As Palavras do Senhor

Presciso De Ajuda De Alguma Pessoa Que Compreenda A Biblia Sagrada Mais A Fundo?

Bom preciso de ajuda pois a um tempo estou lendo um versículo na bíblia que não estou entendendo já perguntei para varias pessoas mais ate agora não consegui respostas satisfatorias para minha duvida!
O texto é do livro de Cantares, capitulo 3,versiculo 5:
“Conjuro-vos, ó filhas de Jerusalém, pelas gazelas e cervas do campo, que não acordeis, nem desperteis o amor, até que este o queira.”
Bem se alguem souber me explicar ficaria muito grata …
Um abraço em Cristo


Comments to Presciso De Ajuda De Alguma Pessoa Que Compreenda A Biblia Sagrada Mais A Fundo?

  • Na Tradução do Novo Mundo, esse versículo diz: “Eu vos pus sob juramento, ó filhas de Jerusalém, pelas fêmeas das gazelas ou pelas corças do campo, que não tenteis despertar nem incitar [em mim] amor, até que [este] esteja disposto.” (Cântico de Salomão 3:5) Talvez agora fique mais fácil de entender. Essas palavras são da bela jovem sulamita. Essa jovem é chamada de sulamita porque provavelmente era da cidade de Suném (a atual Sulam). Acontece que o rei Salomão a queria como esposa. Ele lhe fez expressões de amor e prometeu mandar fazer preciosos ornamentos para ela. Mas a jovem amava um jovem pastor, e não a Salomão. As filhas de Jerusalém são as damas da corte do rei Salomão. Elas estavam exercendo pressão para tentar coagira sulamita a aceitar Salomão. Mas como a sulamita amava outro homem, ela disse às damas da corte de Salomão: “Eu vos pus sob juramento, ó filhas de Jerusalém, pelas fêmeas das gazelas ou pelas corças do campo, que não tenteis despertar nem incitar [em mim] amor, até que [este] esteja disposto.” Ela estava pedindo para essas colegas suas para pararem de pressioná-la a aceitar a Salomão. Pediu para jurarem que não iriam mais tentar fazê-la ter amor por Salomão, já que ela amava um jovem pastor. As gazelas e as corças são famosas por sua graciosidade e beleza. Assim, a jovem sulamita, em nome de tudo o que é gracioso e belo, obrigou as damas da corte a não tentarem despertar nela o amor indesejado.
    Conseguiu entender? Se tiver mais alguma dúvida, é só me enviar uma mensagem por e-mail acessando o meu perfil.

    Renan 29 Janeiro, 2010 5:30
  • Esse versicu-lo se refere a um jugamento.
    As gazelas e as corças são animais mansos, graciosos e belos, que também são velozes e não pisam em falso. Em suma, portanto, a donzela comprometia as “filhas de Jerusalém” por meio dum juramento por tudo o que é gracioso e belo. Referindo-se a tais criaturas, ela obrigava essas mulheres a se refrearem de suscitar nela amor por outro homem, que não fosse seu amado pastor.
    Lição Para Nós: A donzela pôs as “filhas de Jerusalém”, ou as mulheres da corte, que serviam o rei, sob o juramento de ‘não despertar nela amor, até que este estivesse disposto’. (2:7; 3:5) Isto indica que não é possível sentir amor romântico simplesmente por qualquer pessoa. A própria donzela não se sentia atraída a Salomão. Quão sábio é, portanto, que o cristão ou a cristã solteiros que pensam em casar-se só cogitem um adorador ou uma adoradora elegíveis, e fiéis, de Jeová, que possa realmente ser amado ou amada! — 1 Coríntios 7:39.

    Cainan S 29 Janeiro, 2010 5:30
  • Olá!
    Assim: Muitos estudiosos , tanto judeus quanto cristãos, têm considerado o livro como uma alegoria do amor de Deus por Israel ou pela igreja. O livro revela três qualidades do amor entre um homem e uma mulher: auto-doação,desejo e compromisso.Em todas essas categorias, o amor humano reflete o amor maior de Deus,nosso Criador.Deus se compraz em nós e dá-se a nós.Deus nos deseja inteiramente para ele.Deus sente profundamente tanto a dor quanto a alegria do seu relacionamento conosco. Esse cap e versículo tem que ser visto dentro de todo o contexto do livro, quem fala é a jovem que não esta mais com o amado dela, mas sozinha, no leito dela, sonhando com ele( versículo 1). Depois no versículo 2-4 fala da busca da jovem pelo seu amado, a presença doa guardas indica que era noite, provavelmente a jovem estava sonhando. O versículo 5 confirma que o ato de amor, era imaginário e não real e que a consumação do amor ainda ocorrerá.( A essência desse versículo é: Não tente forçar a situação.Deixe o amor seguir seu curso natural e o seu devido tempo)
    Isso mostra que devemos esperar para termos relações somente quando casarmos, com o nosso amado.
    Espero ter ajudado.
    Bjoss

