As Palavras do Senhor

Qual A Explicação, Que Sua Religião Tem Para A Ocorrência De Gêmeos Siameses?

Oi! Prezado amigo Panther.
Do ponto de vista espiritual, entendemos se tratar provavelmente de dois espíritos ligados por ódio extremo, talvez de muitas reencarnações, e que renascem nestas condições não por livre escolha ou punição divina, mas por uma espécie de determinismo originado na própria lei de causa e efeito, ou por desarmonia orgânica ou dos centros de forças.
Diz-nos a Biologia:
São gêmeos cada um de dois ou mais irmãos ou irmãs nascidos no mesmo parto.
Segundo a genética, os gêmeos mais freqüentes são os gêmeos fraternos, heterozigóticos ou não idênticos. Chamados também falsos gêmeos, pela fecundação simultânea de dois óvulos por dois espermatozóides. Eles podem ser do mesmo sexo ou de sexos opostos.
Os gêmeos verdadeiros, idênticos ou monozigóticos (gêmeos univitelinos) resultam da fecundação normal de um único óvulo por um só espermatozóide, porém o ovo assim fecundado sofre uma clivagem em dois embriões distintos. Os gêmeos monozigóticos são duas cópias idênticas de um mesmo indivíduo e portanto são sempre do mesmo sexo. Possuem iguais grupos sanguíneos e a única prova absoluta para o monozigotismo é que os enxertos de pele recíprocos não são nunca rejeitados. “Parenteses meus”. (A minha opinião é a mesma do Dr. Ricardo Di Bernardi, pois tal fato ocorre também em animais, e eles são isentos da lei ação e reação). Abaixo falarei do Dr Ricardo.
Alternando-se as posições como algoz e vítima e, também, de plano (físico e espiritual), impelidos por irresistível atração de ódio e desejo de vingança, buscam-se sempre e acabam se reencontrando por vezes em circunstâncias dramáticas, que os obrigam a partilhar até do mesmo sangue vital e do ar que respiram.
Com o sofrimento decorrente das limitações físicas e as dores morais do convívio forçado e da exposição à curiosidade pública, um pouco das energias deletérias acumuladas em seus perispíritos serão drenadas. A convivência ensejará que os dois seres, durante a trajetória (seja ela mais longa ou muito curta), estabeleçam laços de parceria e apoio, despertando sentimentos de amizade, de respeito e início de reconciliação pelo perdão, ainda que imanifestos.
Na erraticidade, terão que lutar contra o assédio mórbido que ainda tentará enredá-los nas mesmas tramas nefastas do passado, revivendo as tristes cenas de paixões incontroladas e de perseguição cruel. Dependerão de seus esforços, apoiados pelos espíritos familiares, simpáticos e socorristas, para que resistam às tentações de retrocesso e sigam o caminho da regeneração e do amor.
O Dr. Ricardo Di Bernardi entende que se a permuta de energias desequilibradas for muito intensa e em nível intelectual, ocorre uma profunda desarmonização dos centros de força perispiritual coronário de ambos. Tal fusão energética pode atuar como modelador de uma única cabeça para dois troncos (Y). Quando o desequilíbrio se prende mais aos sentimentos, haveria o envolvimento dos centros de força cardíaco e gástrico e apareceria, então, os xifópagos de “Y” invertido ou letra Lambda. Deduziríamos que, nos casos parasitóides, poderíamos estar diante de processos de vampirismo, onde a força magnética maléfica de um prevalece, impõe-se, invade e se implanta de tal forma no perispírito da vítima que o inibe, provocando atrofia física parcial. Nos casos de quistos e similares, pode se tratar de espíritos culpados, cujos perispíritos se encontram profundamente ligados por graves e seculares desequilíbrios que fazem tentativas de reencarnação, drenando, assim, mesmo que frustradas inicialmente, quantidades expressivas de energias extremamente negativas, além de poder estar o fato servindo de expiação ou prova para a mãe.
De qualquer forma, é o poderoso vínculo nocivo entre duas mentes em desalinho que faz com que, na hora da divisão do zigoto, em vez de ocorrer a separação normal que daria origem a dois gêmeos idênticos, simplesmente se mantenham os dois embriões unidos.
Luiz Gonzaga Pinheiro, baseado nas informações de sua equipe de trabalho, em mais de uma vez afirma que casos de vampirismo e ódios intensos impõem, por vezes, o renascimento de corpos ligados, com possibilidade de o mesmo ser atenuado para gêmeos univitelinos. Num deles, uma mulher grávida de antigo inimigo cometeu suicídio. Em outro, inimigos por três séculos e quatro encarnações, xifópagos em “Y” invertido, desencarnaram aos quatro anos de idade e ainda mantinham no plano espiritual a mesma aparência, tal qual um enxerto em vegetais: um amputado pelas pernas e acoplado no tronco do outro. O médium observa no perispírito do que não possui pernas a sombra destas, informa se tratar do corpo mental e que haveria, futuramente, uma cirurgia de separação de perispírito, a remodelagem do atrofiado e uma reencarnação como gêmeos univitelinos.
Um forte abraço, cheio de Paz e Luz.

COMENTÁRIOS FACEBOOK

Comments to Qual A Explicação, Que Sua Religião Tem Para A Ocorrência De Gêmeos Siameses?

  • gêmeos siameses não tem nada a ver com religião.
    isso ocorre quando as células dos gêmeos não se divide totalmente.

    RuyLFrei 26 Dezembro, 2009 14:35
  • Acho dificil algum religioso responder afnl como eles irao explicar q uma alma se divide em 2 neh

    Helena N 26 Dezembro, 2009 14:35
Loading...