As Palavras do Senhor

Faz Tempos Que O Mundo é Vítima De Atrocidades E Barbáries Em Nome De Deus. A Religião é Um Mal Para Sociedade?

Desde as Cruzadas, passando pelo Nazismo, até os nossos dias com aviões lotados de pessoas que são jogados contra edifícios; sem nos esquecer dos conflitos no Oriente Médio e o fanatismo covarde dos Islâmicos. Em vista dessas e outras tantas coisas absurdas feitas em nome de Deus, fica aqui uma questão: o mundo realmente precisa de religião? Será que para formamos os nossos valores morais (discernimos o que é correto e o que não é, o que faz mal e o que não faz, o que prejudica o outro e o que não prejudica) é preciso estar um com livros, cujas veracidades são bastante passíveis de dúvida, em punho? O mundo precisa de Bíblia? O mundo precisa de Alcorão? O mundo precisa do Livro dos Mórmons? O mundo precisa de igrejas? O mundo precisa de sinagogas? O mundo precisa de Deus?


Comments to Faz Tempos Que O Mundo é Vítima De Atrocidades E Barbáries Em Nome De Deus. A Religião é Um Mal Para Sociedade?

  • A religião é uma criação do Homem, sujeita a erros e todo tipo de defeitos…O bom senso é a chave na nossa vida. Nunca acredite em tudo, questione, pesquise, veja outros pontos de vista. Forme a sua própria opinião de acordo com os seus valores internos.

    Silva 22 Junho, 2009 8:30
  • Meu caro, a religião e Deus são coisas distintas. Sendo que Deus é verdadeiro para aqueles que acreditam nele, agora um coisa não justifica a outra, como você disse coisas feitas em nome de Deus, isso não quer dizer que ele aprovou tal ato.
    O mundo não precisa de religião e sim de Deus em seus corações, agora quanto ao que esta escrito na bíblia não há dúvida nem para mim e tenho a mais absoluta certeza de que milhões de pessoas pensam da mesma forma.

    niltoncg 22 Junho, 2009 8:30
  • A religião,é um caminho que nos leva a Deus, a se religar com Deus.
    As pessoas que usam a religião,para manipular, as pessoas, para atormentar,preconceitualizar e prejudicar a vida dos outros, fazer guerras, atos terroristas,assassinatos,atos violentos,crimes de guerra contra a Humanidade, estes,ofendem a Deus,e por ele serão justamente julgados,e receberão sua justa “premiação!”.Espero ter respondido sua pegunta.

    Andréa Cardoso de Assis A 22 Junho, 2009 8:30
  • Em primeiro lugar precisamos saber o que é uma religião e o que é uma seita religiosa; o que é um verdadeiro religioso e o que é um fanático religioso.
    A palavra “Religião” significa: Religar. Quer dizer, um meio de religação do homem com o seu Criador. Ninguém consegue provar que os religiosos verdadeiros digo, os veradedeiros seguidores de Cristo, tivessem cometido algum tipo de barbarie em nome do cristianismo. Pelo contrário, sempre pregam a paz e o amor entre o homem e Deus e as pessoas entre si. É bem verdade que a história religiosa está manchada com sangue de inocentes; mas quem foram os principais causadores? Os fanáticos (Aqueles que tem um amor demasiado pela religião sem ter um conhecimento suficiente para discernir o certo do errado) adéptos de seitas heréticas e não de uma religião que ensina a verdade. Quem foram os maiores homicidas na Idade Média, em nome da religião (Seita)? A igreja do papa!
    Agora, o mundo pode não precisar de Alcorão, de bíblias adulteradas, de livros dos Mórmons, etc. Mas uma coisa é certa: A Bíblia sagrada é o único livro de que o mundo precisa para a felicidade da humanidade; ela é o único instrumento que pode conduzir o homem a Deus e consequentemente proporcioná-lo a paz de que tanto precisa. Quanto a Deus, o mundo não precisa desses deuses causadores de catástrofes no mundo não, mas, do Deus verdadeiro sim. Ele é o Criador e Sustentador de todo o universo, e sem Ele o mundo seria um verdadeiro caos.

    Oliveira 22 Junho, 2009 8:30
  • Há Religião e religiões e estas são um mal para a sociedade, sem dúvida nenhuma. Veja só, em nome da evolução o homem do século XXI está se degradando moralmente, mesmo tendo leis morais escritas. As leis, que deveriam preservar a boa moral e os bons costumes, estão sendo alteradas conforme a conveniência banal, a ponto de estarmos chegando a uma degeneração e corrupção sem precedentes, mesmo vendo a inversão de valores e suas consequencias maléficas. Segundo o seu modo de pensar não precisaria ensinar a uma criança “o caminho em que deva andar”,o país não precisaria nem de Constituição, pois cada um, por si mesmo, saberia seus deveres, direitos e limites; ou não? Sim o mundo precisa de todos os livros citados e muitos outros, até porque “o homem que lê vale mais”. Precisamos ler de tudo e reter o que é bom, fazer bom uso da leitura. Quanto à leitura da Bíblia, é importantíssima, não só porque não existe alguem que pode ser considerado culto que nunca a tenha lido, como também, por ser “viva e eficaz e pode tornar-te sábio para a salvação”, afinal é a Palavra de Deus. O mundo precisa de Igreja, sim, lá não é ponto de encontro de fiéis, mas local de adoração comunitária a Deus – essa adoração deve ser feita em espírito e em verdade. O mundo precisa de Deus, sim, senhor; já diziam, ainda no primeiro século da era cristã, os poetas atenienses “pois nele, vivemos, nos movemos e existimos”. Procure conhece-lo só um pouquinho através da própria Bíblia, quando tiver alguma dúvida, que certamente a terá, procure uma igreja cristã onde a Palavra de Deus é ensinada com fidelidade. ex. Igreja Presbiteriana do Brasil ou Batista (Convenção Batista Brasileira).

    oseiassi 22 Junho, 2009 8:30
  • A Religião não é um mal para a sociedade. O fanatismo religioso sim. Tudo em excesso faz mal, não devemos nunca nos esquecer disso.
    O Mundo precisa de Deus, mas podemos deixar de lado os Livros Religiosos, darmos as mãos e construirmos a paz.

    Petit Papillon Des Ailes De Feu 22 Junho, 2009 8:30
  • Praticamente todas as grandes religiões pregam o bem e o amor ao próximos (Cristianismo, Islamismo, Judaísmo, Budismo), o problema é a interpretação torta que muitos fanáticos fazem de ensinamentos que deveriam servir apenas ao bem comum.

    Dom Cielo 22 Junho, 2009 8:30
  • Complicado falar sobre isto, eu fico as vezes à pensar…por exemplo no que esta acontecendo com aquele povo de Israel e adjacências…e veja vc que lá é tido como a terra Santa…imagine se não fosse…

    URTIGÃO 22 Junho, 2009 8:30
  • Fanatismo não tem a ver com religião, mas sim com doença mental.

    Funny Cop Videos 22 Junho, 2009 8:30