As Palavras do Senhor

Por Que Os Espíritas Insistem Que Jesus Não é O Nosso Deus?

Meus amigos Alexhaif e Rami, já responderam de maneira irrefutável a sua pergunta. Apesar disso vou, dar outro enfoque, tentando complementar o assunto.
Na antiguidade, predominava a idéia, sustentada pela ciência e pela Igreja, que a Terra era o centro do Universo e não se fazia idéia da extensão do Universo e da quantidade de corpos celestes. Veja que a Gênese é focada na criação da Terra, o resto é acessório. Por isso, era perfeitamente admissível que um Deus antropomórfico pudesse aqui encarnar. A doutrina espírita ensina que Deus criou todo o Universo conhecido ou não. Ora, se criou, Ele é responsável por este e por quantos uinversos existam.
Agora, raciocine comigo. Seria lógico que Deus se descuidasse do Universo para se dedicar ao nosso mundinho por 33 anos?
Sendo Deus infinito, sua energia tem de ser infinita. Pergunto: seria crível que o Infinito pudesse ser reduzido a um ser limitado como o homem? Pense nos transformadores necessários para que a energia gerada por Itaipu possa alimentar o seu computador. Agora, faça uma analogia com a redução energética que precisaria ser feita para que Deus pudesse encarnar em um ser humano.
Ensina Ramatís que a verdadeira paixão de Cristo não é o padecimento no Calvário, pois há gente que sofre muito mais, arrastando-se a vida inteira, com sua cruz de dores físicas e morais. A verdadeira paixão de Cristo, segundo o grande mestre Ramatís, foi a sua redução energética para poder acoplar seu espírito de luz pura ao corpo físico. Mas isso só foi possível porque Ele não é Deus. Fato que Ele deixou bem claro. Só um bloqueio mental pode impedir que se entenda isso.
Paz e luz!

COMENTÁRIOS FACEBOOK

Comments to Por Que Os Espíritas Insistem Que Jesus Não é O Nosso Deus?

  • O espiritismo nega a criação da alma humana; recusa a união substancial entre corpo e alma; afirma que não há anjos e demônios; repudia os privilégios de Maria Santíssima; não admite o pecado original; contesta a graça divina; abandona toda a doutrina do sobrenatural; rejeita a unicidade da vida humana terrestre; ignora o juízo particular depois da morte; não concede a existência do purgatório; ridiculariza o inferno; reprova a ressurreição da carne; e desdenha o juízo final. Em uma palavra: renuncia a todo o credo cristão. Em que consiste, pois, seu anunciado “cristianismo”? Tudo é simplesmente reduzido à aceitação de alguns princípios morais do Evangelho.
    Sendo o Brasil um país tradicionalmente católico ou cristão, os espíritas, de acordo com o citado princípio de AK, se apresentam como “cristãos” e difundem principalmente O evangelho segundo o espiritismo. Começam por dizer que o espiritismo é apenas ciência e filosofia, não cogitando de questões dogmáticas; que eles não combatem crença alguma; que o católico, para ser espírita, não precisa deixar de ser católico; que todas as religiões são boas, contanto que se faça o bem e se pratique a caridade, etc. e por isso vão dando nomes de santos nossos aos centros espíritas.

    Laísa S 24 Outubro, 2009 5:48
  • O apóstolo Pedro, inspirado, definiu a natureza de Jesus, revelando que ela era “o Cristo, o Filho de Deus vivo” (Mt 13, 16-17). Portanto, humano. Não obstante as informações constantes dos Sinóticos e do evangelho de João, ainda existem os que insistem em afirmar que Jesus é Deus. O próprio Mestre foi categórico e claro quanto à sua natureza. Abordado pelo moço rico que o chamou de “Bom”, retrucou: “Por que me chamas de bom? Ninguém é bom senão só Deus” (Mc 10,17-18), dirimindo, assim, qualquer dúvida quanto a Jesus e Deus serem identidades distintas. Nós, os espíritas, sabendo que Jesus não é Deus, mesmo assim temos dificuldade em compreendê-lo na sua plenitude e de assimilar os seus ensinamentos. Isto por ser Jesus um Espírito sublimado, cujo significado cósmico está acima da nossa mortal capacidade para apreender as coisas transcendentais. E por sermos incapazes de limitá-lo com um mero nome ou expressão definidora, é que o Senhor da Vinha vem recebendo através dos séculos incontáveis cognomes, refletindo tal procedimento a nossa ansiedade de melhor conhecer aquele que foi “o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem, para lhe servir de guia e modelo”.

