As Palavras do Senhor

Trecho Isolado Da Biblia Ou No Contexto Não Anula Certos Fatos Que Os Crentes Não Querem Aceitar?

Ontem citei variois versiculos violentos da biblia.
Hj outro colega do Y!R postou .
E insistem em dizer que o texto isolado e diferente do contexto.
No contexto se encontra uma boa justificativa pra se matar mulheres gravidas, crianças inocentes, estuprar moças???
Jura?
Qual o motivo? Dente por dente?
Não kiseram deixar seus deuses tradicionais, pra aceitar o tracional deus jeova, então morrem?
Essa era a justiça desse deus?
Se ele ja sabia que o ser humano não mudaria e precisaria de mandar jesus, pq não mandou antes de ter de matar de graça tanta gente inocente? hein?
Pq deus deixou de ser violento e passou a ser bonzinho, assim, derrepente?
Estranho isso hein….

COMENTÁRIOS FACEBOOK

Comments to Trecho Isolado Da Biblia Ou No Contexto Não Anula Certos Fatos Que Os Crentes Não Querem Aceitar?

  • É poir isso que, cada dia, eu amo mais a Deus. Pois ELE não se limita ao pensamento humano!!
    Não é Deus que tem que se adequar à nossa filosofia de certo, errado, moral ou ético!! como Ele é DEUS nós é quem temos que nos adequar aos seus mandamentos e termos a humildade de nos submetermos a ELE!!
    Nós é quem somos seres imperfeitos. O erro está em nós!!
    E realmente não se deve pegar versículos isolados…pois assim vc cira um pretexto para se formar uma heresia!!
    A PAz!!

    truth about diets 9 Agosto, 2009 5:30
  • Já leu a 2 carta de Paulo aos Tessalonissences ?
    Alí fala de algo muito violento que ocorrerá em breve da parte de Deus contra os desafiadores da lei .
    Mas isto não será discriminado , mas antes um julgamento seletivo.
    Essa conversa de que Deus é de misericordia infinita é erro de Teologos.
    Ele há de julgar em “justiça a terra habitada” Atos 17:31
    Acha que poucos irão morrer na execução justa do julgamento de Deus ??????
    Ele não mudou !
    Sua afirmação insescrituristica e preconceituosa nada fala sobre aquele a quem as Escrituras se referem como “Justo e Reto é Ele. Deut 32:4
    Isolar textos junto com idéias distorcidas parece ser sua preferencia!
    Um prato cheio para os não ensinados e opositores da verdade.
    A palavra Sataná significa opositor.
    Tome cuidado para não refletir este tipo de conduta em sua vida, so te trará problemas.
    Ao passo que se amar a verdade e a verdadeira justiça ,terá um futuro e esperança!

    Rubens D 9 Agosto, 2009 5:30
  • Iiiihhhh, de novo? E Deus fará exatamente igual com as iniquidades que anda dominando o mundo de hoje. Veja o que esses povos faziam, depois volte para discutir-mos, ok? Vale lembrar que o povo que O seguia, O respeitava, esteve SEMPRE amparado por Ele, e assim o é até hoje. Vemos aí a opção de O seguir ou não… Depois vem chorar criticando que O Pai é mau… tcs… tcs… tcs…

