As Palavras do Senhor

Porque Orar Pelos Mortos? Porque Missa De 7º Dia? O Que A Biblia Diz A Respeito Desta Prática?

Graça e Paz.
Que bem haveria em ainda orar, rezar ou acender velas para os mortos ?
A recompensa de Deus vem pelos nossos atos e caminhar neste mundo ou
seja no nosso caminhar na presença de Deus e do mundo não após a nossa
partida deste mundo.
A recompensa celestial ficara baseada no que tiver sido feito nesta
vida, conforme o testemunho repetido na Bíblia ( 1 Coríntios 3.12-15; 2
Coríntios 5.10 ).
Orar pelos que morreram em Cristo não e preciso e pelos que morreram
sem Cristo em suas vidas e portanto simplesmente orar por algo que Deus
nos disse que ja esta decidido.
Orar pelos mortos e querer ensinar que devemos ter esperança de que o
seu destino possa depois da morte ser mudado, algo que nenhum texto
Bíblico leva-nos a considerar valido para tais fins.
Devemos sim e gastar as nossas orações que na verdade poderiam ser
feitas para situações desta vida e que poderiam resultar em grande
resultado para a expansão da obra redentora do Senhor Jesus Cristo em
vida e não após a morte.
Devemos procurar orara segundo as vontade de Deus em nossas vidas.
Paz do Senhor.

COMENTÁRIOS FACEBOOK

Comments to Porque Orar Pelos Mortos? Porque Missa De 7º Dia? O Que A Biblia Diz A Respeito Desta Prática?

  • Orar pelos mortos?Invençao dos doutores catolicos,que nao conhecem a Biblia.
    2 Samuel 12.15-23:Então Natã foi para sua casa; e o SENHOR feriu a criança que a mulher de Urias dera a Davi, e adoeceu gravemente.
    16 E buscou Davi a Deus pela criança; e jejuou Davi, e entrou, e passou a noite prostrado sobre a terra.
    17 Então os anciãos da sua casa se levantaram e foram a ele, para o levantar da terra; porém ele não quis, e não comeu pão com eles.
    18 E sucedeu que ao sétimo dia morreu a criança; e temiam os servos de Davi dizer-lhe que a criança estava morta, porque diziam: Eis que, sendo a criança ainda viva, lhe falávamos, porém não dava ouvidos à nossa voz; como, pois, lhe diremos que a criança está morta? Porque mais lhe afligiria.
    19 Viu, porém, Davi que seus servos falavam baixo, e entendeu Davi que a criança estava morta, pelo que disse Davi a seus servos: Está morta a criança? E eles disseram: Está morta.
    20 Então Davi se levantou da terra, e se lavou, e se ungiu, e mudou de roupas, e entrou na casa do SENHOR, e adorou. Então foi à sua casa, e pediu pão; e lhe puseram pão, e comeu.
    21 E disseram-lhe seus servos: Que é isto que fizeste? Pela criança viva jejuaste e choraste; porém depois que morreu a criança te levantaste e comeste pão.
    22 E disse ele: Vivendo ainda a criança, jejuei e chorei, porque dizia: Quem sabe se DEUS se compadecerá de mim, e viverá a criança?
    23 Porém, agora que está morta, porque jejuaria eu? Poderei eu fazê-la voltar? Eu irei a ela, porém ela não voltará para mim.
    Davi teve um caso com Bate-Seba.Foi repreendido pelo profeta.Como julgamento,o filho dessa relaçao adoeceu.Enquanto doente,Davi orou,jejuou,fez sua parte.Mas como o pecado traz consequencias terriveis,a criança morreu.Depois de morta,Davi voltou a sua vida normal e nao orou pela criança porque ja estava morta.Espero que tenha entendido.