    spanish mortgages 24 Outubro, 2009 5:48
  • Você está totalmente enganado em dizer pq os espiritas insistem em dizer que Jesus não é Deus.
    Há muitos seguimentos cristão que também pensam assim. Basta você pesquisar.
    Mas as próprias palavras de Jesus na Bíblia nos diz que ele não é o próprio Deus como muitos querem.
    Quem é Jesus para os espíritas?
    De início, é válido já dizer que o Espiritismo é cristão! Um trecho do Livro dos Espíritos explica de forma clara e objetiva quem é Jesus para os espíritas.
    “625. Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem, para lhe servir de guia e modelo?
    ‘Jesus.’
    Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeição moral a que a Humanidade pode aspirar na Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo e a doutrina que ensinou é a expressão mais pura da lei do Senhor, porque, sendo ele o mais puro de quantos têm aparecido na Terra, o Espírito Divino o animava.”
    Jesus Cristo é o messias divino e sua palavra é a verdade. O Espiritismo apenas admite o seu caráter humano, e isso em nada pode ser tomado como absurdo. Rejeitando o dogma da divindade de Jesus, o Espiritismo nega somente o que resultou da elaboração de mentes humanas (ratificada apenas no Concílio de Nicéia, em 325 d.C.) na composição de uma teologia que expressa, nesse particular como em muitos outros, uma posição contrária ao pensamento do próprio Cristo, uma vez que ele mesmo se coloca em posição de inferioridade em relação a Deus, subordinado a Ele, e se declarando como Seu enviado, como demonstrado pelos versículos abaixo:
    João 14:28 – Se me amásseis, alegrar-vos-íeis de que eu vá para o Pai; porque o Pai é maior do que eu.
    João 5:30 – Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma ; como ouço, assim julgo; e o meu juízo é justo, porque não procuro a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.
    João, 7:28 – Jesus, pois, levantou a voz no templo e ensinava, dizendo: Sim, vós me conheceis, e sabeis donde sou; contudo eu não vim de mim mesmo, mas aquele que me enviou é verdadeiro, o qual vós não conheceis .
    João 12:49-50 – Porque eu não falei por mim mesmo; mas o Pai, que me enviou, esse me deu mandamento quanto ao que dizer e como falar. E sei que o seu mandamento é vida eterna. Aquilo, pois, que eu falo, falo-o exatamente como o Pai me ordenou.
    Lucas 13:33 – Importa, contudo, caminhar hoje, amanhã, e no dia seguinte; porque não convém que morra um profeta fora de Jerusalém.
    João 14:24 – Quem não me ama, não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que estais ouvindo não é minha, mas do Pai que me enviou.
    João, 8:28-29 – Prosseguiu, pois, Jesus: Quando tiverdes levantado o Filho do homem, então conhecereis que eu sou, e que nada faço de mim mesmo; mas como o Pai me ensinou, assim falo. E aquele que me enviou está comigo; não me tem deixado só; porque faço sempre o que é do seu agrado .
    Lucas 22:41-42 – E apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e pondo-se de joelhos, orava, dizendo: Pai, se queres afasta de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua.
    João 20:17 – Disse-lhe Jesus: deixa de me tocar, porque ainda não subi ao Pai; mas vai a meus irmãos e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus .
    Lucas 18:18-19 – E perguntou-lhe um dos principais: bom mestre, que hei de fazer para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom, senão um, que é Deus.
    João 13:16 – Em verdade, em verdade vos digo: Não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou.
    João 13:20 – Em verdade, em verdade vos digo: Quem receber aquele que eu enviar, a mim me recebe; e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou .
    Vide ainda: Marcos, 9:37; Mateus, 10:40; João, 4:34; João, 17:3; Mateus, 24:36; Lucas, 9:48; João, 7:33;
    Marcos, 10:17-18; João, 5:36-38; João, 8:42; João, 16:5; João, 15:21; João, 12:44-45; João, 9:4; João, 8:16;
    João, 8:18; João, 7:16; João, 5:24; Lucas, 10:16; Marcos, 13:32; Mateus, 27:46; João, 17:17-18; João, 11:41-42; João, 14:31; Marcos, 14:35-36; Marcos, 15:34.
    Quantos versículos! Todas palavras do próprio Cristo expressas nessas trinta e oito passagens selecionadas ! Palavras repetidas várias e várias vezes nos Evangelhos por Jesus! Como negá-las? Daremos a Jesus um atributo que ele próprio negou de forma tão clara e veemente, sem uso de alegorias, por diversas vezes? Quem, mais do que ele, poderia saber sobre sua própria natureza? Os teólogos?
    Em sendo tão repetitivo se declarando, de forma totalmente espontânea, inferior a Deus e como sendo o Seu enviado, nos chega o pensamento que ele sabia o que seria feito pelo homem mais a frente e, por isso, tratou de ser enfático neste ponto!
    Talvez a idéia da divindade de Jesus se apóie nos versículos abaixo (também palavras do próprio Cristo):
    João 14:10-11 – Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, é quem faz as suas obras. Crede-me que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim; crede ao menos por causa das mesmas obras.
    João, 10:30 – Eu e o Pai somos um .
    Mas, se por isso deduzimos a divindade de Jesus, por que tal interpretação não se aplica também a outro versículo do Evangelho Segundo João:
    João 17:20-22 – E rogo não somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim; para que todos sejam um; assim como tu, ó Pai, és em mim, e eu em ti, que também eles sejam um em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste. E eu lhes dei a glória que a mim deste, para que sejam um, como nós somos um.
    Se Jesus é Deus porque eles são um, nós todos seríamos Deuses, já que poderíamos ser um também em Cristo e Deus, além de que Jesus também disse que poderíamos executar obras até maiores que as dele (João, 14:12). Nos três versículos escritos acima, Jesus diz exatamente a mesma coisa. Por que interpretar os dois primeiros de um modo e o último como se convém?
    Nesse assunto, como em todos os outros, é válido colocar que o mais correto é nos atermos às palavras do próprio Cristo! Ainda que 1000 pessoas, por mais nobres que sejam, digam algo, e Jesus (apenas ele) diga o oposto: fiquemos com o Cristo.
    Para finalizar, um trecho de O Evangelho Segundo o Espiritismo, para elucidar o que Jesus representa para os espíritas: “mas, o papel de Jesus não foi o de um simples legislador moralista, tendo por exclusiva autoridade a sua palavra. Cabia-lhe dar cumprimento às profecias que lhe anunciaram o advento; a autoridade lhe vinha da natureza excepcional do seu Espírito e da sua missão divina. Ele viera ensinar aos homens que a verdadeira vida não é a que transcorre na Terra e sim a que é vivida no reino dos céus; viera ensinar-lhes o caminho que a esse reino conduz, os meios de eles se reconciliarem com Deus e de pressentirem esses meios na marcha das coisas por vir, para a realização dos destinos humanos”.

