As Palavras do Senhor

Podemos Considerar A Religião Com Sendo Um Parasita ?

Que cresce, vive e se propaga a custa de suas vitimas, ou seja, dos seus fieis…
As religiões seriam o casulo onde os fracos se escondem ou um paliativo que alivia o medo da morte e minimiza a saudade dos que já se foram?
Até porque, além de ser psicologicamente difícil para os humanos atravessar a vida sem alguma justificativa e sem a esperança fornecida pela religião…
Não seria a religião que aliena…
E sim, as mentes alienadas que se congregam em algum local inventado pelos místicos.

COMENTÁRIOS FACEBOOK

Comments to Podemos Considerar A Religião Com Sendo Um Parasita ?

  • Eu sou ateu, mas existem muitos cientistas que acreditam em Deus ou são adeptos de alguma religião, e esses cientistas acrescentam mais a evolução da humanidade do que meros ateus que já se esqueceram até mesmo como se resolve uma expressão matematica. O que adianta por exemplo alguem ser ateu mas ser insensivel ser ateu mas chegar em casa e espancar toda a familia… É melhor ser um religioso sensivel, que procura não magoar as pessoas, do que alguem que sabe que orações não mudam nada mas que em outras areas da vida se comporta como um bebe chorão…
    A não ser que você pense que a religião é a razão de todos os males da humanidade. Sera que existe uma raiz para todo o mal avassalador… até hoje me pergunto isso e ainda não encontrei uma resposta, mas acho que o ser humano é composto de varios ingredientes, cada qual com o seu peso. Digamos que ser ateu valha 10 pontos, enquanto ser homossexual não vale nenhum ponto pois é a mesma coisa que ser heterossexual, e ser religioso valha obviamente 10 pontos negativos…
    Prosseguindo com o raciocinio, digamos que um sujeito que gosta de usar as pessoas para beneficio proprio e depois as dispensa como se elas não valessem nada perde 20 pontos em seu valor como ser humano… E não me diga que não existem ateus aproveitadores. Pode ser que existam menos ateus aproveitadores do que religiosos aproveitadores, mas existem muitos ateus nocivos, isso é obvio.
    São muitos itens a serem levados em consideração,e como não existe uma maquina para medir este tipo de coisa, fica um misterio insondavel para conseguirmos definir…mas acho que é mais ou menos por ai…

    carreteiro de charque!! 19 Julho, 2009 8:37
  • Não mesmo.
    Se a seleção natural existisse eu passaria fácil, fácil por ela e sou religiosa. Eu sou forte e a submissão a natureza é a minha maior força, a religião não a tira de mim. Todos têm esperança em dias melhores, não só os religiosos; ateus também.
    Vais dizer que não tens o anseio secreto de ganhar em jogos, achar 1 mala cheia de euros, ter 1 lancha, 1 mansão, saúde imbativelmente forte?
    A esperança é inerente no ser humano.
    Não, sei muito bem livrar-me das armadilhas que todas as religiões preparam p/ seus fieis, inclusive a minha.
    O fato de eu ser muçulmana não significa que eu seja tola.
    ??

    U_PS? 19 Julho, 2009 8:37
  • Depende da religião.
    A cientologia por exemplo é um parasita e dos fortes! Ninguem consegue acabar com aquilo (pra quem não conhece é melhor pesquisar no Google). Na verdade qualquer religião fundamentalista (radical) é ruim.
    Mas por exemplo, certas religiões incentivam o pensamento, a reflexão e o questionamento da maneira como o mundo se organiza (como: espíritsmo, deísmo, budismo ….), essas religiões não são parasitas.

