As Palavras do Senhor

Cristãos Que Afirmam Sobre A Existência De Jesus, Já Investigaram A Respeito Ou Apenas Repetem O Que Ouviram?

Com certeza 99% só repete o que ouviu.
Uma minoria esclarecida de cristãos sabe da dificuldade histórica para provar a existência de Jesus (já que a história dele é quase uma cópia do relato de Mitra e demais divindades solares, só que mais antigas). Fora da Bíblia, não existe nenhuma outra fonte sobre Cristo.
Um outro grupinho, prefere acreditar nas falsificações da obra do historiador judeu Flávio Josefo – acho interessante, como Josefo pode ter tido ciência dos fatos ”maravilhosos” de Cristo, escrever sobre isso, e mesmo assim continuar ateu.
Aguém explica?


Comments to Cristãos Que Afirmam Sobre A Existência De Jesus, Já Investigaram A Respeito Ou Apenas Repetem O Que Ouviram?

  • Se não existisse, não passaria uma década sem que descobrissem, e olhe lá se fosse possível começar uma história fantástica de alguém que sequer nunca existiu e além disso, causar tanta polêmica como sempre causou.
    Tem coisas que são óbvias e compete a quem não acreditar, provar ao contrário.
    É que se passou tantos anos, que muitos chegam a pensar, “será que ele existiu mesmo”?
    Os relatos antigos, os escritos, historiadores antigos, todos comprovam sua existências desde os tempos antigos. Creio que isso basta, mas parece que é coisa desse século questionar não só a existência de Cristo, mas várias outras coisas antigas.

    Russo Malignus 25 Junho, 2009 17:33
  • Apenas repetem,gravam as palavras da bíblia e acreditam plenamente o que a religião deles falam.
    A maioria dos cristãos deixam-se fazer a cabeça e não tentam tirar uma dúvida ou ao menos ler com atenção e saber interpretar o que está escrito na bíblia.Se fizessem isso teriam o mínimo de bom senso e não acreditariam nas sandices contadas nas igrejas.

    Paulo 25 Junho, 2009 17:33
  • O mesmo poderia ser dito sobre a NÃO existência de Jesus: já investigaram a respeito ou apenas repetem o que ouviram?
    NÃO é gozação. É um fato.
    Por exemplo, falavam que o Rei Davi e Pilatos NÃO tinham existido, porque “não se achavam PROVAS deles fora da Bíblia”.
    Detalhe: o Rei Davi foi citado mais de MIL vezes nas Escrituras.
    Como um personagem desse poderia não ter existido?
    Só mesmo na cabeça de tais “críticos”.
    No entanto, em 1993, em Tel Dan, norte de Israel, acharam uma inscrição sobre a “Casa de Davi” (ou sobre a sua dinastia).
    Se queriam a prova, aí estaria a prova.
    Mas… passaram a acreditar?
    Acreditaram nada. Continuam não acreditando e INVENTANDO novas hipóteses a seu respeito.
    Porém, o ponto mais grave não foi esse.
    Depois desse achado, “descobriram” que essa expressão “Casa de Davi” já constava na famosa Pedra Moabita (ou Estela de Moabe), que havia sido achada em 1868, ou seja, cerca de 125 anos ANTES do achado de Tel Dan.
    Disseram que “redescobriram” a inscrição da Pedra Moabita, porque fizeram uma restauração nela.
    Talvez, se não fosse o achado de 1993, até hoje diriam que ele não havia existido, embora sua existência já houvesse sido comprovada mais de 100 anos atrás.
    Isso mostra que, às vezes, por motivos vários, inclusive CONVENIÊNCIAS dos críticos, não mostram os dados que favorecem a historicidade da Bíblia.
    Do mesmo modo, também falavam que Pôncio Pilatos NÃO havia existidom pois “não se achavam provas dele”.
    Em 1961, na Cesaréia, em Israel, acharam uma inscrição com “o nome e o cargo dele, nas ruínas de um teatro”.
    Passaram a acreditar na Bíblia?
    Que nada! Arrumaram mais um “jeitinho” de deturpar os fatos!
    Depois desse achado, ALTERARAM o discurso.
    Disseram que Filon mencionou Pilatos em seus escritos, “mas não mencionou o julgamento de Jesus”, portanto, isso é mais uma “prova” de que Jesus NÃO existiu!
    Percebeu a manipulação dos fatos?
    Ora, se Filon tinha escrito sobre Pilatos, aquilo seria uma PROVA favorável à existência dele e era uma fonte “fora da Bíblia”.
    Então, o próprio Filon atestava que Pilatos havia existido.
    Mas, ficavam “quietinhos”.
    Contudo, com o achado da inscrição nas ruínas do teatro, como NÃO podiam mais negar a existência de Pilatos, trouxeram a existência dele por meio de Filon e aproveitaram para usar o fato como “prova” da não existência de Jesus.
    Assim como Davi foi muito citado, Cristo também é o mais citado no Novo Testamento.
    Como um personagem desse poderia NÃO ter existido?
    Só mesmo na cabeça desses “críticos”.
    É coisa séria isso?
    Francamente!
    NÃO são só esses casos.
    Porém, esses dois mostram CLARAMENTE o modo de raciocinar de tais “críticos”, que não acreditam na existência de Jesus.
    Na certa, não pensam muito e parecem ir pelo que os outros dizem.

