As Palavras do Senhor

Catolicos Me Digam Onde Está Na Biblia Que Se Pode Adorar Imagens?

AS IMAGENS DOS QUERUBINS SOBRE O PROPICIATÓRIO
Os seguidores da idolatria procuram justificar a sua fé abominável, alegando que Deus mandou esculpir duas figuras de Querubins para colocar no Propiciatório, sobre a Arca, no lugar Santíssimo do Tabernáculo.
Mas os tais desconhecem o seu real significado:
Quando Deus entregou a Moisés os Dez Mandamentos, que continham a proibição da idolatria, deu-lhe também as instruções para a confecção do Tabernáculo que seria o local da morada de Deus no meio de Israel (Ex 25.8,9);
Tudo no Tabernáculo era rigorosamente confeccionado segundo o modelo apresentado por Deus a Moisés, porque ele era figura do verdadeiro Tabernáculo que está no céu, onde os salvos irão habitar eternamente com o Senhor (Ex 25.9, 40; Hb 8.5; 9.18-23);
No lugar Santíssimo do Tabernáculo, na tenda da congregação, fora colocada a Arca da Aliança, que era o lugar onde repousava o trono de Deus quando a Sua Glória descia no meio de Israel. Por isto ninguém podia entrar ali, mas só o Sumo Sacerdote, e apenas uma vez por ano.
No interior da Arca, como testemunho da Aliança firmada entre Deus e Israel, estavam as tábuas da Lei, que o Senhor Jeová entregara a Moisés. A Lei era a vontade revelada de Deus, para santificar o homem. Entretanto eles não podiam cumpri-la, porque ela é santa, justa e boa, e o homem na sua natureza pecaminosa, é carnal, injusto e mal. Por esta razão, sobre a Arca, e servindo-lhe de cobertura, fora colocado o Propiciatório, tipificando o sacrifício de Cristo que seria imolado à Deus para propiciação pelos nossos pecados. Desta maneira, na Arca estavam tipificadas as duas Alianças firmadas entre Deus e os homens.
O fato da Arca ser o lugar onde o trono de Deus descia; Servir de testemunho da Aliança da Lei; E o Propiciatório tipificar a Aliança da Graça, justificam a presença das figuras dos Querubins, os quais estavam tipificando os verdadeiros Querubins que invisivelmente se encontravam ali, pelas seguintes razões: a) Os Querubins são os eternos guardiões do trono de Deus, que descia sobre a Arca, e portanto os guardiões da Arca; b) Sendo a Arca guardiã das tábuas da Lei, e sendo os Querubins guardiões da Arca, tornaram-se também guardiões de toda justiça e juízo decretados na Lei. E finalmente, tendo Deus colocado Querubins no Éden para serem guardiões da Árvore da Vida, para que os homens não tivessem acesso a ela enquanto na condição de vil pecador, a presença de suas figuras sobre o propiciatório indica que eles também tornaram-se guardiões da Aliança da Graça, uma vez que o Propiciatório, que servia de cobertura para a Arca, tipificava Cristo, a Videira verdadeira, cujo sacrifício expiatório trouxe de volta ao homem o direito à Árvore da Vida, mediante a reconciliação com Deus pelo sangue de Jesus que foi vertido na cruz do Calvário, e que abriu as portas da Graça para todo aquele que nele crer, inaugurando um novo e vivo caminho para os céus; da Justiça e do Juízo que estavam expressos na Lei, cuja cópia estava guardada dentro da Arca; e da Árvore da Vida, e Aliança da Graça, manifestas através do Senhor Jesus Cristo, que dá vida eterna a todo aquele que nele crê.
Entretanto, tal alegoria só teve validade, enquanto durou a Dispensação da Lei (Hb 7.12,18; 8.1-5; 9.8,11,15; 10.9). Nesta nova Dispensação (Graça), Deus não habita em templo feito por mãos de homens, mas no coração do verdadeiro adorador (Jo 4.21-24; At 17.24-29; 7.48-50; 2 Co 6.16-18; Rm 8.9-11; Jo 14.16,17,23,26). Desta maneira, nos templos onde a Igreja se reúne para cultuar ao Senhor, não pode haver nenhuma figura humana ou de animais, ou de seres celestiais, quer em forma de pintura ou de escultura, ou de fundição, porque, segundo a Bíblia, isto é abominável aos olhos santos do Altíssimo.
A SERPENTE DE METAL QUE MOISÉS LEVANTOU NO DESERTO
Outra narrativa bíblica que os idólatras costumam citar para justificar a sua abominável idolatria, é a da serpente de metal que Moisés levantou no deserto, porque Israel havia pecado, e Deus enviou-lhes serpentes ardentes para matá-los (Nm 21.4-9).
Moisés intercedeu e o Senhor mandou-o fazer uma serpente de metal e levantá-la sobre uma haste, para que olhasse para ela todo aquele que fosse picado, a fim de ser curado.

