As Palavras do Senhor

Pq Essa Profecia Bíblica Nao Se Cumpriu E Está Em Contradição Com Jesus?

Tocai a trombeta em Sião, e clamai em alta voz no meu santo monte; tremam todos os moradores da terra, porque o dia do SENHOR vem, já está perto;Joel 2:1
Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.Mateus 25:13
além do dia nao ter estado perto no tempo de Joel, Jesus disse que nem Joel sabia o dia!


Comments to Pq Essa Profecia Bíblica Nao Se Cumpriu E Está Em Contradição Com Jesus?

  • Caro amigo a bíblia não se contradiz estude e veraz exemplo o que ensinam acerca disto e o que realmente é.
    dizimar não é uma doutrina cristã
    Introdução
    Este ensaio é um resumo do meu livro “Should the Church Teach Titing? – A Theologian’s Conclusions About a Taboo Doctrine” (Deveria a Igreja Ensinar a Dizimar? – Conclusões de um Teólogo Sobre Uma Doutrina Tabu). O próprio livro é uma versão ampliada de minha tese de Ph.D. Desafio os mestres da Bíblia a ousarem abrir em seus seminários uma pesquisa que promova estudos sobre este assunto, aos níveis de Mestrado, Doutorado e Ph.D. Realmente, esta doutrina é importante demais para ser tão ignorada!
    Em muitas igrejas, hoje em dia, a doutrina de dizimar tem atingido o nível de escândalo moderno. Conquanto os livros sobre Hermenêutica e os teólogos omitam o dizimar, por outro lado a prática tem se tornado rapidamente uma exigência aos membros da igreja, nas várias denominações, que insistem em dizer que estão embasadas nas sólidas doutrinas da Bíblia. Existe ainda uma crescente evidência de que os leigos que questionam a legitimidade do dizimar na Nova Aliança, são em geral criticados como criadores de casos ou taxados de cristãos imaturos.
    O Dizimar moderno baseia-se em falsas premissas – A declaração de uma denominação sobre mordomia é típica do que muitas outras ensinam sobre o dízimo. Ela diz que “Dizimar é o modelo bíblico e o ponto inicial que Deus tem estabelecido e que não deve ser substituído nem comprometido por nenhum outro modelo”. Ela acrescenta que o dízimo deve ser entregue a partir da renda bruta, o qual é devido à igreja, antes dos impostos.
    Os seguintes pontos deste ensaio vão contestar os ensinos usados para estruturar o dízimo com o que realmente diz a Palavra de Deus.
    Ponto 1 – Os princípios de dar no Novo Testamento, na 2 Coríntios 8,9 são superiores ao dizimar.
    O falso ensino é que dizimar é uma exigência obrigatória, a qual sempre precede o dar voluntariamente. O dar voluntariamente precedia o dizimar.
    Os seguintes princípios de dar voluntariamente na Nova Aliança estão fundamentados na 2 Coríntios 8 e 9 (1). Dar é uma “graça”. A 2 Coríntios 8 usa oito vezes a palavra “graça”, referindo-se à ajuda aos santos pobres (2). Dar primeiro a Deus (8:5). (3) Dar-se a si mesmo para conhecer a vontade de Deus (8:5) (4) Dar em resposta ao dom de Cristo (8:9 e 9:15). (5) Dar com desejo sincero (8:8, 10, 12 e 9:7) (6) Não dar por causa de mandamento algum (8:8,10; 9:7). (7) Dar além de sua capacidade (8:3, 11, 12) (8) Dar para produzir igualdade. Isso quer dizer que os que têm mais devem dar mais, a fim de suprir a incapacidade dos que não podem dar mais (8:12,14) (9) Dar com alegria (8:2). (10) Dar porque está crescendo espiritualmente (8:3,4,7). (11) Dar porque deseja crescer espiritualmente (9:8, 10, 11). (12) Dar porque está ouvindo o Evangelho ser pregado (9:13).
    Ponto 2 – Na Palavra de Deus o dízimo é sempre em alimento
    O falso ensino é que os dízimos bíblicos incluem todas as fontes de renda.
    Não usem o Dicionário de Webster. Usem a Palavra de Deus para definir a palavra “dízimo”. Abram uma boa “Concordância Bíblica”. Vocês vão descobrir que a definição usada pelos advogados do dízimo está errada. Na Palavra de Deus o vocábulo “dízimo” não aparece sozinho. Embora já existisse dinheiro, a substância do dízimo divino jamais foi dinheiro. Ele era o “dízimo do alimento”. Isso é muito importante. ** Os verdadeiros dízimos bíblicos eram sempre somente o alimento proveniente das fazendas e rebanhos, somente dos israelitas que vivessem exclusivamente dentro da Terra Santa de Deus, as fronteiras nacionais de Israel ** A fartura provinha da mão de Deus e não da manufatura ou habilidade do homem.
    Existem 15 versos de 11 capítulos e 8 livros, de Levítico 27 a Lucas 11, que descrevem o conteúdo do dízimo. E o conteúdo jamais, repito, jamais incluía dinheiro, prata, ouro ou qualquer outra coisa, além de alimento. Mesmo assim, a definição incorreta de “dizimar” é a maior mentira que está sendo pregada sobre esse ato, hoje em dia. (Vejam Levítico 27:30,32; Números 18:27,28; Deuteronômio 12:17; 14:22, 23, 26; 2 Crônicas 31:5; Neemias 10:37; 13:5; Malaquias 3:10; Mateus 23:23 e Lucas 11:42).
    Ponto 3 – O dízimo de Abraão a Melquisedeque se embasou numa tradição pagã.
    O falso ensino é que Abraão deu voluntariamente o dízimo porque foi a vontade de Deus.
    Contudo, pelas seguintes razões, Gênesis 14:20 não pode ser usado como exemplo para os cristãos dizimarem:
    1 – A Bíblia não diz que Abraão deu “voluntariamente” esse dízimo.
    2 – O dízimo de Abraão não foi um dízimo santo, da Terra Santa de Deus, produzido pelo povo santo de Deus.
    3 – O dízimo de Abraão foi do espólio de guerra, o que era comum a muitas nações.
    4 – Em Números 31, Deus exige apenas 1% dos espólios de guerra.
    5 – O dízimo de Abraão a Melquisedeque aconteceu apenas uma vez e Abraão mu

