Home » Sobre Jesus » é Verdade Que A Congregação Cristã Do Brasil Não é Igreja Verdadeira De Jesus, E Sim Uma Seita?

é Verdade Que A Congregação Cristã Do Brasil Não é Igreja Verdadeira De Jesus, E Sim Uma Seita?

Amiga que a paz de Deus esteja contigo
Para alguns sim, a Congregação Cristã no Brasil é uma seita e para outros não.
Os que dizem que ela é uma seita é porque querem que ela mude seus ensinamentos e passem a ensinar do modo que eles interpretam e entendem a Bíblia.
Para mim, isso dá no mesmo ou é o mesmo que dizerem que só eles (os contra a CCB) é quem interpretam a Bíblia inteira corretamente, pois quem pensar diferente deles está errado, eles falam mal de nós da CCB, mas fazem o mesmo e assim terminam sendo farinha da mesma mandioca, para você ter certeza disso só basta dar uma linda nas respostas acima e verá que eles não tem para onde correr, se nós somos seita todos eles também são.
Sabe por quê?
Porque para os Judeus o cristianismo inteiro é uma seita, para os católicos todos que não são católicos pertencem às seitas e para nós cristãos evangélicos ou cristãos unicistas são os outros que são seitários e por fim, todos não se consideram como membros de uma seita, e sem dúvida somos farinha da mesma mandioca, cometemos os mesmo erros.
Mas, graças a Deus que já me mostrou isso e estou mudando, estou aceitando os demais como irmãos em Jesus Cristo, pois quem é convertido a Deus é de Deus porque está ligado ao mesmo Espírito.
Eu acho muita incoerência e falta de raciocínio lógico da parte de quem diz que a Congregação Cristã no Brasil é uma seita e ao mesmo tempo diz que nós vamos ser salvos, sendo que se a Congregação Cristã no Brasil é uma seita com certeza Deus não a aprova e se Deus não a aprova com certeza todos nos que nela está não seremos salvos, mas como eles dizem que nós vamos ser salvos, então porque se preocupa com a nossa profissão de fé e doutrina?
Porque e para que tanto esforço para nos obrigar a ensinar, a pensar e agir igual a eles?
Porque só eles podem afirmar que estão inteiramente corretos e porque nós não podemos fazer o mesmo?
Será porque só eles é quem tem toda a verdade?
Eu conheci a CCB por divina revelação, nunca tinha entrado em uma e nem tinha o mínimo de vontade, agora raciocina comigo:
Se ela é uma seita como alguns afirmam, porque Deus iria falar comigo em sonho e falar dela, me colocar dentro de uma seita?
Assim como aconteceu comigo aconteceu com milhares que estão lá dentro, tudo que acontece lá é por revelação do Espírito Santo, ou será que Deus tirou os inúmeros pastores de outras denominações que já estudaram teologia abandonaram suas congregações para fazerem parte de uma seita?
Creio que não, se você tiver a oportunidade de conversar com um ex-pastor que era de outra denominação religiosa com certeza ele te dirá que só passou a congregar na Congregação Cristã porque Deus revelou e não porque ele próprio quis ser membro dela ou porque foi incentivado por nós da CCB.
Tudo que as pessoas escrevem contra a CCB é apenas difamação e falta do que fazer querem mesmo é se aparecer e passar uma imagem limpa de suas congregações que na verdade todas… Todas cometem erros, mas eles só enxergam os erros da Congregação Cristã no Brasil.
Eles (os contras a CCB) só estão fazendo um favor a satanás que é lutar contra o povo de Deus, que é o mesmo Deus deles e de todos.
Deus te abençoe amiga.
Egidio

Temas relacionados:

  • Egídio

    É sim…não cortam o cabelo, tem orientação da igreja para surrar os filhos, não veem tv mas tem uma escondida, as mulheres não cortam o cabelo porque se esquecerem o lenço, jogam o cabelo na cara,elas não podem falar, se pintar, fazer unhas, não tomam pilulas anticoncepcionais, não namoram fora da igreja, uivam que nem lobo nos cultos, não leem a Biblia, apenas abrem e onde cair a pagina eles comentam, só ora quem receber o Esp Santo. Agora os hoemsn podem tudo, pinta até o bigode…há…tem outra…se uma pessoa ficar mentalemnte doente por velhice, eles a abandonam dizendo que é obra do demo..aqui perto de casa tem uma, que foi nessa seita uns 50 anos e tá abandonada. Há separação de homens e mulheres…ufa..é uma parafernália de bobices….

