As Palavras do Senhor

O Evangelho De Judas Deveria Ser Incorporado Na Biblia?

O Evangelho de Judas é um evangelho apócrifo, atribuído a autores gnósticos nos meados do século II, composto de 26 páginas de papiro escrito em copta dialectal que revela as relações de Judas com Jesus Cristo sob uma outra perspectiva: Judas não teria traído Jesus, e sim, atendido a um pedido deste ao denunciá-lo aos romanos.
Desaparecido por quase 1700 anos, a única cópia conhecida do documento foi publicada em 6 de abril de 2006 pela revista National Geographic. O manuscrito, autentificado como datando do século III ou IV( 220 a 340 D.C.), é uma cópia de uma versão mais antiga redigida em grego. Contrariamente à versão dos quatro Evangelhos oficiais, este texto clama que Judas era o discípulo mais fiel a Jesus, e aquele que mais compreendia os seus ensinamentos. O seu conteúdo consiste basicamente em ensinamentos de Jesus para Judas, apresentando informações sobre uma estrutura hierárquica de seres angelicais e uma outra versão para a criação do universo.
Disponivel para download o documentário feito pela National Geographic na net


Comments to O Evangelho De Judas Deveria Ser Incorporado Na Biblia?

  • Já li. O problema é que é muito fragmentado. Algumas coisas só se consegue entender por dedução. As narrativas mais interessantes, perderam-se. Quando ele começa a narrar algo em profundidade, esbarra na perda de material, em alguns casos, 15 linhas.

    Pensator 21 Novembro, 2009 11:30
  • Se é apocrifo não é canonico…está fora..
    Não é acrescentado a biblia simplesmente por isso:
    “Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;
    E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.” Apocalipse 22:18 e 19

    Lila 21 Novembro, 2009 11:30
  • Não. Esse evangelho de Judas é considerado apócrifo, pois não se pode comprovar a sua veracidade, na bíblia só entraram os que foram submetidos a um teste, daí se origina a palavra Canôn que quer dizer vara de medir. Os livros eram submetidos a perguntas como:
    Quem escreveu?
    Contadiz algum livro do Antigo Testamento?
    Qual a sua base doutrinária?
    Suas histórias são verdadeiras?
    e etc.

    Paulo 21 Novembro, 2009 11:30
  • Quem disse que foi o Judas Iscariotes que escreveu aquela carta?
    Havia outro Judas, irmão de Jesus. Mt 13:55; Mr 6:3; At 1:13.
    Dobrem a língua ao falar deste.

    alexandr 21 Novembro, 2009 11:30
  • o avangelho de Judas desmente todos os outros, seria ridiculo anexalo a bìblia, se fizerem isso eu deixo de ser protestante.

    Crente 21 Novembro, 2009 11:30
  • De Judas, de Maria Madalena, de Felipe, todos os excluídos…

    kitalamy 21 Novembro, 2009 11:30
  • tem sim é tão verdadeiro como qualquer outro
    tbm deve ter sido escrito por inspiração divina.

    Wai 21 Novembro, 2009 11:30
  • Não porque se fosse uma palavra inspirada já teria sido anexada há séculos atrás.

    Rogerão 21 Novembro, 2009 11:30
  • Já existem fontes suficientes para nossa salvação!!!

    caedy 21 Novembro, 2009 11:30
  • sim,porque voce quer ne???? assim como gostaria que voce se deixasse tocar pelo espirito santo de DEUS…. a paz te siga irmao.

    Bakana 21 Novembro, 2009 11:30
  • Acho que não deveria.

    All your base are belong to us 21 Novembro, 2009 11:30