Home » Sobre Jesus » Jesus Foi Sepultado Há Apenas 01 Hora Do Por Do Sol, Onde O Dia Seguinte é Shabatt E O Inicio Da Páscoa?

Jesus Foi Sepultado Há Apenas 01 Hora Do Por Do Sol, Onde O Dia Seguinte é Shabatt E O Inicio Da Páscoa?

Além do calendário judeu ser lunar, e os Judeus contarem o tempo de um por do Sol a outro.
Nenhuma família judia sepultaria o defunto há apenas 01 hora do por do sol, onde o dia seguinte é shabatt e o inicio da Páscoa!
Já que Jesus foi retirado da Cruz à hora 09 local, (15 horas no horário atual)…
Passou por uma toalete, passou por uma cerimônia de despedida.
E segundo Marcos (15:46), teve que esperar que o José de Arimatéia voltasse da cidade, onde fora arranjar um tumulo e comprar um lençol…
Pois Jesus sendo um descendente da casa do Rei David, Ele não poderia ser enterrado sem que os seus familiares tenham seguido os procedimentos funerais concernentes ao Judaísmo.

Temas relacionados:

  • lola

    Oi Lizandro, segundo o centro de cultura e formação atraves do Dr. Evaristo Eduardo de Miranda encontrei esta explicação será que satisfara sua curiosidade?
    …“Ele (José de Arimatéia) vem, então, e leva o corpo de Jesus” (Jo 19,38). Dadas as circunstâncias da morte, pode-se apenas imaginar – em silêncio respeitoso – o que implica a realização prática e efetiva dessa frase por esse fariseu piedoso. Ele deve ter concluído sua tarefa, ungido pelo sangue e pelo suor de Jesus. Essa mistura de suor e sangue também impregnará um lençol para toda a eternidade, segundo a crença dos cristãos [4]. Esse gesto ousado de José de Arimatéia talvez relativize e dê outro significado para seu discipulado “secreto” junto a Jesus. Normalmente, o clandestino de um partido ou de uma seita, nunca é apreciado, mas o comprometimento público – no mais alto nível – de José de Arimatéia para pôr a salvo o corpo de Jesus, vai torná-lo merecedor de menção elogiosa pelos quatro evangelistas. Marcos dirá: “Ele também esperava o reino de Elohim” (Mc 15,43).
    Ele oferece o mausoléu de sua família, uma sepultura cavada no rochedo do Calvário, bem próximo ao local da crucifixão. Ali, ajudado por outro fariseu, Naqdimon ben Gurion, o Nicodemos, ele sepultará o corpo de Jesus, seguindo estritamente os ritos previstos pelos fariseus nessas circunstâncias.
    Segundo relato de Marcos, José de Arimatéia é quem compra a mortalha, essa longa peça de linho na qual os judeus tinham a costume de envolver seus mortos. Nesse início de crepúsculo de véspera do shabat, quando as velas começavam a ser acesas nos lares para a celebração, o fariseu José de Arimatéia desce Jesus da cruz, envolve-o em seus braços e depois na mortalha de linho. Nicodemos e José de Arimatéia buscam observar as práticas rituais prescritas pelos fariseus numa situação limite, levando grande quantidade de aromas preciosos: mais de trinta quilos de mirra e aloés[5] (Jo 19,39)! Nesse gesto, Nicodemos vê em Jesus, o messias de Israel. “Ele pretende dar-lhe funerais reais e, como acontecia com os reis e as figuras importantes , queimar grandes quantidades de incenso purificador, durante o sepultamento do mestre supliciado. Sendo um fariseu, ele vem certificar-se de que os ritos de sepultamento serão respeitados[8] . Ele próprio se encarrega disto, trazendo o que será necessário para pôr no túmulo.” Finalmente, eles o depositam na sepultura cavada na rocha[9], onde ninguém ainda havia sido posto (Lc 23,53).
    Essa precisão, sepulcro novo pertencente a José de Arimatéia, é retomada em Mateus (27,60) é significa que a sepultura fora cavada por ele mesmo e por sua família. Segundo André Chouraqui, a precisão é importante: “ela prova que, aos olhos da Torá, Iehoshua podia se beneficiar sem problema de uma sepultura normal, o que não teria sido o caso se ele tivesse sido condenado à morte por um tribunal rabínico. Os condenados à morte, em virtude da Torá, eram enterrados em um local à parte de um cemitério especialmente reservado para eles. Vítima dos romanos, Iehoshua, ainda que crucificado, tem direito a uma sepultura normal” [10] e aos ritos previstos pela tradição religiosa do judaísmo. A privação da sepultura era vista como uma grande maldição (Dt 28,26; 1Rs 21,23; 2Rs 9,36; Si 34,3; 66,24; Jr 7,33; 14,16; 19,7; 22,19; 25,31)
    Ajudado por muitos homens, possivelmente amigos fariseus, José de Arimatéia **** a pedra circular. Provavelmente ela avança sobre uma canaleta, até a abertura, do sepulcro. Do exterior, pela entrada, era possível ver o lugar onde o corpo havia sido deixado, deitado. Não havia mais tempo para nada. Sobre essa pedra circular que fecha a entrada, vai parar o olhar contemplativo de duas mulheres: Miriâm de Magdalá e a Miriâm de Iossef e de Yaacov. Imediatamente José de Arimatéia se retira, junto com seus irmãos fariseus. É shabat.
    Já segundo a igreja metodista encontrei esta explicação que acredito e mas de acordo com sua pergunta mas ambas fica a seu criterio de escolha.
    Marcos 15.42-47: Segundo Marcos (o evangelho mais antigo), José de Arimatéia era membro do Sinédrio. E, como o evangelista já afirmara que “todo o Sinédrio”havia entregue Jesus à condenação (Mc 15.1), José de Arimatéia não deveria ser um discípulo… Contudo, Marcos afirma também, que José era alguém que “esperava o reino de Deus”. Ou seja, era um judeu observador da Lei que buscava com sinceridade o Reino. Assim, ele teria enterrado o cadáver de Jesus justamente para cumprir a Lei de Deus: o Deuteronômio ordenava que nenhum cadáver ficasse exposto durante a noite; ele deveria ser sepultado no mesmo dia de sua morte para não contaminar a terra. O sepultamento de Jesus teria sido bastante humilde, na visão deste evangelista. Ele não menciona que o corpo de Jesus tenha sido lavado ou ungido com azeite ou perfumes, como era o costume da época (talvez por isso ele conta que no domingo de Páscoa as mulheres teriam ido à tumba levando perfumes para embalsamá-lo). Descido do madeiro, Jesus foi