COMENTÁRIOS FACEBOOK

Comments to Catolicos Me Digam Onde Está Na Biblia Que Se Pode Adorar Imagens?

  • Muito esclarecedor o texto do Kitalamy . Mas venho reforçar .
    Meu amigo, não faria sentido Deus condenar ”imagens”, porque tudo é uma imagem, o que você vê, a TV, uma fotografia, uma estátua … enfim, teríamos que ficar cego caso fossemos nos privar das ”imagens” .
    Mas você, tolo como é, nao entende que os católicos não adoram imagens .
    Veja bem : quando você vê uma foto marcante, e se emociona, você se emociona pelo o que está sendo retratado na foto ou pelo papel ? (…)
    Você nunca ouviu falar em representação ?
    Quando Deus condena a fabricação de ”imagens” na Bíblia, na verdade ele condena a fabricação de novos deuses . Imagine uma estátua que retrata um ser que existiu (um santo, no caso) e um ser que não existiu (falsos deuses, no caso) .
    Quando você ora ao santo, ora à um ser que exerce um ministério em nosso favor . Quando ora ao falso deus, é como se orasse para a estátua dele, já que ele não existe, ou seja, sua existência está toda ali, no pedaço de barro .
    Sem citar aquelas passagens bíblicas básicas onde Deus manda fabricar imagens, e em uma passagem, Deus diz que vai FALAR com Moisés através de uma imagem .
    Estude a diferença entre Latria e Dulia, e poderemos conversar .

    Anónimo 26 Maio, 2009 17:30
  • Passei pra te dar um apoio moral meu lindo.
    Vc sabe como somos bombardeados por todos os lados.
    Pelo o que eu ouvi falar , eles acreditam não adorar as imagens e sim trazer à mente as obras feitas por aqueles que estão sendo através de uma imagem representados.
    Não se preocupe se não nos compreendem e acham que julgamos…o que importa é que vc sabe que esse não é o nosso objetivo.
    Se cuida.
    Beijocas!!!

    † O Águia † 26 Maio, 2009 17:30
  • Você sabe o que é imagem? É uma representação gráfica, plástica ou fotográfica de pessoa ou de objeto.
    A biblia é uma imagem e vocês a adoram.
    Não queiram se fazer de superiores, pois até a bíblia que vocês tanto exaltam é uma biblia católica modificada.
    Se quiseram se desligar do catolicismo, porque ainda teimam em criar vínculos? Procurar defeitos é ainda ter vínculos.

    Jenny 26 Maio, 2009 17:30
  • Você segue fielmente a bíblia?
    Então leia Mateus 7 e deixe de se incomodar com a crença dos outros
    Mateus 7
    1 Não julgueis, para que não sejais julgados.
    2 Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.
    3 E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?

    Emilie 26 Maio, 2009 17:30
  • A paz do SENHOR SAMUEL não tem como eles te responderem não está escrito em lugar nehum da BIBLIA ,pois até na missa um pouco antes da comunhão quando o padre diz em um determinado momento ”só vós sois SANTO ‘como que depois o papa também é santo nossa senhora e por ai vai …

    Elizabeth N 26 Maio, 2009 17:30
  • E quem adora imagens ? Onde vc viu isso ? Apenas se “reverencia a lembrança” de seres humanos que em vida se mostraram dignos disso. Quanto à Jesus,seus contemporâneos e os que os sucederam,não temos imagens dos seus semblantes,pois evidentemente na época não existia fotos,DVD,televisão,filmes e nem mesmo nenhum pintor que os tivesse retratado.Por isso,os artistas das gerações que os sucederam fizeram uma concepção mental dos seus rostos. Quanto ao Deus dos católicos e de todos os cristãos, não existe nenhuma imagem ou escultura que O represente. Cada um tem uma diferente concepção de Deus,certo ? No entanto,é o único ao qual se presta um culto do que pode chamar de “adoração”,na falta de um têrmo de maior amplitude. Por acaso você não reverencia as fotos de seus antepassados já falecidos, pai,mãe,irmãos,parentes e amigos queridos? Se não faz isso,que espécie de filho,irmão e amigo é você ? Você nunca foi em um lar ,principalmente do interior,onde é comum ter na sala uma foto dos antepassados ? É isso o que os católicos fazem, em uma amplitude maior. Apenas isso. É tão difícil compreender ? Quando vc olha uma foto de uma pessoa querida é muito mais fácil você se ligar mental e emocionalmente à ela. O cérebro que Deus nos deu é alimentado principalmente pelo sentido da visão. Usamos esse mecanismo para alimentar nosso espírito. Reverenciar = respeitar,honrar,venerar (a lembrança)

