As Palavras do Senhor

Porque Os Protestantes Evangelicos Até Hoje Nunca Conseguiram Entender O Que é Idolos E Adoração Da Biblia?

Quando eles entenderem o que significa adoração e ídolos na biblia, com certeza não terão mais argumento pra ser evangelicos ignorantes e ver a burrice que fizeram em acreditar numa pregação mentirosa de seu pastores.Será que continuarão numa igreja que pregou sempre a mentira e distorceu as palavras da biblia?(pois o principe da mentira é o diabo!)Será se vão reconhecer que foram burros o tempo todo acreditando numa farsa dessa ,que só queria desvia-los do verdadeiro caminho de Deus?
Mais vou tentar abrir os olhos deles.
Tudo que fala na biblia envolvendo :idolos,imagens, adoração diz respeito a Deuses(adorar Deus,idolos Deus,imagens de Deuses)Como qualquer um sabe que santo não é Deus, que sua imagem existe pra ele ser lembrado e homenageado por ter sido instrumento e referencia de Deus,então parem de relacionar santos a Deuses,desse jeito voces estão blasfemando contra Deus!
I Crônicas 16:26 Pois todos os deuses dos povos são ídolos, porém o Senhor fez os céus
I Reis 12:30


Comments to Porque Os Protestantes Evangelicos Até Hoje Nunca Conseguiram Entender O Que é Idolos E Adoração Da Biblia?

  • Acredite no que voce quizernao sou evangelica e de nenhuma outra religiao
    mais pense bem ,
    Nao adorais imagens , idolos
    .Voce sabia que o significado se Santo eh
    akele que naum tem pecado e o unico humano que naum teve pecado foi Jesus.
    Ou voce acha que os santos nunca pecaram??
    oce acha que se esta escrito na biblia pra nao adorar imagens ou estatuas , porque as pessoas ficam rezando na prente de santos e ate mesmo na imagem da cruz??
    isso se chama IDOLATRIA, que eh um pecado!
    E isso naum foi eu que escrevi muito menos os pastores , foi Deus.
    Abra os olhos voce!
    Eh soh saber le
    Toda biblia do mundo vai ta escrito a mesma coisa
    e naum vai haver difereça nenhuma
    Vai algum dia em qualquer igreja evangelica, testemunha de jeova , tanto faz.