    TM 9 Agosto, 2009 5:30
  • É engraçado.
    Todo ateu, apesar de dizer que não acredita em Deus, atribui a Deus todos os textos da Bíblia.
    A Bíblia, apesar de ser a Palavra de Deus, foi escrita por homens e homens em seus tempos. A evolução do entendimento do significado da fé se deu ao longo de muitos séculos.
    Nos primeiros livros da Bíblia, Deus não é visto como o único Deus, mas sim como o Deus de Abraão, Isaac e Jacó. Ou seja, o Deus de um povo específico, assim como existiam outros povos com os seus próprios deuses.
    Nesse momento histórico, se compreendia que as guerras ou as penas aplicadas eram a representação terrena dos conflitos havidos entre os deuses. Por isso, em alguns salmos, Deus é descrito como o Deus dos deuses.
    Assim, o fato de alguém adorar o deus de um outro povo era considerado um crime de traição, de lesa pátria, uma ofensa irrogada a todo o povo.
    Por isso, em vários pontos, a Bíblia manda punir com a morte pessoas que adoram deuses estranhos – estranhos ao Deus de Israel, diga-se.
    Do mesmo modo que o povo de Israel, durante a conquista da Palestina, quando tomava uma cidade, passava todos os seus habitantes, homens, mulheres, crianças e idosos, “no fio da espada”, ou seja, todos eram mortos, porque isto era visto como uma derrotada do deus daquele povo para o Deus de Israel.
    E o contrário também era verdadeiro. Quando um povo vizinho tomava uma cidade de Israel, os seus habitantes eram passados ao fio da espada, porque era uma vitória do deus desse povo sobre o Deus de Israel.
    Essa era a vontade do Deus da Vida?
    Claro que não. Mas era como aquele povo, no estágio evolutivo em que se encontrava, entendia a sua fé.
    Tenham certeza, Deus nunca mandou matar ninguém, exatamente porque é um Deus de Amor e de Bondade.
    Era aquele povo, chamado de Povo Eleito, que imaginava que, agindo assim, agradava a Deus.
    Em Ezequiel 33,11, Deus afirma: “Por minha vida – oráculo do Senhor Javé -, não me comprazo com a morte do pecador, mas antes com a sua conversão, de modo que tenha a vida. Convertei-vos! Afastai-vos do mau caminho que seguis; por que haveis de perecer, ó casa de Israel? Deus, porém, diz: ‘Não quero a morte do pecador mas sim que se converta e viva'”.
    Paz de Cristo.

