terra(coração puro e sincero a Deus) são os que ouvem a palavra e a recebem, e dão fruto, a trinta, a sessenta, e a cem, por um(por exemplço uma pessoa ouve a palavra e vai passado para outra e essa outra também crê e guarda a palavra de Deus, e uma só pessoa pode repassar a palavra para 30,60 100 pessoas ).
    Deus te abençoe.

    JD 25 Junho, 2009 23:30
  • O Comentário de Jesus
    ( Mateus 13:18-23)
    18 “Vós, portanto, ouvi a parábola do semeador.
    19 Aquele que ouve a palavra do Reino e não compreende, porque o Maligno vem e se apodera do que foi semeado no seu coração, é o que recebeu a semente à beira do caminho.
    20 Aquele que recebeu a semente em lugar pedregoso é o que, ouvindo a Palavra, logo a acolhe com alegria;
    21 mas não tem raízes em si, é homem de momento: mal chega a tribulação ou a perseguição por causa da Palavra, ele cai.
    22 Aquele que recebeu a semente entre os espinhos é o que ouve a Palavra, mas o cuidado do mundo e a sedução das riquezas sufocam a Palavra, e ele fica sem fruto.
    23 O que recebeu a semente na terra boa é o que ouve a Palavra e compreende: então, ele dá fruto e produz, um cem, outro sessenta, outro trinta por um

    Antonio N 25 Junho, 2009 23:30
  • Querida amiga..se vc ler um pouco mais adiante deste capitulo o próprio Jesus explica claramente esta parabola
    aqui está a expliacação tirada do livro de Mateus 13 v 19
    Escutai vós, pois, a parábola do semeador.
    19 Ouvindo alguém a palavra do reino, e não a entendendo, vem o maligno, e arrebata o que foi semeado no seu coração; este é o que foi semeado ao pé do caminho.
    20 O que foi semeado em pedregais é o que ouve a palavra, e logo a recebe com alegria;
    21 Mas não tem raiz em si mesmo, antes é de pouca duração; e, chegada a angústia e a perseguição, por causa da palavra, logo se ofende;
    22 E o que foi semeado entre espinhos é o que ouve a palavra, mas os cuidados deste mundo, e a sedução das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera;
    23 Mas, o que foi semeado em boa terra é o que ouve e compreende a palavra; e dá fruto, e um produz cem, outro sessenta, e outro trinta.
    24 ¶ Propôs-lhes outra parábola, dizendo: O reino dos céus é semelhante ao homem que semeia a boa semente no seu campo;
    Deus te abençõe

    César Dehmer 25 Junho, 2009 23:30
  • ow ….. não sei se vc eh catolica, mas isso não importa pq o livro que vou te indicar eh bem ecumenico….
    e ele eh muito barato… nao eh mais de dez reias…
    chama SERMÃO DA SEXAGESIMA de Padre Antonio Vieira.
    Vc vai apaixonar com essa parabola… o livro eh todo voltado pra ela.
    abraços

    Denise Dt 25 Junho, 2009 23:30
  • Eureca 25 Junho, 2009 23:30
  • Sim. O judeu que inventou essa historinha e esse personagem que vc citou estava com diarréia mental..

    danilo 25 Junho, 2009 23:30
  • Não sei

    norberto Russo 25 Junho, 2009 23:30