    Thaís צ?¦× 27 Janeiro, 2010 11:28
  • Leia Salmo 119

    Ch@rmo$@ 27 Janeiro, 2010 11:28
  • aiai

    Lisa 27 Janeiro, 2010 11:28
  • Pesquisando em dicionários, constataremos que culto, adoração e veneração podem ser usados como sinônimos. E vamos mostrar o engano do catolicismo quanto à maneira de interpretá-los.
    O vocábulo latria (latreia), traduzido como adoração – que, com acerto, dizem ser exclusividade de Deus – é, na verdade, a cerimônia do culto exterior, a religião externa, o encurvar-se ou se prostrar; já dulia (douleúo), trasladado para nosso idioma como culto – que ensinam, de maneira equivocada, ser reservado a “santos” e a anjos –, significa servir, ser servil, trabalhar. Qual é mais importante: a cerimônia, o ritual, o ato externo, ou o servir, que é partido do íntimo, dedicação, serviço? É claro que servir (cultuar) está acima de rituais (adoração).
    Para não parecer que estamos inventando, eis o que constatamos, em Êxodo 20.5, na Bíblia Sagrada da Edição Palavra Viva e na Bíblia de Jerusalém, ambas católicas, com respeito a imagens e figuras:
    “Não te prostrarás diante delas” (BPV) nem as “… servirás” (BJ);
    Mas na Bíblia editada pela Barsa esse texto está:
    “Não as adorarás nem lhes darás culto”.
    Compare: 1) Nas duas primeiras está prostrarás, porém na outra está adorarás. Portanto, prostrar (encurvar) é, para eles, adorar; 2) Na Bíblia de Jerusalém consta servirás, mas na editada pela Barsa está culto.
    Confirmemos com outros versículos: Veja cultuar, com o significado de servir: “Não podeis servir (douleuein) a Deus e às riquezas” (Mt 6.24). Agora adorar, mostrando tratar-se de ato externo: “Observai este culto (latreia) e quando vossos filhos vos perguntarem que significa este culto (latreia)…” Conseguimos observar o que é exterior.
    É bom frisar que, no catolicismo, Maria recebe culto de hiperdulia, que não é uma simples honra, mas um hiperserviço, ao passo que a Deus é dada somente adoração.
    Há padres que dizem só ser proibida imagem de Deus, mas vimos que na cidade de Trindade apóiam a de Deus, visto como um falho e limitado ser humano velho, em decadência. E na abóbada da capela Sistina, no Vaticano, local em que os cardeais se reúnem para eleger o papa, existe um afresco de Deus. Eles poderão alegar que não os adoram, mas Deus proibiu representá-lo, ainda que sem fins de adoração. E podemos dizer que o catolicismo, que diz que ídolo é um objeto inanimado ao qual se atribui vida própria, acaba conferindo-a a um objeto feito de trigo: a hóstia consagrada. Tendo conhecimento de que ele prometeu que voltará, em corpo, uma segunda vez (Hb 9.28), adoram-na, chamam-na de Santíssimo, e dizem ser ela Jesus, em carne, osso, espírito e divindade. Eis a idolatria, hostiolatria. Se Cristo voltasse, corporalmente, em todas as missas e ficasse imóvel em ostensórios, as Escrituras estariam erradas, porque ele já teria voltado e, por sinal, bilhões de vezes.
    Diz a Bíblia que “os ídolos são como espantalhos em pepinal, e não podem falar; necessitam de quem os leve, porquanto não podem andar: não tenhais receio deles, pois não podem fazer o mal, e não está neles o fazer o bem” (Jr 10.5). O Salmo 115 (ou 113-B da BJ) diz que eles têm boca, e não falam; têm olhos e não vêem; têm nariz, e não cheiram… Tornem-se semelhantes a eles os que os fazem e quantos neles confiam.” Cremos que não há quem atribua vida a espantalhos.
    Lendo os livros bíblicos, muitas vezes encontramos que cidades ou pessoas praticavam prostituição. Nem sempre a referência é a relações sexuais ilícitas, mas à idolatria. Por quê? Porque Deus se diz o marido da Igreja, que não é um templo de tijolos, concreto e ferro. Igreja somos nós, que passamos a ser templos vivos. Ora, se ele é o marido dela e seus membros praticam idolatria, ou, explicando, servem, admiram, se prostram, fazem orações e promessas a outrem, ele se considera um esposo traído. Quem trai o cônjuge está praticando prostituição.
    Provado está que é ilícito adorar, cultuar ou venerar imagens e pessoas vivas ou mortas, sejam santas ou não. Se alguém alegar que apenas reza ao “santo” que está nos céus, dizemos que esse modo de agir também é adoração. Segundo ensina o catolicismo, adorar vem de adorare, que significa fazer oração. Se orar é adorar, com o que não discordamos, ao se rezar a um “santo” ele estará sendo adorado.
    Quem pratica qualquer dessas condutas mencionadas está, quer queira quer não, quer concorde quer não, praticando idolatria, que é um pecado abominado por Deus. Ele quer que confiemos nele e que dirijamos nossas súplicas a ele, que o adoremos, o cultuemos e o veneremos com exclusividade absoluta. Sua honra e sua glória não podem ser divididas com ninguém (Is 42.8).Na Bíblia está escrito que Deus lança para longe de diante dele, ou de seu povo, aquele que consultar mortos (Dt 18.11). E sabemos que são falecidos todos os “santos” a quem são feitas rezas. Se eles tivessem a possibilidade de ouvir as que lhes são dirigidas em todas as partes do globo terrestre, às vezes até em pensamento e no mesmo instante, teriam de ser oniscientes (ter ciência de tudo) ou onipresentes (estar presentes em todos os lugares), contudo esses são atributos específicos do Todo-poderoso. Ele tem ciúme de nós (Tg 4.5). Em vista disso, recorrer a “santos” é lhes atribuir poderes de Deus, considerando-os deuses. De novo, a idolatria. Santos mortos não sabem o que aqui se passa.
    “… ao Senhor, vosso Deus, temereis, e ele vos livrará das mãos de todos os vossos inimigos. Porém eles não deram ouvidos a isso; antes, procederam segundo o seu antigo costume. Assim, essas nações temiam o Senhor e serviam as suas próprias imagens de escultura; como fizeram seus pais, assim fazem também seus filhos e os filhos de seus filhos, até ao dia de hoje” (2 Rs 17.39-41).
    É lamentável que todos os distritos e cidades de nosso País, muitas propriedades agrícolas e pontos comerciais ou industriais sejam dedicados a um deus, a um “santo”. Têm devoção a eles, considerando-os padroeiros, o que nos traz graves conseqüências. E, depois, o povo que aprova esse procedimento se queixa.
    “… ó Judá, segundo o número das tuas cidades, são os teus deuses… Tu, pois, não ores por este povo, nem levantes por eles clamor nem oração; porque não os ouvirei quando eles clamarem a mim, por causa do seu mal” (Jr 11.13-14).
    Devemos, por amor ao idólatra, conscientizá-lo de seu erro. Conformarmo-nos com a idolatria, jamais.
    (A Editora Getsêmani, R. Leopoldina Cardoso, 326, Dona Clara, Belo Horizonte, MG, CEP 31260-240, publicou os seguintes livros do autor deste artigo: A Mãe de Jesus; O Sacrifício da Missa; As Imagens; As Tradições; A Pedra Fundamental; O Rosário).