  • Caçador de Tjs!

    sim é uma seita heretica, seus dogmas são ao contrarios dos principios biblicos SOBRE A ORAÇAO? só de joelho? claro que não vemos na biblia oração de pé ,deitado, etc. sobre o beijo é só na igreja? claro que não, os apostolos saudavam em publicos, pregam só na igreja ,Jesus pregou em todas as partes aldeias ,cidades etc…
    interpretam textos da biblia erradamente por exemplo o véu o apostolo Paulo diz que o cabelo da mulher foi dado no lugar do véu I Corintios 11: 15 Mas ter a mulher cabelo crescido lhe é honroso , porque o cabelo lhe foi dado no lugar do véu.
    Estes sãos algumas das heresias praticadas por esta igreja.

  • o biblico

    A Congregação Cristã no Brasil foi fundada pelo missionário Louis Francesco. Ele era pentecostal residia em Chicago, nos Estados Unidos. Dedicou-se ao trabalho de evangelismo, promovendo diversas conferências em várias cidades. Em todos os lugares por onde passava pregando o Evangelho, seus seguidores abriram e mantiveram Casas de Oração. Todos, especialmente os italianos, tinham grande consideração e respeito por ele, por seu trabalho e por sua vida íntegra. Viajou para Buenos Aires, juntamente com seus amigos Gugliemo Lombardi e Lucia Menria, abrindo lá uma Casa de Oração. Em 1910 foram para São Paulo fazer trabalho de evangelismo, principalmente entre os imigrantes italianos, nascendo então, a Congregação Cristã no Brasil. Em seguida, Francesco foi para o Norte do Paraná, onde deixou alguns seguidores, apesar da perseguição do catolicismo. Francescon voltou aos Estados Unidos e retornou varias vezes ao Brasil com a finalidade de supervisionar o trabalho que ele tinha iniciado.
    Atualmente, o templo sede está localizado no Brás, em São Paulo, com capacidade para quatro mil pessoas. A Congregação mantém relatórios anuais com o número de batismos realizados e Casas de Oração estabelecidas. De acordo com seus relatórios, mais de um milhão de pessoas já foram batizadas pela seita, que mantém quase oito mil Casas de Oração no país, principalmente em São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Minas Gerais.
    Por que a (CCB ) é uma seita falsa?
    Existem inúmeras razões que comprovam que essa seita é falsa e anticristã, pois nega ou torce algumas doutrinas básicas e fundamentais do cristianismo. A Congregação Cristã no Brasil jamais pode ser confundida como sendo uma religião cristã: ela é herética, confundindo os cristãos simples que pertencem a uma igreja cristã saudável. Ao se ler os artigos de fé da Congregação Cristã no Brasil, percebe-se que, no inicio do movimento não havia nada de herético com o grupo; entretanto, com o passar do tempo, a maioria dos propagadores do movimento não prega o que o seu fundador escreveu em seus artigos de fé. Isso se deve a falta de instrução e de conhecimento bíblico, pois os membros dessa seita são desincentivados quanto ao estudo bíblico e teológico. Com isso, as idéias pregadas pelos membros dessa seita são completamente diferentes do que Francescon expunha no inicio do século: são idéias antibiblicas, anticristãs e heréticas, embora haja pessoas dentro da Congregação que não acreditam nas grandes heresias pregadas pela seita, sendo pessoas cristãs, comprometidas com o reino de Deus.
    A seguir são apresentados os erros e as heresias mais enfáticas da seita:
    Orgulho religioso
    Uma das características de uma seita falsa á a afirmação que só a igreja deles está cena, caracterizando-se tal igreja como um grupo sectário, orgulhoso e que despreza e critica outra igrejas cristãs. A Congregação Cristã no Brasil, como tantas outras seitas, acredita que só eles estão certos, só eles são salvos; afirmam, também, que as demais igrejas evangélicas pregam mentiras e que não há salvação para aquele que não é batizado na Congregação Cristã. Tais homens são chamados de orgulhosos e ignorantes pela Bíblia, pois apesar de nada entenderem sobre Cristo, estão envaidecidos com a idéia de serem sábios (1ªTm 6.4), fazendo com que muitos crentes abandonem a simplicidade da fé cristã (1ªTm 6.4). Jesus classificou tais tipos de pessoas como hipócritas, que ensinam preceitos humanos ao invés da verdade divina (Mc 7.7,8).
