As Palavras do Senhor

Por Que Jesus Foi Expulso De Nazaré, Como Conta O Livro De Lucas?

Em Lucas 4, a partir do versículo 16 até o 30, é contada uma história em que Jesus foi para Nazaré, em uma sinagoga, e lá começou a pregar. No começo até que o pessoal estava gostando, mas depois de algumas palavras duras, Jesus foi arrastado para um alto de um monte para ser morto.
Por que não gostaram das palavras de Jesus? O que, naquele discurso, os desagradou?
Aos que quiserem ajudar, obrigado.

COMENTÁRIOS FACEBOOK

Comments to Por Que Jesus Foi Expulso De Nazaré, Como Conta O Livro De Lucas?

  • Ele leu uma passagem do livro de Isaías, onde dizia fatos que aconteceriam com a chagada do Messias.
    Após ler, Ele disse que aquela profecia estava cumprida, e deixou claro que Ele era o Messias.
    Isso causou indignação entre os membros da sinagoga, que queriam apedreja-Lo.
    Nesse mesmo endereço da bíblia que forneceu, da o entendimento sobre o ocorrido.
    Espero ter te ajudado.

    Persio 58 20 Junho, 2009 11:35
  • Oi Hein?
    Jesus foi preso depois da ultima ceia e não depois da pregação.
    Muitas vezes a verdade doi e no caso de Jesus ,o que Ele tinha que falar falava e isso incomadou muito gente inclusive os romanos,que por medo de Jesus tomar o lugar do imperador,prenderam-no,cruxificaram-no.
    Ele morreu por nós,para nossa salvação.
    Ele fez a parte dele , cabe a nós fazermos a nossa.

    catharin 20 Junho, 2009 11:35
  • Graça e Paz meu irmão.
    As acusações contra o Senhor Jesus Cristo eram varias: pertubação da
    ordem publica, incitação ao não pagamento de impostos, mas a mais grave
    era que o próprio Jesus Cristo considerava-se o Filho de Deus.
    Quem foi o responsável pela morte de Jesus Cristo ?
    De um lado meu irmão, a responsabilidade e das autoridades romanas, de
    outro lado a responsabilidade judaica não e menos ruidosa, visto que a
    tendência dos evangelhos foi mesmo a de acentuar seus contornos.
    A tendência dos evangelhos e de sempre generalizar a responsabilidade
    dos judeus e aliviar a participação de Pilatos: ( Marcos 15.1 ), fala
    dos sumos sacerdotes, anciões, escribas e do Sinédrio inteiro; ( João
    19.31 ) responsabiliza globalmente os judeus.
    O governador romano aparece como alguém que não desejava condenar Jesus
    injustamente e que buscou expedientes para salva-lo, primeiro lançou
    mão do costume, não comprovado mas geralmente aceito, de soltar um
    prisioneiro para a festa da páscoa ( Marcos 15.6-15 ), episódio de
    Barrabás; e depois tentou substituir a crucificação pela Flagelação (
    Lucas 23.13-16 ), contudo querendo salvar Jesus da pena capital,
    Pilatos apenas cumpriu seu dever de governador.
    Obs: O Senhor Jesus Cristo sempre existiu e continua a existir, o que
    morreu foi o corpo carnal de Jesus Cristo, visto que ele se fez carne
    para poder se identificar com toda a humanidade e trazer pessoalmete a
    mensagem da salvação por toda a eternidade; ( João 1.14 ).
    Mas na verdade quem matou mesmo o Senhor Jesus Cristo foram os nossos próprios pecados.
    Paz do Senhor.

    Teólogo Protestante 20 Junho, 2009 11:35

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Loading...