    Gabizinh 25 Junho, 2009 17:33
  • olá sr. Afredo bernacchi eu também já fiz esta mesma pergunta a muito tempo talvez oito anos.Até que um dia Jesus surgiu em minha vida, e hoje tenho prova em mim mesmo que “Ele é” .A expressão “Ele é” significa que Ele é a existência.
    sr. Otávio está enganado ninguém é papagaio de pastor,você pode ter esta esperiência como eu. hoje sou missionário e pregador da Palavra de Deus.
    Deus te abençoe.

    Pergres 25 Junho, 2009 17:33
  • “Bem, eu nunca fui a Israel, procurar nos cartórios, só leio, e vc?”
    Boa!!!! hauahauahauahauahauahauahau [2]
    Mas eu vejo muitos documentários na Discovery, na NatGeo…. E em todos eles afirmam que há indícios.
    Mas independente desses documentários, minha fé não se abalará nunca!

    gizeudo 25 Junho, 2009 17:33
  • Não sou católica mas não resisti em responder pouquinho:
    O mais comum é repetir o que ouvem. Interessam-se pelo assunto mas talvez nao tenham a curiosidade de invesigar sobre o assunto, a tal existencia de Jesus como refere. Até porque não existem factos como Jesus existiu. E uma das coisas que me irrita nisto tudo é que dizem que Deus/Jesus criou o homem e deu o começo da vida.

    Kadosh - Santidade!! 25 Junho, 2009 17:33
  • Alfredo vc com essa idade toda pq se comporta como criança???
    Qdo as pessoas são contra o q pensa vc bloqueia,q infantilidade,já está muito grandinho p/esse comportamento ñ acha???
    Qto a sua pergunta minha fonte é a Bíblia,nela achamos respostas p/tudo.
    Vc gosta muito da gnt né?
    Só faz perguntas p gnt (evangélicos).
    Obrigada pela atenção e tempo q dedica!!!