    Rebatismo em nome de Jesus
    Os adeptos da Congregação rebatizam aquele que vem de outra igreja evangélica, afirmando que ele não foi batizado “em nome de Jesus”. Afirmam que Pedro recebeu uma nova revelação no dia de Pentecostes (At 2.3 8). Obviamente, essa explicação dada por eles é absurda, visto que Jesus não seria capaz de mudar a posição sobre esse assunto, a respeito do qual se manifestara poucos dias antes (Mt 28.19). Além disso, o sentido do texto de Atos 2.38 é “seja batizado sobre o nome de Jesus”, ou seja, significa que, aos judeus, a quem a mensagem foi dirigida naquele momento, repousariam sua esperança e confiança na autoridade messiânica. A literatura da Igreja primitiva, tanto do primeiro século quanto do segundo, testemunha claramente de que a Igreja sempre manteve a ordenança de Jesus em Mateus 28.19, batizando “em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”. Um dos exemplos clássicos é o Didaque, também chamado de O Ensino dos Doze Apóstolos, escrito no começo do segundo século. O capitulo 7 é um manual a respeito do batismo, onde se afirma claramente que a Igreja Cristã Primitiva batizava em nome da Trindade, assim como Jesus ensinou em Mateus 28.19.
    Ademais, rebatizar alguém nunca foi prática da Igreja Cristã. Não há em o Novo Testamento nem na história da Igreja Cristã registro de rebatismo feito ou aprovado pelo ramo oficial e tradicional da Igreja. Quem sempre rebatizou foram os grupos sectários e heréticos, como os montanistas e donatistas, por ex

  • pb.van

    Sim….. O que é uma seita? Como identificar uma seita? Seita é um grupo de idívíduos reunidos em torno de uma interpretação errônea da Bíblia Sagrada, feita por uma ou mais pessoas; ou, uma perversão, uma distorção do Cristianismo Bíblico e/ou rejeição dos ensinos históricos da Igreja Cristã; ou ainda, qualquer religião tida por heterodoxa ou mesmo espúria
    Para identificar uma seita é necessário seguir quatro caminhos: o da adição, subtração, multiplicação e divisão. As seitas conhecem as operações matemáticas, contudo, nunca atingem o resultado satisfatório.
    1.ADIÇÃO: O grupo adiciona algo a Bíblia Sagrada. Sua fonte de autoridade e doutrinação não leva em consideração SOMENTE A BÍBLIA SAGRADA. Neste grupo estão por exemplo: ADVENTISMO DO SÉTIMO DIA; AS TESTEMUNHAS DE JEOVAH; OS MÓRMONS; OS MENINOS DE DEUS; O CATOLICISMO; A IGREJA DA UNIFICAÇÃO-Rev Moon; OS KARDECISTAS; A IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL e outras;
    2. SUBTRAÇÃO; O grupo subtrai, tira algo da pessoa de Jesus; Neste grupo vemos: A MAÇONARIA; A LEGIÃO DA BOA VONTADE;
    3. MULTIPLICAÇÃO: Pregam a auto-salvação. Crer em Jesus é importante, mas não é tudo. A Salvação é pelas Obras. Às vezes repudiam pulbicamente o Sangue de Jesus.
    4.DIVISÃO: Dividem a fidelidade entre Deus e a organização. Desobedecer à organização ou à Igreja equivale a Desobedecer a Deus. Não existe salvação fora do seu sistema religioso da própria organização ou Igreja.
    Olhando por este prisma vemos que a maioria esmagadora de religiões e denominações estão classificadas como seita. Para saber quem não é somente tendo conhecimento da Palavra de Deus de Gênesis a Apocalípse e, para tanto, é necessário em primeiro lugar, uma conversão genuína ao Senhor Jesus, sendo a Pessoa Batizada em águas por imersão e vinculada ao rol de membros da igreja e em seguida frequentar a Igreja assiduamente para receber ensinamentos básicos doutrinários, tudo baseado unicamente na Bíblia Sagrada. Assim poderemos identificar qual a verdadeira ou qual a falsa. Graça e paz.

