As Palavras do Senhor

Como A Religião Persa Foi Extremamente Importante Para A Formação Do Judaísmo E Do Cristianismo?

Persas –
Outra cultura religiosa dos tempos primitivos, que acabaria por exercer uma poderosa e duradoura influência sobre os autores judeus, foi a dos persas. Foi da Pérsia que surgiu uma teologia inteiramente baseada nas forças oponentes do bem e do mal.
O dualismo existente na religião persa, exerceu sobre os judeus uma influência que durou muitos séculos.
Zoroastro, ou Zaratustra , tornou-se conhecido na antigüidade como o fundador do sistema de magia, a religião dos magos, que depois acabou sendo aceita como a religião do povo persa-iraniano.
No sistema que ele desenvolveu, o princípio do mal era inteiramente separado do princípio divino. Afirmava-se então que tudo tinha uma causa, e, como o bem não podia causar o mal, deduzia-se que o mal tinha que ser um princípio separado.
O mundo natural teria surgido do Senhor da Sabedoria, Ahura-Mazdâ ou Ormazd, o Ser Espiritual primordial. Seu espírito orientador, vivia produzindo o bem de maneira constante, mas sofria restrições por parte de seu próprio irmão gêmeo, o espírito do mal, Arimã. A essência de Arimã era a falsidade, enquanto a de Ormazd era a verdade.
Foi esta concepção do conflito eterno, elemento que dava o significado central à própria religião, que teve efeito tão profundo sobre as doutrinas dos tempos posteriores.
E Arimã, o grande enganador, que foi expulso do “Paraíso” e lançado no “Inferno”, tem um parentesco bastante claro com a concepção judaica do Inimigo (Satan), o arquienganador


Comments are closed.