    Ágape 7 Agosto, 2009 5:49
  • OS JUDEUS E OS CRISTÃOS QUE ESCREVERAM A BÍBLIA REZAVAM PELOS MORTOS. ENTRE ELES, OS APÓSTOLOS QUE ESCREVERAM TAMBÉM A DIDAQUE.
    LUTERO TINHA CERTEZA DA EXISTÊNCIA DO PURGATÓRIO e defendeu sua existência nas teses de Nº 16 à 19:
    16 Inferno, purgatório e céu parecem diferir da mesma forma que o desespero, o semidesespero e a segurança.
    17 Parece desnecessário, para as almas no purgatório, que o horror diminua na medida em que cresce o amor.
    18 Parece não ter sido provado, nem por meio de argumentos racionais nem da Escritura, que elas se encontram fora do estado de mérito ou de crescimento no amor.
    19 Também parece não ter sido provado que as almas no purgatório estejam certas de sua bem-aventurança, ao menos não todas, mesmo que nós, de nossa parte, tenhamos plena certeza.
    *Conforme a Santa Doutrina Católica, baseada nas escrituras e tradição dos primeiros Cristãos, é somente para as PENAS, pois a CULPA foi perdoada e apagada pelo sacrifício de Cristo na cruz por nós.
    *Se não existissem as penas não sofreríamos as conseqüências do PECADO ORIGINAL E PESSOAL em nossas vidas.
    FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA:
    A oração pode ajudar: 2Mc 12,45.
    A purificação é necessária para adentrar ao céu: Hb 12,14; Ap 21,27.
    Agonia temporária: 1Cor 3,15; Mt 5,25-26.
    Cristo pregou para seres espirituais: 1Pd 3,19.
    É um estado intermediário de purificação: Mt 5,26; Lc 12,58-59.
    É uma realidade entre o céu e a terra: Mt 18,23-25; Lc 23,42; 2Cor 5,10; Fl 2,10; Ap 5,2-3.23.
    Graus de expiação dos pecados: Lc 12,47-48.
    Não será perdoado nem aqui nem no mundo vindouro: Mt 12,32.
    Nada de impuro pode entrar no céu: Ap 21,27.
    Sacrifício para os mortos: 2Mc 12,43-46.
    Salvação, mas como pelo fogo: 1Cor 3,15.
    Sofrimento extra: 2Sm 12,14; Cl 1,24.
    FONTE: BÍBLIA SAGRADA
    Além da fundamentação bíblica do purgatório que O CATÓLICO ROMANO citou muito bem, veja o que diziam os cristãos da Igreja primitiva, desde o início da Igreja Católica com os apóstolos:http://blog.cancaonova.com/dominusvobisc…http://blog.cancaonova.com/dominusvobisc…
    O que a Igreja primitiva falava a respeito do purgatório
    Arquivado em: 001.011 O purgatório, 002. Em defesa da Fé, 004. O que dizem os Santos, os Papas e os Doutores — caducn at 9:55 pm on terça-feira, agosto 7, 2007
    E hoje quero trazer até você amigo do Dominus Vobiscum, o testemunho da Igreja Primitiva, dos Santos Padres da Igreja, daqueles que estiveram no início, na Fundação da Igreja do Senhor. E sempre tenho procurado colocar aqui estes testemunhos, para mostrar a você que está buscando uma maturidade na fé, que o posicionamento da Igreja Católica Apostólica Romana, não é uma invenção do nada, mas vem desde as origens. Então vejamos alguns testemunhos interessantes…
    O didaquè (ou doutrina dos 12 Apóstolos de Cristo) nos diz assim:
    “Ao fazerdes as vossas comemorações, reuni-vos, lede as Sagradas Escrituras… tanto em vossas assembléias quanto nos cemitérios. O pão duro que o pão tiver purificado e que a invocação tiver santificado, oferecei-o orando pelos mortos”.
    Perceba que este ensinamento está na catequese que os próprios Apóstolos (Pedro, João, Thiago, Felipe, etc…) ensinavam aos cristãos. Será que é justo que alguém surja do nada e diga que os apóstolos estão errados?
    Vamos seguir em frente. Tertuliano, Bispo de Cartago, falecido no ano de 220:“A esposa roga pela alma de seu esposo (felecido) e pede para ele refrigério, e que volte a reunir-se com ele na ressurreição; oferece sufrágio todos os dias aniversários de sua morte”. “… é um pensamento santo e salutar rezar pelos defuntos para que sejam perdoados de seus pecados” (2 Mac 12,46).

