As Palavras do Senhor

Já Que Tudo Na Biblia é Simbolico, Então A Transformação Da Agua Em Vinho é Tambem.leia E Opine,tá?

É um espanto como os religiosos se esquivam de uns textos, protegem outros, contornam mais alguns. Tudo isso é justamente com a intenção de proteger o sagrado texto. Veja algumas: Não pode tirar a frase do contexto, voce é um exegeta e não tem moral pra falar dessas coisas, voce precisa se familar melhor com a hermeneutica, apostagia, a apologetica, e o escambau.
Agora quando é pra se referir a jesus cristo, ou até a deus, ai então….
Em João 2: 1-11 no primeiro milagre de Jesus ele começa a fala preconizando uma vida cheia de magicas, de milagres dizendo “ Minha hora ainda não chegou……encheu as talhas de agua……tirai agora e levai ao chefe dos serviçais……..logo após beber a agua e agora tornada vinho…..
Quando ele diz minha hora ainda não chegou o que ele quiz dizer?
Nessa hora o catolico jura de pé junto que no contexto era agua e literalmente virou vinho. e que vinho é vinho mesmo. aquela bebida alcolica. Aí não existe embromação, enrolação, sentido figurado e o escambau
Qualquer coisa que voce quizer voce enxerga na biblia, para isso basta trazer para fora do contexto a palavra e se confortar com qualquer explicação que vier lhe ocorrer. A desculpa é sempre que naquele tempo irmão não queria dizer irmão exatamente, assassinar não queria dizer assasinar, agulha não queria dizer agulha.Tudo isso favorece ou induz a “ n “ interpretações.
Resumindo livros sagrados fazem mal ao intecto. Esqueçam essas bobagens e viva a vida longe deles.
Dê a sua opinião


Comments to Já Que Tudo Na Biblia é Simbolico, Então A Transformação Da Agua Em Vinho é Tambem.leia E Opine,tá?

  • Mister Argon Dois,
    De fato, o Evangelho de S. João relata sete “sinais” realizados por Jesus. Trata-se de um evangelho escrito uns 60 anos depois da morte de Cristo e não se sabe quem foi seu autor. A atribuição ao apóstolo S. João não se sustenta, atualmente. Aliás, nenhum dos doze apóstolos escreveu qualquer evangelho. Os sinais do Evangelho de João, ou herdados da pregação ou construidos pelo autor estão carregados de sentido sacramental ou de ensino. Por exemplo, ao narrar a multiplidação dos pães, segue-se o discurso eucarístico. Ao narrar a ressurreição de Lázaro, segue-se o tema da ressurreição e da vida: “Eu sou a ressurreição e a vida”, diz Jesus.
    Os nomes Mateus, João, Marcos e Lucas foram atribuidos no século II.
    Gostei de sua argumentação sobre: agulha não é agulha, irmão não é irmão… O método alegório e o simbólico foi usado e abusado na Patrística e na Idade Média. A Reforma protestante resgatou o método gramatical. O texto tem um só sentido e cabe ao leitor e ao expositor da Bíblia ser fiel ao mesmo!
    Agulha não era uma porta baixa, na qual o camelo devia abaixar-se para passar. Era agulha mesmo e Jesus está dizendo da dificuldade de um rico entrar no Reino de Deus. De fato, Jesus manda dizer a João Batista: “aos pobres é anunciado o evangelho” e nas Beatitudes, segundo Lucas, diz: “Bem-aventuados vós, os pobres” e “Ai de vós, ricos”. Que se entenda que isso não á para todos, que Cristo se enganou, que foi radical, etc, mas torcer as frases para acomadar “ao gosto do freguês” é de lascar!
    Abraços!

    Wordpress Article Autoposter Plugin 15 Outubro, 2009 5:28
  • Quando ele diz minha hora ainda não chegou o que ele quiz dizer?
    Que Jesus Cristo só começa a trabalhar quando não existe mais método humano, seu esforço. Quando você esta em situação difícil, mas ainda ta tentando seu método, seu esforço, sua habilidade ele não pode fazer nada por você.
    Deus não dá glórias ao homem, somente ao seu filho.
    Ela disse: Fazei tudo o que ele mandar, servos verdadeiros somente obedecem, não questionam, foi Jesus que transformou a agua em vinho, não foi os servos..
    A mesma coisa de Pedro quando estava pescando e não achou nada, ele replicou, que tinha pescando a noite inteira e não achou nada.
    Pedro falou: Sobre a tua palavra lançarei as redes. E pela palavra de Jesus pescou tantos peixes que quase afundou o Barco.

    sula 15 Outubro, 2009 5:28
  • Querida..não era simbólico,Jesus realmente transformou água em vinho.
    Vinho, hoje em dia, é invariavelmente entendido a ser uma bebida alcoólica. Muitas pessoas pensam, automaticamente, que qualquer “vinho” mencionado na Bíblia tinha um conteúdo significativo de álcool. Mas,não é verdade.
    “Vinho” na Bíblia é o produto da uva. Freqüentemente se refere a uma bebida alcoólica semelhante a tais bebidas hoje. Em tais casos, o vinho é descrito como causador de muito sofrimento, e como algo que conduz homens a cometer diversos pecados vergonhosos.
    Nada no texto sugere que Jesus transformou água em bebida alcoólica. No contexto de tudo que a Bíblia fala sobre bebida forte, é inimaginável que Jesus teria feito centenas de litros de vinho alcoólico.