  • Marcio Paulo M

    Lisandro, horários precisos para um funeral ?, o calendário judaico é luni-solar, vou te dar uma pista. Confronte Sucot com Pessach e depois com a Bíblia e perceberá algumas coisas, mas até aonde eu sei ele foi enterrado dentro do prazo e conforme a Tradição. Abração

  • wesphn22

    De fato você tem razão, agora não se esqueça que ele foi morto como um criminoso e os judeus ordenaram que nehum defunto ficasse nas cruzes durante a celebração da Páscoa, por isso enterraram Jesus às pressas.
    Mas se não fosse José de Arimatéia, provavelmente Cristo não teria sido enterrado, porque não teriam conseguido um sepulcro para ele (como acontecia com muitos “criminosos”, e ele teria sido enterrado em uma vala comum).
    Fique em paz!!!

  • Ticha a CRENTINA

    Liso, quem sabe naquele tempo havia algum tipo de horário de verão. Legal, agora me diga se for possível: onde é que o senhorzinho arrumou, verificou e certificou a exatidão de relógio (?) naquele tempo ? Cara vc tem muita certeza de tudo.
    Pt. saudações

  • nelsonpa

    Por isso que na manhã de domingo as mulheres de Jerusalém voltaram ao túmulo, para poder realizar o ritual de sepultamento e só viram um anjo que perguntou: Por que procuram por Ele entre os mortos, Ele ressuscitou!.Isto aconteceu só com Jesus, com ninguém mais, nem Maria, nem João, nem José, enfim com mais ninguém.

  • klogh

    Todas essas fantasias só foram pregadas a partir do ano 300 inclusive quando estabeleceram o calendário
    Tudo elaborado por constantino junto com um bando de picaretas religiosos que elaboraram a biblia adaptada de acordo com as suas vontades
    Nem os judeus que são da terra das fantasias acreditam nessas histórias pois a maioria são laicos (não tem religião)
    O novo prefeito de jerusalem tambem é laico