    lila 29 Janeiro, 2010 5:30
  • Na verdade, o livro Cantares ou Cântico dos Cânticos é uma espécie de declaração de amor, uma declaração do verdadeiro amor que Deus coloca no coração de uma mulher por um homem e vice versa. É a declaração divina do amor humano, a procura e o encontro de duas almas que se completam e formam o mais perfeito da criação, UM CASAL UNIDO NO AMOR.
    Especificamente neste versículo que você pergunta, após ter orado e pedido a Deus que me iluminasse nesse entendimento, senti que se trata de uma espécie de “profecia bíblica” para todos os tempos, mas em especial para os nossos tempos, tão corridos e para a nossa juventude, tão imediatista.
    “Não acordeis nem desperteis o amor até que este o queira”.
    Na própria palavra fala que existe um tempo para cada coisa, inclusive para se entregar ao amor. Hoje em dia vemos as pessoas buscando o que “a sua alma ama” em tantos lugares e em tantas pessoas, e entregando-se a tudo isso como se querendo forçar que o amor aconteça, como se não haja a possibilidade de esperar que as coisas aconteçam no momento certo, no momento em que seu amor desperte por conta própria e queira amar e ser amado.
    Como resultado disso, vemos o sofrimento de tantas e tantas pessoas, que não puderam esperar que seu amor acordasse e acordaram seus sentimentos, sua afetividade e sexualidade muito antes do que Deus tinha planejado para elas.
    Espero que você possa refletir sobre isso e a luz do Espírito Santo possa acrescentar mais o que Ele quiser te mostrar a respeito disso.
    Um abraço na paz de Cristo Jesus.

    Dalto 29 Janeiro, 2010 5:30
  • Encontrei na internet esta explicação. Não sei dizer se é verdadeira ou não, analise e veja:
    Young women of Jerusalem, swear to me by the gazelles or by the does in the field, that you will not awaken love or arouse love before its proper time.
    — Jovens mulheres de Jerusalem, jurem para mim pelas gazelas ou pelos cervos nos campos, que vocês não despertarão o amor ou incitarão o amor antes do tempo certo.
    Tem também esta tradução:
    I adjure you, O daughters of Jerusalem, By the gazelles or by the hinds of the field, That you will not arouse or awaken my love Until she pleases.
    A alteração no final desta iria dizer algo como:
    Eu digo a vocês, filhas de Jerusalem, que vocês não incitarão ou despertarão meu amor até que seja da vontade DELA. (aqui aparenta estar Salomão se referindo à noiva, e não o inverso)
    Esse capítulo é chamado na bíblia do Rei James de “O sonho turbulento (ou problemático) da noiva”. (The Bride’s Troubled Dream)

    Aradia (Velzinha) 29 Janeiro, 2010 5:30
  • Ele fala de mulheres de Jerusalém que são gazelas “virgens”, para que estas não despertem as vontades da carne, e venham a pecar, nos braços de alguem errado.
    Ate que ela se case e possa ter uma vida, digna de uma pessoa de Deus.
    Foi o que eu entendi, trazendo para os dias de hoje, é por isso que devemos nos casar virgens e só podemos praticar sexo depois do casamento, mantendo nossos pensamentos em Jesus e fugindo da vontade da carne.
    Espero ter ajudado.

    Raysa 29 Janeiro, 2010 5:30
  • Graça e Paz minha irmã.
    Manter a pureza sexual ate o casamento e a chave para o estabelecimento de um vigoroso casamento cristão, em vista da predominante aceitação por parte da sociedade do comportamento sexualmente imoral, é de grande importância que o santo povo de Deus renuncie as impurezas e faça um renovado esforço para reconstrução de um compromisso como a pureza moral na igreja.
    Refute qualquer envolvimento sexual antes do casamento, sabendo que isto compromete a objetividade necessaria em importantes avaliaõoes e decisões pre-maritais.
    E minha irmã, esta mensagem nos revela que não podemos ficarmos de fornicação ate que se tome a decisão de verdadeiramente se unir em casamento.
    Paz do Senhor.