  • jvcrdb

    Olha, ao meu entendimento, religião ou seita ou seja lá que nome aqueles que são críticos pouco construtivos, fanáticos ou zombadores acham melhor, acredito que cada pessoa deve seguir o caminho no qual se sente bem, sem nenhum fanatismo e sem querer impor a própria crença sobre os outros.
    Tenho primos que frequentam a Congregação, são felizes e ponto.
    Eu por exemplo sou espírita, mas se eu perguntar o que eles acham do espiritismo, provavelmente dirão que é a religião do Satã.
    Ou se você perguntar a um católico fanático o que ele acha da Congregação, Assembleia, Batista, Adventista.. vão falar que estão errados pq é deles (católicos) a verdade e que só eles têm o Papa, “Representante de Deus na Terra” (será?)
    Ou se perguntar da Virgem Maria para evangélicos vão dizer que ela é como uma mulher quaquer (mas não reconhecem se Jesus veio à Terra como homem, se não fosse ela pra alimentar, limpar e cuidar, ele talvez não teria consguido completar sua missão)
    A resposta acabou crescendo muito, mas só queria ilustrar o quanto é difícil pedir a opinão, quando ela vem carregada de preconceitos. Aí nesse caso o melhor que você tem a fazer é ir lá e tirar suas próprias conclusões.
    Eu já estive na Congregação, é interessante e ao meu ver comprova que de um jeito ou de outro, todas as religiões são iguais em essência.
    Um abraço