    Pastor Barbosa 9 Agosto, 2009 5:30
  • Bíblia “ Palavra de Deus “ ?
    É muito comum, irmãos de outras denominações religiosas acusar o Espiritismo de Doutrina Satânica, por entender que o Espiritismo, em seus postulados básicos, contraria a Bíblia, a qual consideram como a “palavra de Deus”. Segundo estes irmãos, a Bíblia é a única revelação ministrada por Deus aos homens, e deve ser seguida como única regra de fé e prática. Embora entendemos que a maior parte desses supostos desencontros que existe entre os princípios bíblicos e o Espiritismo sejam mais aparentes do que real, perguntamos mesmo assim: Seria a Bíblia, de fato, a palavra de Deus?
    Para responder a esta indagação, basta recorrer ao bom senso e à razão e verificar se realmente Deus teria dito tudo o que se encontra registrado na Bíblia Sagrada.
    Segundo Alamar Régis, em reportagem publicada na Revista “Visão Espírita”, ” o espírita não discrimina, não condena e nem odeia a Bíblia. Muito pelo contrário, tem o maior respeito por esse livro, que representa a história do povo hebreu, e até gratidão a Deus por sua existência, porque é naquele conjunto de livros que está contido o Evangelho e inúmeros ensinamentos verdadeiramente inspirados pelo criador do Universo. No entanto, não é pelo fato de respeitarmos o livro que temos a obrigação de também achar que ele é infalível e que tudo o que ali contém é a palavra e a vontade de Deus. Não é que não queiramos, simplesmente por não querer, aceitar aquela biblioteca como sendo sagrada. É por uma questão de lógica e bom senso.”
    Muitos ainda devem estar se perguntando: “Ora, o que tem a lógica e o bom senso haver com a fé nas Escrituras Sagradas?” Muito simples: nós espíritas não nos submetemos a dogmas e nem à fé cega, contrária ao progresso e à evolução; para nós, a fé verdadeira é a fé fundamentada na razão, capaz de repudiar o absurdo e o fanatismo, já que vivemos tempos de grandes avanços tecnológicos e científicos. Na atual conjuntura, não é mais possível em se acreditar em explicações mitológicos como a de Adão e Eva e da formação do Mundo em apenas 6 dias (e no sétimo Deus descansou: que absurdo!!!). Nosso lema, como assevera Kardec com muita propriedade é: “Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da humanidade”. O problema, é que muitos ao estudarem a Bíblia se escravizam à letra que mata, interpretando os textos conforme seus interesses e conveniências.
    Para quem estuda a Bíblia de forma desapaixonada e honesta, percebe a discrepância que existe, por exemplo, entre o Antigo Testamento e o Novo Testamento. Deus, retratado por Jesus como Pai amoroso e infinitamente misericordioso, teria, segundo o Antigo Testamento, privilegiado apenas um pequeno grupo de pessoas, “o povo eleito de Deus”, relegando ao abandono todo o resto da humanidade por ele criada. Isso sem dizer que a Bíblia está repleta de passagens em que o próprio Deus, ordena ao seu povo o arrasamento de várias cidades e o extermínio e a matança impiedosa total de seus habitantes como homens, muitas vezes mulheres e crianças, inclusive os animais. Por vezes, no Antigo Testamento, o Deus encarado por todos como perfeito em todos os sentidos, chega a se arrepender diversas vezes com respeito aos seus atos cruéis, demonstrando uma fragilidade exclusivamente humana (como pode se arrepender se é perfeito?). Todavia, o Deus que é apresentado no Antigo Testamento, nem de longe chega a lembrar o Deus que ama indistintamente todos os homens, apresentado por Jesus Cristo no Novo Testamento. Isso demonstra, que o Deus do Antigo Testamento nada tem de comum com o Deus do Novo Testamento. Como aceitar tamanha discrepância? Deus, que é todo verdade, poderia ter cometido tantos enganos? Se Jesus afirma que Deus é todo bondade, será realmente que Ele foi o autor de todas essas atrocidades e iniquidades? De duas uma: ou Deus é infinitamente misericordioso e bom (concepção de Jesus); ou Deus é um verdadeiro Tirano que amaldiçoa e ordena matar o seus próprios filhos. Qual é a verdade ?
    Para quem duvida destas atrocidades cometidas supostamente por Deus, basta consultar a Bíblia Sagrada em seu Antigo Testamento e verificar se há alguma mentira neste artigo. Para aqueles realmente interessados no assunto, recomendo o livro do ex-pastor Jayme Andrade em seu livro “O Espiritismo e as Igrejas Reformadas”, repleto de passagens registradas na Bíblia, que faria de Deus o pior dos Tiranos. São passagens como estas: “Cada um tome a sua espada e mate cada um a seu irmão, cada um a seu amigo, cada um a seu vizinho”(Ex. 32:27) “E mataram uns 3 mil dos israelitas que haviam adorado o bezerro de ouro.” Mas Moisés não matou o seu irmão Arão, que fora o fabricante do ídolo, (Ex. 32:28 e 35). 2- “Se teu irmão , teu filho, tua mulher ou teu amigo te convidar para servir outros deuses, certamente o matarás”. (Deut. 13:6/9). 3- “Se o povo de uma cidade incitar os moradores a servir outros deuses, destruirás ao fio da espada, tudo quanto nela houver, até os animais.” (Deut. 13:12/15).
    O pior é que dizem que toda essa barbárie é tudo obra de Deus. Tremenda contradição com os ensinamentos de Jesus que pregou a humildade e ensinou que todos os homens são irmãos. Mas como todos homens são irmãos se Deus privilegiou um povo e abandonou o restante? Mas como sentimento de humildade, pois se um povo se julga “eleito” por Deus, não pode gerar sentimento de humildade, gerando-se apenas arrogância e orgulho, justificando os excessos? Se Jesus ensinou a amar até os inimigos, bem como a perdoar indefinidamente as ofensas, como se justifica Deus ordenar a matança às pessoas consideradas “inimigas” do “povo eleito de Deus”? Onde se encontra a bondade e a Justiça do Todo poderoso? Ao contrário de tudo isso, Jesus, no Novo Testamento, como expressa o brilhante escritor Jayme Andrade em seu livro, “ensinou que Deus é Pai (Mat. 23:9), que ama a humanidade (João 3:16), que é misericordioso e compassivo (Lucas 6:36) e benigno até para com os ingratos e maus (Lucas 6:35)”. Diante de todas essas contradições, nós espíritas, não podemos credenciar a Deus tudo o que existe na Bíblia. Se a Bíblia é a “palavra de Deus”, e se Deus é perfeito e nunca se contradiz (pois contradizendo-se não será mais perfeito, e por isso, não será mais Deus ) como pode Deus se equivocar tanto, contradizendo-se por várias vezes na Bíblia? Ora Deus é aterrorizador; ora é amoroso; ora ordena matar; ora ensina-nos a amar e a perdoar. Diante deste argumentos, é possível dizer que a Bíblia é a palavra de Deus !?
    Mas seria demais igonorá-la, senão fosse a bíblia, muitos não encontrariam Jesus, a Bíblia nos deixou grandes heranças de sabedorias e ensinamentos, muitos sábios por ela se manifestaram, sábios estes que souberam ser homem diante de Deus.