    leandro magneto 7 Agosto, 2009 5:49
  • Carissímo Irmão: Paz!
    No 2º livro dos Macabeus (Aquele que os protestantes arrancaram da Bíblia), capítulo 12, versículos 43 a 46: (Judas Macabeu) Tendo feito uma coleta mandou duas mil dracmas de prata a Jerusalém para se oferecer um sacrifício pelo pecado. Obra bela e santa, inspirada pela crença na ressurreição, porque se ele não esperasse que os mortos haviam de ressuscitar, seria coisa supérflua e vã orar pelos defuntos. Ele considerava que aos falecidos na piedade está reservada uma grandíssima recompensa. SANTO E SALUTAR ESSE PENSAMENTO DE ORAR PELOS MORTOS, para que sejam livres dos seus pecados.
    ….Se os mortos não interessam pelos vivos, como se explica que aquele rico nos tormentos do inferno suplicasse a Abraão que enviasse Lázaro a seus cinco irmãos ainda vivos, para convencê-los a mudar de vida e evitar de virem, por sua vez, àquele local de tormento? (Lucas 16,27).
    …Quanto a Missa de 7º dia:
    A liturgia dos defuntos, que remonta do séc. V, tem como principal objetivo a expiação das penas dos fiéis defuntos que porventura estejam no purgatório.
    Oficialmente, se reconhece o costume de rezar missas para os falecidos com essa finalidade na missa de corpo presente, no terceiro dia, sétimo dia e trigésimo dia, porém no Brasil é comum apenas se rezar a missa de sétimo dia e trigésimo (raramente). (Fonte: Missal Lefebvre, edicao 1963).
    Salve Maria!

    bplhc 7 Agosto, 2009 5:49
  • PORQUE ORAR PELOS MORTOS?
    A Bíblia nos mostra que ao morrermos não temos mais contato com esse mundo e nem memória para as coisas daqui.
    (Eclesiastes 9:5-6) – Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, mas a sua memória fica entregue ao esquecimento.
    Também o seu amor, o seu ódio, e a sua inveja já acabaram, e já não têm parte alguma para sempre, em coisa alguma do que se faz debaixo do sol.
    Também a mesma Bíblia nos mostra que somente a fé no evangelho é que nos salva.
    (Romanos 1:16) – Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê.
    Por esta razão Jesus deu ordem para se pregar o evangelho.
    (Marcos 16:15-16) – E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
    Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.
    Crer no evangelho não é a mesma coisa que saber que Cristo nasceu da virgem Maria e morreu para nos salvar, crer é obedecer.
    (João 14:13-14) – E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.
    Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.
    (1Timóteo 2:5) – Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.
    Se pedirmos ao Pai em outro nome, não cremos em Jesus e que Ele é quem intercede por nós.
    Todas as religiões que falam em Deus levam a Deus, parece certo, mas veja o que a Bíblia diz: (Mateus 11:27) – Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
    (João 14:6) – Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
    Nós partimos desse mundo salvos pela fé em Cristo ou condenados por não crermos em Cristo.
    (1João 5:13) – Estas coisas vos escrevi a vós, os que credes no nome do Filho de Deus, para que saibais que tendes a vida eterna, e para que creiais no nome do Filho de Deus.
    Como então poderemos orar pelos mortos se eles não creram isso não vai salva-los?
    E para que orar para quem já é salvo? O juízo vem logo após a morte.
    (Hebreus 9:27) – E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo.

    Business Logo Design 7 Agosto, 2009 5:49
  • O que a Bíblia que os protestantes decoram diz sobre isso?http://www.igrejaparatodos.com.br/portal…
    É a mais nova igreja protestante do Brasil, parece que nasceu uma semelhante na Espanha, Por que os protestantes jogam a Bíblia no lixo e distorcem as sagradas escrituras quando lhes interessa??
    E porque so se preocupam com o que acreditam os católicos?? A igreja católica não muda! ela é a mesma! quem não chega a um acordo sobre o que crer são vocês! estranho não, reformistas!
    olhem pros seus rabos, voces se corrempem de toda manera por dinheiro.