    Ágape 29 Janeiro, 2010 5:30
  • Tem livros que falam sobre esse livro da bíblia… e ajudam à entendê-lo.
    Leia uma versão atualizada e moderna fica melhor a compreensão do texto…
    Mas é todo em forma de poesia declaração do amor que sente pela igreja.
    tem um sentido espiritual e também retrata uma forma poética de escrever…Alguns dizem que é um livro erótico, poético… sentido humanas não é nada disso…Este livro é chamado também de “Cântico dos Cânticos” por causa de seu título hebreu: “Shir Hashshirim”, que melhor traduzido é “A Ode das Odes”, talvez numa referência às outras composições poéticas de Salomão, que teriam sido 1.005, sendo esta a mais excelente. Uma confirmação de que o autor dos “Cantares” seria mesmo Salomão é o fato de o estilo ser semelhante ao da parte de Eclesiastes.
    Esta obra fala da celebração de um casamento em tons joviais e ricos em simbolismo. É considerado o epitalâmio (espécie de cântico nupcial) da união entre Salomão e a filha de Faraó. Mas, se se deve tomar ao pé da letra as palavras desta ode, é difícil que o casamento aí celebrado seja com a filha de Faraó, porque, além do fato de Salomão ter tido 300 esposas e 700 concubinas, o texto fala da jovem noiva como sendo negra (traduzido por “morena” em português). Teria sido, nessa suposição, a união entre Salomão e a rainha etíope que veio visitá-lo? (II Crônicas 8).
    O livro de Cantares contém cânticos sobre o amor entre um homem – o rei Salomão – e uma mulher – Abisague, chamada Sulamita (ou Sunamita). Salomão os escreveu para registrar, às gerações futuras, seu grande amor com a esposa favorita. Este amor é uma sombra de realidades espirituais, mas também serve de modelo para os casais de todas as gerações. O cenário da narrativa é a estação florida da primavera, cheia de inspiração, com fartura de metáforas que Salomão utilizou para descrever sua história de amor com a Sulamita.

    sunshine 29 Janeiro, 2010 5:30
  • Olá! eu gostaria d responder sua pergunta mas o Yahoo. resposta não deixa ,só recebo mensagem que o yahoo. parou um pouquinho foi tomar um cafezinho e já volta, eu já reduzi ao máximo e eles não deixam a resposta ir ,se quiser saber qual é passe um email e envio para vc pessoalmente,no meu perfil vc pode deixar recado e eu passo meu emails e ai entro em contato ,tenho certeza que vc ficará satisfeita com a explicação,pois conta a estória de uma bela camponesa apaixonada e que luta contra todos para ter seu amor,cujo assunto é levado até o rei Salomão e que resolve ajudar a camponesa! muito lindo a história real da sulamita!

    Alberto B 29 Janeiro, 2010 5:30
  • Significa que 1 mulher só pode ‘conhecer’, no sentido bíblico da palavra, 1 homem depois de casada.
    Não é Cantares.
    É Cântico dos Cânticos, a autoria é atribuída a Salomão.
    ?aninha

    ?U_PS ? 29 Janeiro, 2010 5:30
  • Naquele tempo se usava o termo gazelas e cervas. Atualmente a palavra mais adequada é franga. Solta a franga minha filha.

    Mister N 29 Janeiro, 2010 5:30
  • Procure nas bibliotecas ler pensamentos de homens de grande cultura, os grandes pensadores ajudam muito pessoas como nós (abraços

    a verdade faz doer 29 Janeiro, 2010 5:30
  • ACHOU!

    ANJO CAÍDO ® 29 Janeiro, 2010 5:30
  • Esse negócio de gazelas e cervas do campo deve ser coisa de gay!
    Vou perguntar a um dos meus amigões gays e te falo, tá?
    Beijocas

    Paris Whitney H 29 Janeiro, 2010 5:30
  • A forma metafórica de menina-mulher é a gazela e a cerva. Despertar é vivenciar a vida sexual proveniente do “amor” – laço que une duas pessoas em matrimônio. Então, é para não despertar o interesse sexual até que o corpo e a cabeça estejam prontos para o concebê-lo. Uma antecipação sexual poderá provocar problemas futuros.
    Isso é chamado de “adultização” de crianças.

    Poimenas 20 Agosto, 2013 15:33