    Juanna 25 Junho, 2009 17:33
  • Na verdade, o próprio Deus, ao
    mesmo tempo, que nos convida na Bíblia a ter fé também nos faz um convite
    para usarmos a razão. Em Isaías 1: 18 encontramos o convite:
    “Vinde, pois, e arrazoemos diz o Senhor…..”.
    Para facilitar, vou dividir a resposta em tópicos.
    O Grande Livro
    A palavra “Bíblia” não é mencionada no livro sagrado. Ou seja, na Bíblia
    você não encontra a palavra “Bíblia”. Ela se autodenomina “a Palavra de
    Deus”, “as Escrituras Sagradas”, mas a palavra “Bíblia” jamais aparece no
    livro.
    A palavra Bíblia deriva do grego “biblos”, que quer dizer coleção de livros.
    São 66 ao todo. Sendo 39 livros no Velho e 27 no Novo Testamento, escritos
    por 40 autores diferentes que viveram em tempos completamente diferentes.
    O primeiro livro da Bíblia foi escrito por Moisés, aproximadamente 1500 anos
    antes de Cristo. E o último, Apocalipse, autoria de João, foi escrito
    aproximadamente por volta do ano 100, depois de Cristo.
    Portanto, toda a Bíblia foi escrita num período de aproximadamente 1600
    anos. Foi escrita por todo tipo de gente: médico, pastor, pescador, cobrador
    de impostos, etc. Pessoas de culturas diferentes. Alguns jamais se viram
    porque estavam a séculos de distância.
    Autenticidade
    Pense em Moisés 1500 anos antes de Cristo e pense em João, 100 anos depois.
    Ou seja, 1600 anos separando um do outro. Jamais se conheceram e tinham
    culturas completamente diferentes. E a primeira evidência de que este livro
    é a Palavra de Deus, é que, embora escrito por 40 pessoas diferentes, em
    séculos diferentes, não se encontra nele uma só contradição.
    Humanamente, isso não tem explicação. Isso é uma evidência de que por trás
    do trabalho humano existe uma mente superior coordenando tudo. Existe Alguém
    no comando, dirigindo.
    Para aceitar a Bíblia é preciso aceitá-la como a Palavra de Deus. Além da
    fé, existem diversos fatores que comprovam isto; o principal deles é como a
    Bíblia relata todos os momentos da história humana com precisão desde a
    criação. Todas as profecias mostram o poder sobrenatural de Deus. Na Bíblia
    encontramos muitas profecias que foram fielmente cumpridas [caso você tenha
    interesse, temos bastante material sobre este assunto].
    Razão e Inspiração
    Em II Timóteo 3:16 está escrito assim: “Toda Escritura é divinamente
    inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para
    instruir em justiça”. O verso diz “toda”, logo, entende-se que se trata
    tanto do Antigo quanto do Novo Testamento. Deus inspirou cada autor.
    “Porque a profecia nunca foi produzida por vontade dos homens, mas os homens
    da parte de Deus falaram movidos pelo Espírito Santo”. II Pedro 1:21.
    Assim, ao contrário do que muitas pessoas pensam sobre a escrita da Bíblia,
    aqueles que escreveram a Bíblia não o fizeram para expressar suas próprias
    idéias particulares mas escreveram sob inspiração do Espírito Santo.
    Uma coisa é fato: Deus não nos fez seres robotizados. Fez-nos com dotados de
    livre arbítrio e, portanto, RESPEITA nossa decisão de crermos nEle e na
    Bíblia ou não. Podemos escolher a duvidar de Deus e de Suas Palavras (a
    Bíblia) mas podemos escolhermos aceitá-LO e termos a vida eterna. Foi Cristo
    quem nos mandou estudarmos a Bíblia:
    “Examinai as Escrituras porque vós cuidar ter nelas a vida eterna e são elas
    que testificam de mim” João 5:39. http://groups.google.com.br/group/faland

    Unique Garden Decor 25 Junho, 2009 17:33
  • A mesma certeza que tem aqueles que dizem que Cristo nunca existiu, os cristãos também tem certeza que Jesus existiu.Nenhum nem o outro tem provas da existência ou não de jesus. Mas feliz é daquele que crê [no Cristo] sem nunca te-lo visto.

    Mary 25 Junho, 2009 17:33
  • Não é possivel que milhões ou bilhões de pessoas estejam enganadas sobre esse assunto.
    Não estamos aqui por acaso,Deus existe,Jesus existe o Espirito Santo existe e esta nos guiando,quer vc acredite ou não,quer vc aceite ou não,até os demonios creem e tremem.

    rami 25 Junho, 2009 17:33
  • Vc acredita que houve uma guerra mundial?
    vc acredita que tem um intestino de sete metros dentro de vc?
    Vc estava no campo de batalha?
    vc já abriu sua barriga e mediu tudo lá dentro?
    vc sabe o que é fé?

    Free Wordpress Plugins 25 Junho, 2009 17:33
  • algumas estudam sim e outras apenas falam o que houvem mas somente quem acredita em deus abe realmente da sua essencia…

    Mr.x 25 Junho, 2009 17:33
  • “Bem, eu nunca fui a Israel, procurar nos cartórios, só leio, e vc?”
    Boa!!!! hauahauahauahauahauahauahau

    borbolet 25 Junho, 2009 17:33
  • Bem, eu nunca fui a Israel, procurar nos cartórios, só leio, e vc?

    Smartphone Software 25 Junho, 2009 17:33
  • Papagaios do pastor.

    Bathroom Safety Products 25 Junho, 2009 17:33
  • EXPERIENCIA VIVA COM CRISTO!!!!!!!!!!

    Otavio 25 Junho, 2009 17:33