    Afonso A F 7 Agosto, 2009 5:49
  • A palavra purgatório n se encontra na Bíblia Sagrada mas existe sua realidade no AT e no NT.
    Purgatório é um estado transitório de purificação. É o estágio em que as almas dos justos completam a purificação de suas penas devidas pelos pecados já perdoados, antes de entrar no Céu. Uma vez que no Céu não entrará nada de impuro, as almas dos justos que morrem em pecado venial precisam ser purificadas antes entrar no Céu. Rezamos pelos mortos a fim de que Deus perdoe as ofensas cometidas (pecados veniais) dos que lá padecem a fim de que entrem logo na glória do Céu.
    “E puseram-se em oração, para implorar-lhe o perdão completo do pecado cometido. O nobre Judas falou à multidão, exortando-a a evitar qualquer transgressão, ao ver diante dos olhos o mal que havia sucedido aos que foram mortos por causa dos pecados” (2Mc 12,42).
    “Em seguida, fez uma coleta, enviando a Jerusalém cerca de dez mil dracmas, para que se oferecesse um sacrifício pelos pecados: belo e santo modo de agir, decorrente de sua crença na ressurreição, porque, se ele não julgasse que os mortos ressuscitariam, teria sido vão e supérfluo rezar por eles.
    Mas, se ele acreditava que uma bela recompensa aguarda os que morrem piedosamente, era esse um bom e religioso pensamento; eis por que ele pediu um sacrifício expiatório para que os mortos fossem livres de suas faltas” (2Mc 12,43-46).
    Os protestantes para negar a existência do purgatório negam as Escrituras, dizem que os Livros dos Macabeus não são inspirados.
    Em Mateus encontramos:
    “Por isso, eu vos digo: todo pecado e toda blasfêmia serão perdoados aos homens, mas a blasfêmia contra o Espírito não lhes será perdoada. Todo o que tiver falado contra o Filho do Homem será perdoado. Se, porém, falar contra o Espírito Santo, não alcançará perdão nem neste século nem no século vindouro” (Mt 12,31-32). Com essas pelavras demonstra Jesus que o homem pode obter perdão dos pecados no mundo vindouro.
    ” E haverá uma vereda pura, que se chamará o caminho santo; nenhum ser impuro passará por ele, e os insensatos não rondarão por ali” (Is 35,8).
    “Ela é um sopro do poder de Deus, uma irradiação límpida da glória do Todo-poderoso; assim mancha nenhuma pode insinuar-se nela” (Sb 7,25).
    “Nela não entrará nada de profano nem ninguém que pratique abominações e mentiras, mas unicamente aqueles cujos nomes estão inscritos no livro da vida do Cordeiro” (Ap 21,27).
    É claro que deve existir um estado intermediário em que as almas dos mortos possam se purificar e depois subir para a glória de Deus, para goz´z-lo eternamente face a face: é o purgatório. A menos que a pessoa morra pura e imaculada sem pecado algum.
    Rezamos pelos mortos para que Deus leve essas almas do purgatório para a glória de Deus.
    Detalhe: as almas que estão no inferno não carecem de oração por que de lá não podem sair e não há mais volta, no entanto, não cabe a nós julgar quem está ou não no inferno, por isso rezamos por todos os falecidos, por aqueles que estão no purgatório para que cheguem ao Céu.

    The Secret Visualization 7 Agosto, 2009 5:49
  • Oi! Prezado Nerly.
    Estou o marcando desde ontem, só sabe atacar os Católicos, quem é você para querer chamar atenção de alguém rapaz? Tem Carta branca de Deus, ou está querendo aparecer? Não entra numa não! Senão o pessoal não demora muito o derruba bonito.
    Deixa de bancar o gostosão e sabe tudo porque você não sabe é nada. Quer aparecer troca o Avatar por uma cebola, pois já encheu o saco. Presta atenção cara.
    Um forte abraço cheio de Paz e Luz.

