As Palavras do Senhor

Quais Seriam Os Seus Argumentos Pró-ateísmo Durante Uma Discussão Sobre Religião E Existência Divina?

Normalmente quem se declara ateu, se declara por conveniência por não gostar de uma determinada religião mas não possui argumentos racionais para justificar a sua des-crença na existência de um Deus criador de todas as coisas.
Normalmente quem acredita na existência de Deus, o justifica afirmando que seria impossível a existência do mundo ordenado e perfeito, bem como a sua própria existência sem a vontade de um Ser Supremo-criador. Nesse sentido, se existe um mundo perfeito, só poderia ser Deus ( o ser mais perfeito de todos) a sua causa, é o chamado “Argumento ontológico da existência de Deus”. No entanto, o argumento ontológico já foi colocado á prova por Kant, que chegou a conclusão de que Deus é apenas uma idéia a priori. Assim sendo, não podemos afirmar a existência de um objeto com base na idéia que temos dele, mesmo que lhe atribuimos o caráter de perfeição absoluta, como no caso divino. Portanto, para Kant é impossivel afirmar com certeza que Deus existe, pois é uma idéia do pensamento puro (não é um objeto empírico) não possuindo nenhum meio de conhecer sua existência de modo a priori. Logo, Kant permanece agnóstico em relação a Deus.
Mas como procederia um ateu? Dentre os argumentos possíveis poderia surgir a afirmação de que o mundo sempre existiu, portanto seria eterno e incriado, sendo que suas modificações inerentes ocorrem devido a leis físicas intrinsecas ele próprio ou então meramente ao acaso . Essa concepção automaticamente dispensa a idéia do Ser criador do mundo ou Deus, pois se a própria coisa sempre existiu eternamente, então nunca precisou ser criada. Essa portanto, seria a idéia mais razoável que dispensaria o Deus Todo- poderoso no mundo ou universo cósmico.
No entanto, qualquer concepção que parte do princípio de que o mundo antes não existia, surgindo depois de alguma forma abre uma brecha para a idéia de um ser criador ( mesmo a atual concepção cientifica do universo – Teoria do BIG BANG – recai no problema), ou seja, se o mundo ou universo é um efeito, logicamente teve de ter uma causa que o originou, como ninguém sabe de que natureza é essa causa , muitos dirão (os crentes na teoria teista) ainda que foi Deus (eterno, onipotente, oniciente, perfeito, etc).
Portanto, um ateu que se fundamente na atual teoria científica da origem do universo não está totalmente livre de ser refutado pelos que acreditam na idéia de um Deus Supremo criador de todas as coisas.


Comments to Quais Seriam Os Seus Argumentos Pró-ateísmo Durante Uma Discussão Sobre Religião E Existência Divina?

  • Eu diria que crer ou não crer em Deus não muda nada para ele, mais poderia mudar para você.

    EDUM IMPAVIDUM 16 Fevereiro, 2010 2:28
  • o fato da ciencia responder cada vez mais coisas que o homem julgava “foi deus que quis assim”,comprovanto com argumentos reais e nao com suposiçoes baseadas num ser que nem ao certo sabe se existe

    Felician 16 Fevereiro, 2010 2:28
  • A bíblia diz p/ que façamos prova dEle. Deus é real e supremo.
    Um dos grandes problemas do homem é quere eskivar-se das situações reais por meio de filosofia humana.

    Vitor n abreu 16 Fevereiro, 2010 2:28