    _Eduardo 19 Julho, 2009 8:37
  • Li num lugar uma história mais ou menos assim:
    Um cliente foi no barbeiro para fazer sua barba (tem uma coisa estranha na oração?!). Enquanto o barbeiro dava duro na sua barba ele tagarelava sobre situação do país, onde a miséria era grande:
    “Deus não existe! Se existisse ele daria um jeito em tudo!”
    O cliente ouviu tudo com atenção, e quando ia embora viu um mendigo com longas suíças que o tempo fez crescer. O cliente voltou ao barbeiro e disse:
    “Barbeiros não existem!”
    “Como assim, não existem? Eu sou um barbeiro!”
    “Barbeiros não existem! Se existissem, aquele homem lá fora não teria uma barba tão grande!”
    “Se ele me pagasse, teria sua barba bem feita…”
    Fim.

    BN_B0sta N'água 19 Julho, 2009 8:37
  • Na minha concepção, as pessoas que não acreditam em Deus tem que se vigiar, porque Deus, jamais vai se incomodar, é por isso que ele é misericordioso, pois, ele sabe que aqueles que o nega, mais cedo ou mais tarde vai pedir socorro a ele. Deus é fiel. E religião não salva ninguém,o que te salva é a obediência e seu testemunho de vida, vale é a realidade que vc. passa para os outros.É uma pena saber que Deus no momento não pode contar com vc.Mas, com certeza, ele não acha graça em vc. mas, eu creio que a partir de hoje vc. vai pensar com carinho neste Deus que quer fazer de ti um homem de honra. vc. crê então toma posse.Fique na paz.

    aninha 19 Julho, 2009 8:37
  • Eu acho que religião deve ser profundamente respeitada quando faz bem às pessoas. Muitas vezes a fé ajuda a amenizar angustias tão profundas, que nada mais amenizaria. Parasita (e canalha, calhorda, cafajeste etc) é quem se aproveita da fé e de momentos de desespero das pessoas para tirar dinheiro delas.

    Nira 19 Julho, 2009 8:37
  • Não acredito. A fé numa coisa falsa me faria mais fraco é verdade, mas a fé em Jesus. Uma fé sólida, bem fundamentada (ao contrário do que pensam alguns) e estruturada me faz mais forte como ser humano e me motiva a ser cada vez melhor. Ser uma pessoa melhor a cada dia que passa.

    Renato 19 Julho, 2009 8:37
  • parasita e aquele ser humano que come bebe vive neste mundo sem agradecer uma vez sequer a Deus que lhe permitiu tudo isso.Parasita e aquele que esta usufruindo de algo que nao criou e nao reconhece a sustentabilidade das coisas pela mao de Deus.

    Antonio Conselheiro 19 Julho, 2009 8:37
  • Não.
    A religião mais dá, do que tira das pessoas.
    Veja que as pessoas preferem pagar para terem uma fé, ou uma religião, do que um bom plano de saúde que lhe dirá certamente:
    – Agora esta nas mãos de Deus!

    Persio 58 19 Julho, 2009 8:37
  • faz sentido.. parasitas q vivem de dizimos de otarios uhahauha e q mtas vezes matam cruelmente suas vitimas Ex: 700 anos de sta inquisição, guerra sta, colaborar ao condenar o nao uso de preservativos e celulas troncos
    🙂

    Betha 19 Julho, 2009 8:37
  • Certamente…
    A religião sempre serviu como um método de dominação e estratificação social.
    A religião serviu para justificar a escravidão… colaborou com a grande maioria das guerras… legitimou praticamente TODOS os absolutismos da história…

    Fernando C 19 Julho, 2009 8:37
  • Sua idéias são alienantes, basta saber se você esta projetando o que você é encima de uma idéia.
    Psicologia reversa….

    Fernanda 19 Julho, 2009 8:37
  • Depende como se encara uma filosofia de vida

    vrasv 19 Julho, 2009 8:37
  • Parasita? Não ficaria melhor colocado o termo “A grande Besta”?

    sctorqua 19 Julho, 2009 8:37
  • De certa forma sim , você está correto na sua colocação (abraços

    a verdade faz doer 19 Julho, 2009 8:37
  • Misticismo é uma coisa coisa bem diferente de ter fé em Deus.

    WP Robot Wordpress Plugin 19 Julho, 2009 8:37
  • Não. Está mais para uma simbiose.

    Marcos S 19 Julho, 2009 8:37

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Loading...