  • http://www.honeycombblinds.net honeycomb blinds

    Há muitas vozes pedindo a nossa atenção, então por que alguém deveria considerar Jesus acima de, vamos dizer, Maomé ou Confúcio, Buda, ou Charles Taze Russell, ou Joseph Smith? Afinal, todas as estradas não o levam para o Céu? Todas as religiões não são basicamente a mesma coisa? A verdade é que todas as religiões não o levam para o Céu, da mesma forma que nem todas as estradas o levam para São Paulo.
    Somente Jesus fala com a autoridade de Deus porque somente Jesus derrotou a morte. Maomé, Confúcio e os outros estão se decompondo em suas sepulturas até o dia de hoje, mas Jesus, pelo Seu próprio poder, saiu da tumba três dias depois de morrer numa cruel cruz romana. Qualquer um com poder sobre a morte merece ser ouvido.
    As provas a favor da ressurreição de Jesus são irrefutáveis. Primeiro, houve mais de quinhentas testemunhas oculares do Cristo ressuscitado! São muitas testemunhas. Quinhentas vozes não podem ser ignoradas. Há também a questão da tumba vazia; os inimigos de Jesus poderiam simplesmente ter acabado com toda a conversa sobre a ressurreição exibindo o Seu corpo morto e decadente, mas não havia corpo morto para eles exibirem! A tumba estava vazia! Poderiam os discípulos ter roubado o Seu corpo? Dificilmente. Para impedir que isso acontecesse, a tumba de Jesus havia sido fortemente guardada por soldados armados. Considerando que Seus seguidores mais próximos haviam fugido com medo durante a prisão e crucificação de Jesus, é pouco provável que este bando de pescadores assustados teriam ido corpo-a-corpo contra soldados treinados e profissionais. O simples fato é que a ressurreição de Jesus não pode ser explicada!
    Mais uma vez, qualquer um com poder sobre a morte merece ser ouvido. Jesus provou o Seu poder sobre a morte, portanto nós devemos ouvir o que Ele diz. Jesus diz ser o único caminho para a salvação (João 14:6). Ele não é um caminho; Jesus não é um de vários caminhos, mas é o caminho.
    E este mesmo Jesus diz: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mateus 11:28). Este é um mundo duro e a vida é difícil. Muitos de nós estão ensangüentados, arranhados e feridos pelas batalhas. Concorda? Então o que você quer? Restauração ou mera religião? Um Salvador vivo ou um de vários “profetas” mortos? Uma relação com significado ou rituais vazios? Jesus não é uma escolha – Ele é a escolha!
    Jesus é a “religião” certa se você está procurando por perdão (Atos 10:43). Jesus é a “religião” certa se você está procurando por uma relação significativa com Deus (João 10:10). Jesus é a “religião” certa se você está procurando por uma morada eterna no Céu (João 3:16). Deposite a sua fé em Jesus Cristo como seu Salvador – você não vai se arrepender! Confie nele para o perdão dos seus pecados – você não vai se desapontar.

  • eretztav

    Não sei
    sinceramente não conheço essa igreja portanto não posso falar de uma coisa que eu não conheço.
    Mas se você é dessa igreja e está com essa duvida ,olhe na Bíblia e veja se as doutrinas dessa igreja estam de acordo com a Palavra de Deus.
    mas sobre igreja verdadeira acho que não existi.
    Na carta aos corintios fala que Deus não habita em templos feitos pelas mãos de homens.não sei onde ao certo mas na biblia diz também que nós somos os Templos do Espirito Santo.
    Deus te abençoe

  • http://wpshoppingpages.com/ WP Autoblogging Plugin

    Nada do que for dito aqui será suficiente para tirar a sua dúvida, pois cada pessoa pensa diferente. Cada um vai querer defender sua própria opinião contribuindo para aumentar sua dúvida. Portanto, o que posso lhe dizer é que se você quiser uma resposta acerca desse assunto não procure na internet, antes se Deus realmente existe(para todas as religiões Ele existe), nós temos o direito de conversar com Ele, então busque Ele, converse com Ele, exponha para Ele a sua dúvida. Muitos poderão dizer: se Deus existe Ele já deve saber da sua dúvida e já poderia ter te ajudado, mas é necessário você mostrar que está interessada no assunto e, isso você demonstra não perguntando na internet e sim buscando de quem tem a resposta certa para te dar DEUS, busque a Ele, explique toda a situação como se você estivesse falando com um amigo e, certamente você obterá uma resposta!! pelo meu depoimento você ja deve ter percebido que sigo a doutrina da Congregação Cristã no Brasil, mas assim como não fui pressionada a aceitar essa doutrina, também não quero influenciar você, de maneira alguma, a todos nós foi dado o livre-arbítrio e a capacidade de pensar, questionar e, chegar a uma conclusão. Mais uma coisa, a todos que condenam a CCB e são cristãos, Jesus pregou o amor e no amor está contida a tolerância, portanto, todos nós, certos ou errados e seguindo os ensinamentos de Cristo, temos que amar e tolerar uns aos outros, pois não foi dado a nós, humanos sujeitos a fraquezas, a capacidade de julgar a quem quer que seja, pois há um único juiz, o único que venceu a morte para perdão dos nossos muitos pecados. Deus te abençoe e ilumine sempre amém!!!