    Morena Flor 15 Outubro, 2009 5:28
  • olá amigo, minha opinião é:
    O que você chama de simbolismo, eles chamam de parábolas, Jesus falava por palavras, mas parábolas ou sinbolismo (como você mesmo diz,) é bem diferente doque os milagres que Jesus fez, MILAGRE É MILAGRE, SIMBOLISMO é SIMBOLISMO, houve a transformação da agua em vinho e na bíblia, não cita que era uma parábola,
    e cada um tem o seu discernimento da bíblia, ou seja cada um tem uma ideia sobre qualquer palavra biblica, mas nem todos os pensamentos estão corretos ou são certos, é por isso que há esse conflito entre Cristãos e Ateus e espiritas etc, cada um tem um pensamento firmado, mas o que vale é o respeito que cada um tem pelo seu proximo, ou seja fale para os outros o que gostaria que falasse para você. um abraço e bom final de semana, e eu não sou nenhum desses crentes fanaticos, apenas exponho meu ponto de vista assim como você expoe o seu. um abraço.

    ? 15 Outubro, 2009 5:28
  • Bom dia,
    O abençoado,
    Vamos falar de vinho?
    Descubra a proveniencia dos nomes:
    Glucos.
    Siqueira.
    O significado dele Cristo não fazer algo, não significa que ele não teria a capacidade. Mas sim, motivos para não o fazer.
    Ali você deve entender que ele cita o Kronos sugerido por Miriam sua Mãe e o Kayros que ele cita em seu desejo.
    Muito simples de entender.

    Ricardin 15 Outubro, 2009 5:28
  • hoje em dia há muito mais informação e instrução, o que faz com que as pessoas com o mínimo de raciocínio lógico neguem fábulas como a do homem vindo do barro, de uma cobra ou burro falante, de um barco cheio de espécies de todos os animais enquanto a terra era coberta por um dilúvio
    normalmente ninguém pensa nesse ponto que você levantou
    apesar de ser tão impossível de acontecer como as outras fábulas, o milagre da transformação da água em vinho é mais facilmente aceito
    o que você disse está completamente certo
    a bíblia é um vasto livro cheio de passagens, algumas boas, outras ruins
    os clérigos determinam o que será pregado conforme o que lhes convém
    se por um lado a simbologia da bíblia dá uma explicação mais cabível a certas passagens
    por outro mostra como ela está sobre a influência das idéias dos homens
    à 100-200 anos atrás era plausível que pessoas aceitassem cegamente terem sido criadas conforme o gêneses relata
    muito dessa simbologia veem para se adequar à uma sociedade que não engoliria tais estórias com tanta facilidade assim
    entre acreditar em algo literal e impossível de acontecer, ou acreditar em algo manipulado para uma melhor aceitação, é melhor não acreditar em nada

    JP A 15 Outubro, 2009 5:28
  • Tudo não. Grande parte do que está escrito é simbólico, como os números, mas grande parte não é simbólico. O Êxodo do Egito, a ocupação de Canaã, a monarquia, a divisão dos reinos do norte e do sul, a invasão da Assíria, a fixação dos samaritanos, a invasão babilônica, o exílio, o retorno, a guerra dos Macabeus, a ocupação romana, a destruição de Jerusalém por Tito. Tudo isso, entre muitos outros, são fatos históricos.
    O Evangelho de João, por outro lado, é bem mais alegórico do que os Sinóticos, que tiveram maior preocupação histórica. João tem uma teologia diferente. É possível que o episódio de Caná não seja um fato histórico, mas isso, por si só, não implica que Jesus não fosse capaz de realizar milagres.

    peregrin 15 Outubro, 2009 5:28
  • Qualquer coisa que se veja como má, será má naquele momento. Contudo, se realmente quisermos descobrir a verdade teremos que ser imparciais.
    Um grande abraço iluminado!
    Luz___________________________________…

    Luz__ 15 Outubro, 2009 5:28
  • Somente as profecias na bíblia são simbólicas e a própria bíblia fornece as interpretações; Quando se fala de bestas dragões e coisas estranhas, daí sim é simbólico; Jesus transformou realmente água em vinho!

    lilomora 15 Outubro, 2009 5:28
  • to achando que vc quer virar crente!!!
    tenho quase certeza.

    Fael Rabelo 15 Outubro, 2009 5:28