    servo do Deus vivo 28 Setembro, 2009 5:28
  • Meu qrido isso é um pretexto seu,pq todas as profecias foram cumpridas à risca.Essa passagem q vc citou não vejo como profecia.
    O Senhor afirma q o dia está proximo,Nenhum ser humano sabe o dia da volta de Jesus,somente Deus Pai o sabe.S. Mateus 24.36-42
    Leia as profecias de Daniel e Apocalipse e tire suas proprias conclusões!!

    Dennys 28 Setembro, 2009 5:28
  • 2 Pedro 3:8 Há, todavia, uma coisa, amados, que não deveis esquecer: que, para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia.
    Isaías 13:9 Eis que vem o Dia do SENHOR, dia cruel, com ira e ardente furor, para converter a terra em assolação e dela destruir os pecadores.
    Obadias 1:15 Porque o Dia do SENHOR está prestes a vir sobre todas as nações; como tu fizeste, assim se fará contigo; o teu malfeito tornará sobre a tua cabeça.
    Atos 2:20 O sol se converterá em trevas, e a lua, em sangue, antes que venha o grande e glorioso Dia do Senhor.
    2 Ts 2:2 a que não vos demovais da vossa mente, com facilidade, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como se procedesse de nós, supondo tenha chegado o Dia do Senhor.
    2 Pedro 3:10 Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; também a terra e as obras que nela existem serão atingidas.
    Mateus 5:18 Porque em verdade vos digo: até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra.

    cmte.ola 28 Setembro, 2009 5:28
  • Não se cumpriu pq ainda num chegou o dia ué! E ninguem vai profetizar e adivinhar quando vai ser… já que Ele virá como ladrão no meio da noite quando ninguem estiver preparado….
    Num vi nenhuma contradição…. ta tentando achar pêlo em ovo? Todas as referencias são sobre o dia do arrebatamento….num entendi o que você quer saber..

    Lila 28 Setembro, 2009 5:28
  • Um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia…
    Tudo é no tempo de Deus. É preciso que cumpram todos os sinais descritos na Bíblia, e então virá o fim.
    Não sabemos o dia e nem a hora…
    O “perto” pode significar mil anos, ou mais…

    Estela 28 Setembro, 2009 5:28
  • Muitas profecias ja se cumpriram e estão se comprindo
    exemplo as de Daniel (estatua de nabucodonossor, os quatro animais [leão, urso, leopardo e animal desconhecido e outras])
    O unico q sabe sobre a volta de Jesus é o Deus
    enquanto isto Jesus intercede por nos no santuario celestial
    enquanto passamos pelo julgamento Investigativo

    Gustavo de Paula 28 Setembro, 2009 5:28
  • Tudo é no tempo de Deus, e não o nosso.:
    (2 Pedro 3:8)
    Um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia.

    Nos Braços do Pai 28 Setembro, 2009 5:28
  • O tempo de Deus não é o nosso. A profecia de Jpel não significa necessariamente que ele sabia com precisão o dia e o tempo.

    Mister R 28 Setembro, 2009 5:28
  • Bata em Retirada Satanas!Posso ver que voce está sendo usado pelo Diabo

    Margarid 28 Setembro, 2009 5:28