    Servo 27 Janeiro, 2010 11:28
  • Concordo.

    Melissin 27 Janeiro, 2010 11:28
  • SE NÃO É ADORAÇÃO O QUE É?
    HOJE NA CANÇÃO NOVA FIQUEI INDIGNADO COM O QUE VI: UM PADRE PASSOU A OPORTUNIDADE PARA UMA MULHER FAZER UMA ORAÇÃO E ELA AFIRMOU QUE MARIA É ONIPOTENTE.
    ELA DEU ATRIBUTO E A GLÓRIA DE DEUS A MARIA.
    SOU EVANGÉLICO E AMO MARIA, TENHO RESPEITO POR ELA QUE É UM GRANDE EXEMPLO P/ TODOS NÓS; MAS DAR A GLÓRIA DE DEUS A ELA É IDOLATRIA
    “Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; a minha GLÓRIA, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor às imagens de escultura.” (Isaías 42:8).

    samuel 27 Janeiro, 2010 11:28
  • Sinto muito mas voce está completamente equivocado.
    Quem não entende o que é ídolos e tampouco adoração, são aqueles que adoram justamente o que não deveriam adorar os IDOLOS.
    Disse Jesus; Mas a hora vem e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão ao Pai, em espírito e em verdade.
    Será que Alguém precisa de uma imagem para adorar a Deus em espírito e em verdade?

    klenial 27 Janeiro, 2010 11:28
  • O evangelho que eu conheço glorifica somente Deus e todas as vezes em que fui em uma igreja evangelica, eles liam a biblia junto com quem tinha a sua biblia, ou seja, todas as pessoas que frequentavam.
    Naum sei se vc estudou historia, mais o protecionismo surgiu a partir das injustiças da religião catolica NA EPOCA. A igreja catolica pregava que para ter a sauvação de Deus, todas as pessoas deviam pagar indulgencias à igreja e se não fizessem isso, irião queimar no fogo do inferno…Não há nada de indulgencias escrito na biblia e tambem quem fundou o evangelho (Martinho Lutero) pregava que teria a salvação de Deus quem tivesse fé nele e essa mesma pessoa foi a primeira a traduzir a biblia para que o povo pudesse lê-la, pois antes as unicas pessoas que tinham a biblia era a igreja catolica e como o povo não tinha acesso e naum sabia de nada, acreditava que dar dinheiro ou bens à igreja era o certo.
    Se não acreditar no que digo, procure em livros de historia.
    E só mais uma coisa: naum estou falando isso pra afrontar o catolicismo, só acho que vc naum deve sair por ai falando q devia acabar com tal religião. Respeite a escolha dos outros, por mais que não concorde.

    Grazi 27 Janeiro, 2010 11:28
  • é muito interessante o caso da serpente de bronze ordernado por Deus a sua construção para que todos os que fosse no deserto picado por cobra e a olhassem acreditando na cura através dela fosse curado. Procura isso e coloca ai também
    Conheça o espiritismo e tenha outra visão.
    No espiritismo não existe
    * Adoração a ídolos, santos ou deuses
    * Batismo
    * Sacerdotismo como: padre, pastor, ancião, bispo, papa, mãe de santo ou pai de santo
    * Ritualismo
    * Feitiço
    * Magia
    * Talismãs, roupas especiais,
    * Pontos de encantamentos
    * Jejuns e retiros espirituais
    No espiritismo estudamos
    * O evangelho
    * A Bíblia
    * Os Livros da doutrina espírita
    * Praticamos a caridade
    * Invés de jejum, praticamos a caridade para fortalecermos nosso espírito
    O espiritismo liberta e não aprisiona no medo, na fé cega. Ele esclarece as mais difíceis dúvidas.