  • confiden

    Depende:
    Se ela tenta afastar as pessoas do “mundo,” se joga vc contra seus familiares dizendo que “eles não aceitaram o que vc acretita” por tanto vão para o inferno, se obriga vc a bater na porta dos outros pra pregar o que vc acredita… É UMA SEITA

  • Leonardo

    “é verdade que …………………..”
    Todas as religiões falam que somente eles são donos da verdade, os outros deuses e livros sagrados são fajutos
    “é verdade que …………………..”
    Dentro de cada religião existem várias seitas, todas se declarando auténticas e verdadeiras
    “é verdade que …………………..”
    Assim que profesamos qualquer crença estamos acreditando com todos os dogmas, lendas e tradições que essa crença nos inculca
    A VERDADE é que não tem relação entre crença e verdade, observa as respostas anteriores e verá que cada um tem uma verdade diferênte, são credos, dogmas ou superstições verdades jamais.

  • Muitos deuses poucas VERDADES

    A palavra seita tem por significados correto leis criadas por homens ou melhor tradições que naõ se harmonizam com a biblia .neste caso desta religião vejo que existem muitas tradições criadas por homens,mas que isso so acontece por que as pessoas criaram doutrina em mandamentos de homens,mas acredito e tenho fé que jesus salva qualquer pessoa seja lá onde estiver desde de quando tenha fé nele e na palavra de DEUS naõ na religião e nao em doutrinas que invalidam a palavra de DEUS E esses ensinamentos ,quando estiver numa religião que lá so ensina qque vc tem de seguir regras cuidado vc pode está começando a se afastar do veraddaeiro proposito de Deus que é amar a DEUS eo proximo…………

  • mariane

    Vix…tenho uma má noticia pra vc querida. Jesus não tem igreja.
    Usam o nome dele, mas ele nao cortou a fita vermelha de nenhuma.
    ;) Fica bem, vc supera.

  • http://lunaticstudios.com/ Thomas Hoefter

    Só existem uma única igreja verdadeira, e se chama Igreja Católica Apostolica Romana, as outras são todas tidas como seitas!

  • Luany da Silva

    Conheço várias pessoas que seguem essa doutrina.Não concordo com a crença que só uma doutrina é certa e que basta somente o batismo no Espírito Santo para nos guiar.