    alexhaif 9 Agosto, 2009 5:30
  • Extranho? Vamos fazer Deus como você concebe? que tal?
    Texto fora do contexto é motivo de pretexto!!
    As “atrocidades” cometidas por homens sem Deus estão relatadas na Bíblia com dois motivos : o primeiro é para mostrar a indignação de Deus contra os que se voltam contra Ele e em segundo lugar para mostrar a verdadeira natureza do homem quando deixado a fazer o que bem entende ! Porque vc está tão preocupada em “desmascarar Deus “? Você precisa de orientação e discernimento para estudar a Bíblia senão chega a essas conclusões absurdas!
    Nós Cristãos Evangélicos estamos acostumados com as tais “maldades” de Deus mais do que você,leia Juízes !
    Minha querida! Deus é Deus e não uma entidade concebida segundo o meu ou o seu discernimento mas Deus é fogo consumidor e é terrível contra os que se voltam contra os seus propósitos ! Não aceita isso!? é bom se acostumar !
    O mesmo Deus que é “cruel” é o mesmo que promoveu a Salvação concedendo a vida de Seu filho Jesus em nosso favor, nós que nada merecemos.
    Sua visão iluminista e racionalista não vai permitir que vc entenda os propósitos e o caráter de Deus.
    Aceite Deus como Ele é e não como vc concebe senão vc vai cair no kardecismo ou mesmo no Ateísmo !
    Graça e Paz

    rhinestones 9 Agosto, 2009 5:30
  • Bíblia é uma rebeca velha que toca todo tipo de musica, quanto aos trexos isolados só existem aqueles que os religiosos não tiram proveitos e não os convem

    Psychic Readings by Phone - Experienced and Accurate 9 Agosto, 2009 5:30
  • i ond c ta com a cabeça filho??vc entende das escrituras sagradas?sab realmente o q ta falando?ou somente houve de alguem q fala alguma coisa?fica esperto.fala pra mim se vc pegar a santa maria e colocar em cima de uma estante,no outro dia ela se volvera para esquerda ou direita?na verdade se ninguem a mudar de lugar,ficara ali para sempre.nao é só ela nao,pega ai qualquer deus feito pela mao do homem e faz o mesmo…pega o buda,o bastiao,preto vei sei la os cabau….agora sobre matar ou viver isso nao pertence ao homem e nem mudara a vontadade DEUS essas perguntinhas vulgares,alias acho q vc ta indignado com um montao de coisa e as coisas nao estao dando certo pra vc e vc fica ai se lastimando.clama a DEUS,e ele tera misericordia de ti.

    Agnaldo A 9 Agosto, 2009 5:30
  • Tudo é realizado de acordo com os interesses e conveniências do momento.

    Malignan 9 Agosto, 2009 5:30
  • cada coisa ao seu tempo a justiça devina vira, os justo ganharam por isso os injustos também. por isso acredita k Deus vai sempre fazer tu perceberes kando stiveres errada ao seu mandamento.

    C M 9 Agosto, 2009 5:30
  • O problema é sempre a tonalidade
    Quem é que consegue ouvir um som ensurdecedor continuamente
    Mas mesmo quando analiso o que se tentam dizer encontro algum conteudo
    Vc se bate na tecla da presciencia,,,eu tambem,,,muitos não conseguem levar o dialigo adiante porque ficam presos em determinados pontos de vista,,,assim como vc,,,então se torna dificil ao menos uma contestação ,,,mas em parte eu concordo,,,não existe logica,,,mas em parte eu discordo,,,o criador é o criador ,,,portanto existe logica sob o ponto de vista em outros aspectos ,,,como a mensagem da ressureição ,,,e a modificação deste sistema ,,,alias digo,,o que se pretente com a ideia é criar ou renovar o racional,,,nisto eu não vejo discrepancia,,,discrepancia é sermos envolvidos com uma historia tão absurda,,,nisto eu concordo plenamente,,,mesmo o criador pode e deve ser questionado mas desde que seja de um modo racional e civilizado buscando um consenso e uma realidada sobre os fatos,,,um abraço nilsp57

    E.T. 9 Agosto, 2009 5:30

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Loading...