As Palavras do Senhor

Quais Palavras João Batista, O Precursor De Jesus Cristo, Usava No Batismo Que Realzava?

João alertava que batizava com água para o arrependimento do pecado, mas Jesus iria trazer o Batismo que nos tornaria filhos de Deus, membros de um só corpo cuja cabeça é o próprio Cristo.
(São Mateus 3,11)
Eu vos batizo com água, em sinal de penitência, mas aquele que virá depois de mim é mais poderoso do que eu e nem sou digno de carregar seus calçados. Ele vos batizará no Espírito Santo e em fogo.

COMENTÁRIOS FACEBOOK

Comments to Quais Palavras João Batista, O Precursor De Jesus Cristo, Usava No Batismo Que Realzava?

  • raça de víboras

    Smartphone Software 12 Julho, 2010 23:34
  • Dependia de quem ele estava batizando.
    ab

    joao paulo c 12 Julho, 2010 23:34
  • João Batista reconhece que Jesus é maior que ele, e diz: “Eu é que preciso ser batizado por ti, e tu vens a mim?” (Mt 3,14), mas, por insistência de Jesus, batiza–O. Imediatamente após o batismo de Jesus, uma voz vindo do céu afirma: “Este é o meu filho amado, que muito me agrada” (Mt 3,17).
    Observamos que João Batista identificou perfeitamente a Jesus como o Messias, fato confirmado pelo plano espiritual, do que concluímos, diante de tais fatos, que não haveria a mínima possibilidade de dúvida por parte da “voz que clama no deserto”. Entretanto, logo após sua prisão, João Batista manda alguns de seus discípulos perguntarem a Jesus: “És tu aquele que há de vir, ou devemos esperar outro?” (Mt 11, 2-3). Falta coerência nisso, já que, conforme relatado, João sabia perfeitamente quem era Jesus, e se, porventura, houvesse mínima dúvida de sua parte, ela teria sido completamente sanada pela manifestação espiritual ocorrida após o batismo, que identificou Jesus como o Messias.
    Podemos, então perceber que o episódio do batismo de Jesus tem sido utilizado para validar e justificar o ritual do batismo praticado pelas igrejas ditas cristãs, não obstante contrariar ao que o próprio João Batista afirma: “Eu batizo vocês com água para a conversão. Mas aquele que vem depois de mim é mais forte do que eu. E eu não sou digno nem de tirar-lhe as sandálias. Ele é quem batizará vocês com o Espírito Santo e com fogo”. (Mt, 3,11). Esta é uma evidente demonstração de que o batismo que ele praticava não era um ritual a ser seguido. Colocava, isso sim, o batismo do “Espírito Santo e com fogo” como aquele a que todos deveriam ser submetidos, argumento que pode ser confirmado em At 1,4-5: Estando com os apóstolos numa refeição, Jesus deu-lhes esta ordem: “Não se afastem de Jerusalém. Esperem que se realize a promessa do Pai, da qual vocês ouviram falar: ‘João batizou com água; vocês, porém, dentro de poucos dias, serão batizados com o Espírito Santo'”. Disso concluímos que o relato do batismo de Jesus, seja, provavelmente, uma interpolação.

    Amigo do bem! Inimigo do mal 12 Julho, 2010 23:34
  • Antes do batsimo ele ensinava ao povo a se arrepender primeiro e depois batizava em nome de Deus.
    E dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.(Jo 3:2).
    João batista no momento do batismo ele batizava em nome de Deus, só depois da morte de Jesus foi que Jesus instruiu o novo batismo que é em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo (Mt 28:19)
    Deus abençoe a todos.

    A Mensageira 12 Julho, 2010 23:34
  • Não se sabe o que ele falava.
    Dizer que Jó, precursor ou Mateus, João foi antecessor dele, colocou palavras na boca de João é o + certo.
    Paulo rebatizava os que João mergulhava nas águas, 1 balaio de gato. Se não existem provas da vida de Yeshua agradeça a este turco machista.
    ?A palavra “Batismo” vem do grego “baptizein”, que quer dizer: mergulhar. A origem do Batismo cristão encontra-se nas abluções rituais judaicas e nos banhos cotidianos dos Essênios; a limpeza física era o símbolo da limpeza moral e espiritual, necessária para aproximar-se de Deus. João Batista batizava por imersão mas, hoje, o batismo recebe-se por simples ablução na cabeça.
    Como é que eu vou saber o que ele falava? Não posso citar o que a ICAR diz já que não existe provas históricas ou arqueológicas de que tal fato aconteceu. E não venham com a conversa mole de que está na Bíblia por conta de que este é livro teológico e não didático/histórico.
    ??

    Egídio 12 Julho, 2010 23:34
Loading...