    Kamus de Aquário 7 Agosto, 2009 5:49
  • Tudo se refere à memória do vivo.
    A iigreja criou este ritual em acordo com os cultos do passado.
    Pense um pouc mais… o q sobra depois que partimos?
    Quanto tempo para que seus bens físicos sejam distribuidos.
    Quanto tempo para o corpo virar “pó”.
    Quanto tempo para seus amigos “esquecerem” suas emoções.
    Quanto tempo para o mundo se “esquecer” dos seus planos.
    E se vocêplanta algo… não seria bom ter este espírito vivo, alguém fazer mais, ir em frente naquilo q voce semeou?
    Porisso, a memória é importante.
    A idéia é conservar algo vivo do ente querido.. como o corpo não pode, conserva-se o ideal.
    Esta é uma das mais profundas mensagens do Cristo..na santa ceia. mas a origem, está muito além disto.
    Como Homem, pertencente à humanidade, você pode semear coisas que durarão 10.000 anos… é neste sentido que deveria ocorrer este cerimonial… mas é claro, o dogma religioso coloca véus e torna o processo um teatrinho sem qualquer sentido ulterior.

    RuyLFrei 7 Agosto, 2009 5:49
  • esse tipo de pergunta queima meu filme, respondo besteira, nunca ganho melhor resposta, conseqüentemente nunca serei usuário VIP, top, ou seja lá o que for, ou seja nunca saio dos raios dos 5% de mr

    Eureca 7 Agosto, 2009 5:49
  • PIOR AINDA É QUANDO ERA CRIANÇA MORRIA ALGUÉM E IA AS BEATAS ENCOMENDAR A ALMA PARA QUEM SERÁ QUE ELAS IAM ENCOMENDAR AS ALMAS AFINAL SEM MEIOS TERMOS AMIGO JÁ MORREU TEM QUE SE FAZER ALGO EN QUATO ESTA VIVO MORREU ACABOU ESTA GUARDADO A VOLTA DO SENHOR

    pitoca67 7 Agosto, 2009 5:49
  • A alma é imortal e o espirito é eterno.

    tonhão 7 Agosto, 2009 5:49
  • A Bíblia diz que os mortos descansam e que devemos cidar dos vivos. As práticas são impostas por pessoas e orar devemos orar apenas para Deus.
    Eclesiastes 9:5 a 6-
    “Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos nada sabem; para eles não
    haverá mais recompensa, e já não tem lembrança deles. Para eles o amor, o
    ódio e a inveja há muito desapareceram; nunca mais terão parte em nadado que
    acontece debaixo do sol.”*

    Marcos S 7 Agosto, 2009 5:49
  • Não passa de um dogma mais, inventam cada uma, deixemos os mortos em paz…

    Mary 7 Agosto, 2009 5:49
  • tb naum sei,credita?????
    mas essa é a última pergunta q eu iria fazer em vida…

    sodizay 7 Agosto, 2009 5:49
  • DEIXA QUE OS MORTOS CARREGUE SO MORTOS ENTENDEU

    Lulu 7 Agosto, 2009 5:49
  • olha pra mim nao diz nada so jesus disse deixe que os mortos emterre seus mortos. nada

    chu 7 Agosto, 2009 5:49
  • Da mesma forma, como o homem está destinado a morrer uma só vez e depois disso enfrentar o juízo, (Hebreus 9:27);
    Pois os vivos sabem que morrerão,
    mas os mortos nada sabem;
    para eles não haverá mais recompensa,
    e já não se tem lembrança deles.
    Para eles o amor, o ódio e a inveja
    há muito desapareceram;
    nunca mais terão parte em nada
    do que acontece debaixo do sol (Eclesiastes 9:5,6).

    Francisco Dias 25 Setembro, 2013 15:37
  • Cristão crê em Cristo e em sua Palavra.
    Mas os religiosos, como não são seguidores de Cristo, seguem Maria, santos (humanos mortos), orixás e tantos outros deuses, precisam enganar o povo como desde o princípio quando a serpente enganou Eva.
    Por isso pregam o “PURGATÓRIO” que não existe nem em suas própias Bíblias, a SANTA INQUISIÇÃO para se livrar das pessoas que não concordavam com as mentiras do PAPA.
    E lamentavelmente a segueira espiritual é um fato, e só Jesus Cristo para abrir os olhos dos que acreditam em filosofias humanas.

    É triste, mas é a verdade.

    Dilas Reis 23 Junho, 2014 16:35
Loading...