    nice sc 26 Maio, 2009 17:30
  • Vou te rersponder com uma pergunta.Onde está na Bíblia q é pra seguir a Bíblia e ñ a Igreja?Vc deve mais um ser um cego q segue as diretrizes do pastor,se ñ for um, e pertence a uma das 50 mil denominações religiosas exixtentes hoje.Cada uma interpretando a Bíblia da maneira q melhor lhes convier.Vc só tem uma Bíblia graças a IGREJA CATÓLICA q foi sua guardia durante todos esses séculos.

    menestre 26 Maio, 2009 17:30
  • não esta escrito na bíblia mais esta escrito no coração na mente e na fé de cada cristão. Ninguém idolatra nada apenas é uma forma de fazer valer a fé de cada um…………………..Imagens não fazem mal a ninguém de mente sã.

    protheus 26 Maio, 2009 17:30
  • Ihhhhhh, essa velha questão…
    Tem gente que não evolui mesmo…
    Deixa os que querem acreditar nisso, que acredite, e faça
    como Deus manda, amar o próximo e fazer isso com zelo, ao invés de ficar apontando coisas na lei que se brincar nem pratica.

    tereza cristina m 26 Maio, 2009 17:30
  • Na verdade é uma forma da ICAR arrecadar grana do povo… parece até que naum sabe que aqueles bonecos feios horriveis naum funcionam!!!!http://www.youtube.com/watch?v=VpPwWEsk0

    Carlos A 26 Maio, 2009 17:30
  • Amigo sou ateu e minha mãe é catolica devota de nossa senhora ela diz que um santo de barro não tem valor mas sim o que ele representa por isso não vejo idolatria pois os santos catolicos em vida fizeram varias coisas.

    Daniel 100% Fiél 26 Maio, 2009 17:30
  • Tira da cabeça o Antigo Testamento que você vai começar a entender melhor as coisas. Deixe esses livros para os judeus. Cuidado tambem com os ensinamentos do padre Lutero. Ele não era normal.

    Ramon M Ateu "The Pegasus&q 26 Maio, 2009 17:30
  • VC ADORA?
    NÃO?
    ENTÃO EM QUE QUE TE ABORRECE QUEM ADORA!?
    RESPEITE A FÉ DOS OUTROS COMO QUER QUE RESPEITEM A SUA.

    apologal 26 Maio, 2009 17:30
  • Essa ai já deu caimbra nos dedos de tanto responder aqui.Deixo agora para aqueles com mais paciência.
    Pelo visto vou ter que te ensinar a ler e compreender a biblia assim como ela é e não como vc quer que seja.