    alexhaif 27 Janeiro, 2010 11:28
  • Faz muito tempo que eu não veja tamanho despejo de preconceito e ódio aos evangélicos, vindos de um que não fosse ateu.
    Caramba, calma, homem: a lei de Deus é o amor!
    Além, disso, Ele disse: “…quem não é contra nós é por nós.” (Mc 9:40)
    Você precisa fazer urgentemente um exame de consciência, quem sabe até começar os Exercícios Espirituais Inacianos, para alcançar algum discernimento em controlar o seu ódio e exercer tolerância.
    Mais uma coisa: não é adorar, é venerar: homens e mulheres santos são venerados através suas imagens, pelo que suas vidas representaram, mas adoração é só para Deus.

    Paulo Sedrez 27 Janeiro, 2010 11:28
  • Se santos são só para serem lembrados pq se fazem pedidos para eles?
    Pq se ajoelham perante eles?
    Pq se fazem cultos e procissões e festejos que duram até dez dias?
    Pq beijam suas imagens?
    Isso é adoração, só Deus é digno de honra de glória de louvor e de culto.
    Jesus disse: eu sou o caminho, a verdade e vida ninguém vai ao pai senão por mim, então se o próprio Jesus disse isso pq pedir intercessão a outro que não Ele.
    Em Deuteronômio 20 é claro, não fazeis pra vocês imagens e nenhuma representação do há nos céus na terra ou embaixo das águas.
    Leia a Bíblia com mais atenção antes de ficar falando besteiras.

    aurecsc 27 Janeiro, 2010 11:28
  • É que os dois neuronios que eles tem na cabeça tão brigados.

    Ju Baia 27 Janeiro, 2010 11:28
  • Eles são um bando de papagaios de pastores. Escutam a conversa desses semi-analfabetos que se dizem ungidos e pregam não o cristianismo e sim o anti-catolicismo!

    Christian Moura 27 Janeiro, 2010 11:28
  • antes adorar um santinho de madeira do que um pastor mentiroso.

    Erico 27 Janeiro, 2010 11:28
  • Sendo mal educado e grosso como vc está sendo, vc só vai ganhar mais antipatia, sua explicação é legal, mas se vc tivesse sido mais gentil com certeza mais pessoas teriam lido a sua pergunta até o fim!!!
    Bjs e seja mais calmo na próxima vez que quiser expor seu ponto de vista!!!

    Acqua 27 Janeiro, 2010 11:28
  • Na maioria dos casos evangélico segue o que o pastor diz, sem raciocinar se é certo ou errado. Como o pastor procura falar mais o mal das religiões dos outros que bem da sua, acontece essa falta de respeito e entendimento.

    Marco Antônio 27 Janeiro, 2010 11:28
  • Ídolo é todo “aquele” para “quem” vc vive que não é Deus, ou que te afasta dEle,
    O maior ídolo de hoje é o dinheiro… e por aí vai!

    Pequena Questionadora 27 Janeiro, 2010 11:28
  • Gostaria de lembrar que não são todos. sei perfeitamente que estes Idolos eram os Idolos pagãos, contrarios aos dos Hebreus.
    Sei perfeitamente que as imagens são fruto das artes mosaicas, barrocas, e renascentistas. entre outras.
    Porém não creio na doutrina da intercessão.
    Creio que só a um mediador entre Deus e os Homens…
    Estes textos são irrefutaveis. pode chamar lempanto, montfort. até bento XVI.
    Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. 1 Timóteo 2:5
    E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. Romanos 8:26
    E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos. Romanos 8:27
    Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós. Romanos 8:34
    Shalom Uvrachot

    Aslan Live (George) 27 Janeiro, 2010 11:28
  • Já viu ídolo pedindo dízimo? Os pa$tore$ os odeiam por essa falta de tino comercial. Convencem seus fiéis que é coisa do diabo. Como esses fiéis não conseguem interpretar textos, ficam com a interpretação dos pa$tore$.

    Navegador Alien 27 Janeiro, 2010 11:28
  • “…Mais vou tentar abrir os olhos deles”
    Já viu Deus algumas vez para fazer uma imagem dEle?

    Vencedor 27 Janeiro, 2010 11:28