As Palavras do Senhor

Vamos Deixar A Religião De Lado E Vamos Falar De Jesus?

Por que estamos brigando por causa de religião? Se só Jesus Salva!
Ele mesmo disse q quem reconhecer q é pecador e pedir perdão a ele será salvo.
O desejo dele é q todos se salvem, a vontade dele tem q ser a mesma q a nossa… Então vamos desejar q todos aqui seja salvos em nome de Jesus e assumir q somos pecadores independente de religião.
Sr. Jesus eu sou um pecador e preciso urgente de sua misericórdia na minha vida. O Senhor é onipresente e esta lendo minha mensagem e dos meus irmãos. Quebranta os corações deles também e que venha levar esperanças de vida eterna a eles independente da religião q eles seguem. Porisso te agradeço em nome de Jesus. Amém.


Comments to Vamos Deixar A Religião De Lado E Vamos Falar De Jesus?

  • Brigar não é o caso, mas trocar opiniões acho muito bom, pois conhecer Jesus Cristo, é bom demais. Jesus é paz, é Amor a Verdade e a Vida.

    Sonia Regina S 20 Maio, 2009 14:30
  • Graça e Paz meu irmão.
    João 8.32 diz ( Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará ).
    João 14.6 diz ( Eu sou o caminho, e a verdade e a vida e ninguém vai ao Pai a não ser por mim ).
    1 Timóteo 2.4 diz ( O qual deseja que todos nos homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade ).
    Ora, podemos ver que a vontade do Deus vivo e único e que
    todos os homens da face da terra, sejam salvos para uma vida eterna.
    Mas para que se cumpra essa promessa da vida do homem, ele deverá
    passar por um grande processo na qual deverá vivenciar uma vida
    verdadeiramente crista na presença de Deus.
    Então podemos concluir que Deus deseja a salvação dos seres humanos,
    mas apesar disso, Deus não viola a oportunidade de nós escolhermos o caminho que vamos querer seguir na terra.
    Paz do Senhor.

    Teólogo Protestante 20 Maio, 2009 14:30
  • Concordo plenamente! Vc podia começar alertando seu amiguinho “libertando os cativos”, que não pergunta nem responde nada produtivo, somente ofensas e falsos testemunhos, falando mal da igreja de Cristo, do papa, do vaticano… incitando o ódio entre as pessoas!
    Cada um tem o livre arbítrio, a liberdade de escolher seu caminho e em que acreditar!

    docinho 20 Maio, 2009 14:30
  • Amiguinho até hoje não foi provado que Jesus Cristo foi enviado do céu para salvar a humanidade.
    Para estudiosos Jesus foi um grande líder intelectual de sua época como tantos outros , mas foi criado um mito sobre sua figura que o transformou em santo.
    Até hoje é estudada a possibilidade que Jesus Cristo não morreu na cruz , apenas ficou ferido e depois fugiu do lugar onde o colocaram para as montanhas na companhia de Maria Madalena.
    Nunca passou na sua cabeça que vc pode ter passado sua vida toda se privando de inumeras coisas que a Igreja Evangélica proibe em nome de uma mentira?

    Saravá 20 Maio, 2009 14:30
  • muitos não acreditam em jesus, e nem em nada, acreditam em curtir a vida e depois morrer…..
    não acreditam que um dia Jesus irá vim buscar aqueles escolhidos por ele,
    acreditam em tudo o que disem, mas não acreditam na coisa realmente mais importante do mundo: a salvação
    bjus

    ??????????? ?? 20 Maio, 2009 14:30
  • Infelizmente nem todos pensam assim. Estão amando mais as religiões do que a Jesus. Se esquecendo que Jesus não deixou religião, elas foram criadas pelos homens. Acho também qual Ele não disse qual era a certa.
    Por isso eu não tenho nenhuma e amo JESUS!
    Abraços

    Anónimo 20 Maio, 2009 14:30
  • O que faz vc pensar q o seu jesus/deus é o certo?e se for Thor,Zeus,Rá,Mitra…não existe nenhum motivo em especial pra acredita q jesus é o correto?
    o q vc faria se chegasse no céu e encontrasse qualquer outro deus,e perguntasse pq não acreditou nele,mas acreditou no deus nojento da bíblia.
    seus jesus/deus é so mais 1 dentre os milhares já existirão

    Reality Bites 20 Maio, 2009 14:30
  • Parabéns pela sua atitude!
    Tô cansada de tanta briga no YR, de religiões.
    Religiões causam guerras intermináveis!
    Só temos um objetivo, Jesus, a salvação o resto não importa.

