As Palavras do Senhor

Porque O Aramaico (língua Que Jesus Supostamente Falava) Esta Quase Em Extinção?

Aramaico é a designação que recebem os diferentes dialetos de um idioma com alfabeto próprio e com uma história de mais de três mil anos, utilizado por povos que habitavam o Oriente Médio. Foi a língua administrativa e religiosa de diversos impérios da Antiguidade, além de ser o idioma original de muitas partes dos livros bíblicos de Daniel e Esdras, assim como do Talmude.
Pertencendo à família de línguas afro-asiáticas, é classificada no subgrupo das línguas semíticas, à qual também pertencem o árabe e o hebraico.
O aramaico foi, possivelmente, a língua falada por Jesus e ainda hoje é a língua materna de algumas pequenas comunidades no Oriente Médio, especialmente no interior da Síria; e sua longevidade se deve ao fato de ser escrito e falado pelos aldeões cristãos que durante milênios habitavam as cidades ao norte de Damasco, capital da Síria, entre elas reconhecidamente os vilarejos de Maalula e Yabrud, esse último “onde Jesus Cristo hospedou-se por 3 dias” além dessas outras aldeias da Mesopotâmia reconhecidamente católicas por onde Cristo passou, como Tur’Abdin ao sul da Turquia, fizeram com que o aramaico chegasse intacto até os dias de hoje.
No início do século passado, devido a perseguições políticas e religiosas, milhares desses cristãos fugiram para o ocidente onde ainda hoje restam poucas centenas, vivendo nos Estados Unidos da América, na Europa e na América do Sul e que curiosamente falam e escrevem fluentemente o idioma falado por Jesus Cristo.

COMENTÁRIOS FACEBOOK

Comments to Porque O Aramaico (língua Que Jesus Supostamente Falava) Esta Quase Em Extinção?

  • Numa parte da Turquia e de outro Estado do qual eu nao me lembro ainda é muito bem falado, só que por poucas pessoas, o que chamou a atenção da ONU, que lhe destinou dedicacao, protecao especial, para preservação desta que é um das mais antigos idioma da Terra.

    kazan 2 Janeiro, 2010 11:28
  • Na Igreja Católica, o Aramaico é a lingua oficial utilizada pelo rito maronita, que é um rito originário do libano, e que tem São Maron como precursor.

    Soraya Moraes - Grammy 2008 2 Janeiro, 2010 11:28

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Loading...