  • Elaine A

    Nunca ouvi falar nela…

  • Viezzer

    Cara amiga se não estou enganado é uma seita todavia sugiro que procure saber o porque que é considerada uma seita.
    Veja algo interessante que eu procuro mostrar para meus irmão da denominação que faço parte e os pastores ensinam que dízimar é Bíblico.
    O falso ensino é que os princípios de dar graças não são tão bons como os princípios do dizimar na Antiga Aliança.
    Sob a Nova Aliança:
    1 – Conforme Gálatas 5:16-23, não existe lei física que possa controlar o fruto do Espírito Santo [Infelizmente o Espírito Santo é Quem mais tem sofrido nas igrejas neopentecostais, que o transformaram num office-boy, o qual tem “obrigação” de descer quando invocado e de fazer tudo que os pastores semi-bíblicos e os crentes imaturos dessas igrejas acham por bem exigir dEle. Essas pessoas mal conhecedoras da Bíblia se comportam com o Espírito Santo exatamente como os feiticeiros se comportam com os maus espíritos].
    2 – A 2 Coríntios 3:9-10 ensina: “Se o ministério da condenação [Antiga Aliança] foi glorioso, muito mais excederá em glória o ministério da justiça [Nova Aliança]. Porque também o que foi glorificado nesta parte não foi glorificado, por causa desta excelente glória”.
    3 – Hebreus 7 apenas faz a menção pós-Calvário de dizimar, numa explanação de porque o sacerdócio levítico deve ser substituído pelo sacerdócio de Cristo, porque aquele era fraco e ineficiente. Estudem Hebreus 7 e sigam a progressão do verso 5 ao verso 12 e ao verso 19.
    4 – A maneira pela qual o dízimo é hoje ensinado reflete o fracasso da igreja em crer e agir segundo os muito melhores princípios do amor, da graça e da fé. O princípio do dízimo obrigatório não pode nem poderia ter sido mais próspero à igreja do que os princípios guiados pelo verdadeiro amor a Cristo e às almas perdidas (2 Coríntios 8:7-8). [Se o dízimo fosse usado para sustentar os missionários, as viúvas pobres e os órfãos, ele seria um princípio de amor e graça, mas, infelizmente, ele é usado hoje em dia para comprar aparelhos de som e para outros fins nada cristãos...]
    Ponto 15 – O Apóstolo Paulo preferia que os líderes da igreja se auto-sustentassem.
    O falso ensino é que Paulo ensinou e praticou o dízimo.
    Nada poderia estar mais longe da verdade. Como um rabino judeu, Paulo estava entre os que insistiam em trabalhar com as próprias mãos pelo seu sustento (Atos 18:3; 1 Tessalonicenses 2:9-10; 2 Tessalonicenses 3:8-14). Embora ele não tenha condenado os que recebiam sustento pela obra em tempo integral, também não ensinou que tal sustento fosse ordenado por Deus, para difusão do Evangelho. (1 Coríntios 9:12). De fato, duas vezes em Atos 20:29, 35 e também na 2 Coríntios 12:14, ele até mesmo encoraja os anciãos da igreja a trabalharem para manter os necessitados da igreja [Eu só queria ver um dos pastores atuais trabalhando para ajudar os pobres da igreja!].
    Para Paulo, a expressão “viver do evangelho” significava “viver segundo os princípios da fé, do amor e da graça” (1 Coríntios 9:14). Conquanto verificasse ter “direito” a alguma ajuda, ele concluía que a “liberdade” de pregar o seu evangelho era mais importante, a fim de cumprir a sua vocação de Deus (1 Coríntios 9:15; 11:7-13; 12:13,14; 1 Tessalonicenses 2:5-6). Enquanto trabalhava como artesão de tendas, Paulo aceitou uma certa ajuda, porém se gloriava de que o seu pagamento ou salário era o fato de poder pregar livremente, sem se tornar um fardo para os outros (1 Coríntios 9:16-19).
    Ponto 16 – O dízimo não se tornou uma lei na igreja, até o Ano 777 d.C.
    O falso ensino é que a igreja histórica sempre ensinou o dízimo.
    Até mesmo em Atos 21:20-26, algumas décadas após o Calvário, os primeiros cristãos judeus em Jerusalém continuavam seguindo fielmente a lei da Antiga Aliança e ainda adoravam e ajudavam a manter o templo judaico. Como eles eram judeus obedientes, a lógica nos força a concluir que eles continuavam a entregar os dízimos dos alimentos colhidos ao sistema do Templo.
    Conquanto discordando dos seus próprios teólogos, muitos historiadores da igreja escrevem que o dízimo não se tornou uma doutrina aceita na igreja, durante mais de 700 anos após o Calvário. Os antigos pais da igreja, antes de 321 d.C. (quando Constantino tornou o Cristianismo uma religião legal) se opunham ao dízimo, considerando-o uma doutrina puramente judaica. Clemente de Roma (Ano 95), Justino Mártir (150), o Didaquê (150-200) e Tertuliano (150-220) se opunham ao dízimo. Até mesmo Cipriano (200-258) rejeitou a introdução do dízimo incluído na distribuição aos pobres.
    De fato, os antigos líderes da igreja praticavam o ascetismo. Isso quer dizer que ser pobre era a melhor maneira de servir a Deus. Eles copiavam sua adoração conforme as sinagogas judaicas, as quais tinham rabinos que se auto-sustentavam, recusando-se a receber dinheiro para ensinar a Palavra de Deus (Ver Schaff – “History of Christian Church”, vol. 2, 63, 128, 98-200, 428-434).