    rami 24 Outubro, 2009 5:48
  • aline l que pena que pense assim dizer que espiritas sao usadas pelo diabo e vc é usada por quem???vai dizer que vc naum tem pecado e se diz a dona da verdade? vai estudar pesquisar e principalmente CRESCER espiritualmente pois postar uma coisa dessas é uma ofensa ..naum me julgo conhecedora mais respeito as religioes que procuram levar paz para os aflitos sem querer nada em troca…Jesus é uma divindade é o filho querido de nosso pai Deus o mundo precisa mais de união essa é a verdade….

    alexhaif 24 Outubro, 2009 5:48
  • eu sou espírita e estudo a doutrina espírita ela é fantástica!!!!é bem simples Jesus é o nosso irmão mais evoluído que veio a terra não para mudar as leis dos homens mas sim para deixar os seus ensinamentos,sua benevolência para com os irmãos!!!!as leis de Deus através dele!!!é isto aí no espiritismo.Deus é supremo bom e justo!só a ele como Deus se não ele não seria Deus e sim dois deuses!!!é isto…obrigado

    LM 24 Outubro, 2009 5:48
  • Exatamente como lí em algumas respostas… até aonde eu sei (aprendi em aulas de catecismo e na escola de freiras que frequentei durante a infância…), nem para os católicos Jesus é Deus, mas sim o Filho de Deus.
    Os evangélicos acreditam na Bíblia, certo?! E aonde exatamente na Bíblia está escrito que Jesus é Deus?

    Vitor Campos 24 Outubro, 2009 5:48
  • Se Jesus fosse DEUS, haveria mais de um e aí DEUS não seria ÚNICO.
    Jesus é sim, o espírito mais evoluido que já pisou nosso solo.
    O seu DEUS é o meu. ÚNICO, SOBERANAMENTE JUSTO E MISERICORDIOSO.

    Sol 24 Outubro, 2009 5:48
  • Porque o único poder vem de Deus.
    Jesus é nosso irmão mais iluminado e o único caminho para se chegar a Deus.

    hot.meng 24 Outubro, 2009 5:48
  • Eles acreditam em outra doutrina, utilizam apenas alguns exemplos da vida de Jesus, mas não tem ele como um Deus…Assim com quem acredita em Buda…Cada um com suas crenças…é dificil mudar a cabeça dessas pessoas.

    Rafaella 24 Outubro, 2009 5:48
  • Frases de Cristo :
    1 – Eu não sou bom , bom é só Deus
    2 – Pai , por que me abandonaste .
    Isso já está bom ou quer mais ???

    Accurate professional psychic reading - Get answers today! 24 Outubro, 2009 5:48
  • “Conhecerei a verdade e a verdade vos libertará”
    É uma questão de tempo.

    Dr.linco 24 Outubro, 2009 5:48
  • Cristo é uma das três pessoas da DivindadeÉ isto.

    Lucas50 24 Outubro, 2009 5:48
  • Porque ele é filho de Deus e não Deus e na própria bíblia fala isso.
    Mesmo porque qual o sentido de se sacrificar para si próprio?

    pescador 24 Outubro, 2009 5:48
  • Porque os espiritas, médiuns são pessoas usadas pelos diabo. Tudo que eles explicam nao tem base na Biblia nem solidez suficiente que resista a um confronto com o bom senso. Muitas pessoas que vão a esses centros esperitas saem de la pasmas, quando eles revelam coisas que so a gente sabe..porem o diabo usa os espiritas para nos agradar assim as pessoas passam a frequentar mais e mais os centros e esquecem de DEUS e JESUS, só falam de espiritos. E exatamente isso que o diabo quer….por isso…que o mundo ta do jeito que ta…. as pessoas esquecem de JESUS nosso pai..nosso criador.

    CuppyCak 24 Outubro, 2009 5:48

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Loading...