    Anónimo 26 Maio, 2009 17:30
  • Dentro

    em busca da verdade 26 Maio, 2009 17:30
  • Não sou católico, mas vamos lá…é longo, mas faz prova:
    IMAGEM
    Antes de mais nada, convém explicar o que é uma imagem.
    A imagem é muito mais do que uma simples escultura: na verdade é qualquer coisa que permite excitar a nossa vista, pouco importando se é uma escultura, um desenho, uma pintura, um objeto. Até mesmo os dicionários não religiosos são unânimes em afirmar que a imagem é a representação de um objeto pelo desenho, pintura, escultura, etc. Logo, uma pintura de Michelangelo é uma imagem da mesma forma que o desenho do tio Patinhas e o busto do Duque de Caxias também o são, de modo que não importa se a imagem está em “segunda dimensão” (podendo ser representada num plano x-y) ou em “terceira dimensão” (representada no plano x-y-z), mas que ela excite a vista e, por consequência, a imaginação, que é a capacidade de conceber abstratamente aquilo que é concreto, real.
    Desta forma, uma imagem – principalmente a imagem religiosa – encerra um sentido muito mais profundo do que o próprio objeto. Ela, sem precisar – necessariamente – fazer uso da palavra, consegue falar e sensibilizar as pessoas com muito mais facilidade que ótimos oradores, pois carrega uma linguagem própria que nem sempre precisa excitar nossos ouvidos. É inegável o poder de persuasão da imagem: a TV (imagem) não suplantou o rádio (palavra)? São Paulo não se converteu ao Evangelho graças à visão resplandescente de Cristo no caminho de Damasco? Quantos homens também não se converteram por um simples olhar para uma imagem ou crucifixo mudos no interior de uma igreja? Até mesmo a Bíblia afirma que o homem foi feito à imagem e semelhança de Deus (cf. Gn 1,26-27). Vemos, assim, que o velho ditado “uma imagem vale mais do que mil palavras” é mais do que verdadeiro: é uma realidade.
    ÍDOLO
    Ídolo não é – e jamais foi! – sinônimo de imagem. Ambos são distintos e inconfundíveis…
    Ao contrário da imagem, que excita a vista, o ídolo é aquilo que substitui o único e verdadeiro Deus. Um bom exemplo, que confirma a nossa tese, é o episódio do bezerro de ouro narrado em Ex 32: como Moisés demorava para descer do Monte Sinai, os hebreus fugitivos do Egito não tardaram a confeccionar um bezerro em ouro, a quem cultuaram como se fosse o verdadeiro Deus.
    “O povo reuniu-se em torno de Aarão e lhe disse: ‘Vamos! Faze-nos deuses que caminhem à nossa frente…’. Aarão lhes disse: ‘Tirai os brincos de vossas mulheres, vossos filhos e vossas filhas, e trazei-os a mim’. […] Recebendo o ouro, ele o moldou com o cinzel e fez um bezerro fundido. Então eles disseram: ‘Aí tens, Israel, os deuses que te fizeram sair do Egito!’ […] Levantando-se na manhã seguinte, ofereceram holocaustos e apresentaram sacrifícios pacíficos” (Ex 32,1b-2.4.6a).
    Esses versículos permitem-nos distinguir os elementos que caracterizam o ídolo:
    • Confunde-se com o verdadeiro e único Deus.
    • São-lhe atribuídos poderes exclusivamente divinos.
    • São-lhe oferecidos sacrifícios devidos ao verdadeiro Deus.
    Percebamos bem como o milagre da fuga do Egito foi atribuído ao objeto que tinha a imagem de um bezerro de ouro. Notemos também como esse bezerro passa a substituir o verdadeiro e único Deus assim como também lhe são oferecidos sacrifícios devidos a Deus.
    Observando isto com muito cuidado e sem preconceitos, podemos reparar que o culto prestado ao bezerro de ouro bem como a proibição bíclica de confeccionar imagens de ídolos não podem ser confundidos contra as imagens cristãs, uma vez que falta-lhes os elementos que as constituam como ídolos: quando a Igreja Católica afirmou que devemos adorar as imagens dos santos? Quando a Igreja atribui-lhes poderes de salvar a humanidade do pecado ou conferiu-lhes título de todas-poderosas? Quando a Igreja prestou-lhes culto de adoração?
    Vemos, assim, que a imagem não implica na superstição como obriga o ídolo, que substitui Deus atribuindo ao objeto ou à coisa imaterial poderes que ele por si só não possui. A imagem é um objeto que lembra algo fora dele; o ídolo é o ser em si mesmo. A quebra de uma imagem não destrói o ser que representa; já a destruição de um ídolo implica da destruição da falsa divindade.
    LATRIA x DULIA
    Uma vez apresentadas as diferenças entre imagem e ídolo, faz-nos necessário situá-los em seu verdadeiro contexto religioso, isto é, demonstrar o respeito que cabe a cada um deles.
    Para isto, precisamos distinguir entre latria e dulia. Antes, porém, gostaria de observar que, oportunamente, pretendo disponibilizar um artigo onde são estudadas mais profundamente as diferenças entre os dois tipos de conceito. Para o momento, entretanto, basta mencionar a diferença básica.
    • Latria: significa adoração e é o culto devido exclusivamente ao verdadeiro e único Deus, nosso Criador e Salvador. Na adoração, reconhecemos Deus como Todo-Poderoso e Senhor do universo.
    • Dulia: significa homenagem, veneração. São dignas de veneração, os martirizados, em nome de Deus.
    ABRAÇOS

    Marcos S 26 Maio, 2009 17:30
  • iSso não está na biblia e sim diz ao contrario que não devemos adorar imagens essa eu quero vê o que os catolicos vão dizer ! ^^

    kitalamy 26 Maio, 2009 17:30

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Loading...