    Num sei de nada 20 Maio, 2009 14:30
  • Ah tá, vc só escreveu esta bobagem para dar a MR para seu “autor”…
    Tá explicado agora.
    Você, como todo troll, “muda” rápido de opinião. Agora mesmo você escreveu: Acho q os católicos precisam ler mais a biblia.
    E não engolir tudo o q o padre fala…
    Pois é malandro, pra cima de mim, jamais…

    John Lucas 20 Maio, 2009 14:30
  • Acho ótima idéia! Temos que debater seus ensinamentos e melhorarmos como pessoa seguindo seus passos.

    Priscila 20 Maio, 2009 14:30
  • Outro fanatico.

    Otavio 20 Maio, 2009 14:30
  • Pena q nem todos pensam desta forma

    cecele 20 Maio, 2009 14:30
  • Valeu!!!!

    Anónimo 20 Maio, 2009 14:30
  • Meu Deus…que falta de respeito com quem tem outras crenças, que tem outros lideres espirituais…
    Salva???De que???

    *iara* 20 Maio, 2009 14:30
  • parabens

    Black Soul F0d4 20 Maio, 2009 14:30
  • isso é verdade,as pessoas teem de olhar e seguir os passos de jesus

    kmisteri 20 Maio, 2009 14:30
  • ñ é a mesma coisa!?
    oO

    g?????? ?????? 20 Maio, 2009 14:30
  • Jesus Cristo bíblico, nunca existiu:
    Os pesquisadores que se dedicaram ao estudo das origens do cristianismo sabem que, desde o Século II de nossa era, tem sido posta em dúvida a existência de Cristo. Muitos até mesmo entre os cristãos procuram provas históricas e materiais para fundamentar sua crença. Infelizmente, para eles e sua fé, tal fundamento jamais foi conseguido, porquanto, a história cientificamente elaborada denota que a existência de Jesus é real apenas nos escritos e testemunhas daqueles que tiveram interesse religioso e material em prová-la.
    .
    Desse modo, a existência, a vida e a obra de Jesus carecem de provas indiscutíveis. Nem mesmo os Evangelhos constituem documento irretorquível. As bibliotecas e museus guardam escritos e documentos de autores que teriam sido contemporâneos de Jesus, os quais não fazem qualquer referência ao mesmo. Por outro lado, a ciência histórica tem-se recusado a dar crédito aos documentos oferecidos pela Igreja, com intenção de provar-lhe a existência física. Ocorre que tais documentos, originariamente, não mencionavam sequer o nome de Jesus; todavia, foram falsificados, rasurados e adulterados visando suprir a ausência de documentação verdadeira.
    .
    Por outro lado, muito do que foi escrito para provar a inexistência de Jesus Cristo foi destruído pela Igreja, defensivamente. Assim é que, por falta de documentos verdadeiros e indiscutíveis, a existência de Jesus tem sido posta em dúvida desde os primeiros séculos desta era, apesar de ter a Igreja tentado destruir a tudo e a todos os que tiveram coragem e ousaram contestar os seus pontos de vista, os seus DOGMAS.
    .
    Por tudo isso é que o Papa Pio XII, em 955, falando para um Congresso Internacional de História em Roma, disse: “Para os cristãos, o problema da existência de Jesus Cristo concerne à fé, e não à história”.
    Emílio Bossi, em seu livro intitulado “Jesus Cristo Nunca Existiu”, compara Jesus Cristo a Sócrates, que igualmente nada deixou escrito. No entanto, faz ver que Sócrates só ensinou o que é natural e racional, ao passo que Jesus ter-se-ia apenas preocupado com o sobrenatural. Sócrates teve como discípulos pessoas naturais, de existência comprovada, cujos escritos, produção cultural e filosófica passaram à história como Platão, Xenófanes, Euclides, Esquino, Fédon. Enquanto isso, Jesus teria por discípulos alguns homens analfabetos como ele próprio tê-lo-ia sido, os quais apenas repetiriam os velhos conceitos e preconceitos talmúdicos.
    .
    Sócrates, que viveu 5 séculos antes de Cristo e nada escreveu, jamais teve sua existência posta em dúvida. Jesus Cristo, que teria vivido tanto tempo depois, mesmo nada tendo escrito, poderia apesar disso ter deixado provas de sua existência. Todavia, nada tem sido encontrado que mereça fé. Seus discípulos nada escreveram. Os historiadores não lhe fizeram qualquer alusão.
    .
    Além disso, sabemos que, desde o Século II, os judeus ortodoxos e muitos homens cultos começaram a contestar a veracidade de existência de tal ser, sob qualquer aspecto, humano ou divino. Estavam, assim, os homens divididos em duas posições: a dos que, afirmando a realidade de sua existência, divindade e propósitos de salvação, perseguiam e matavam impiedosamente aos partidários da posição contrária, ou seja, àqueles cultos e audaciosos que tiveram a coragem de contestá-los.
    O imenso poder do Vaticano tornou a libertação do homem da tutela religiosa difícil e lenta. O liberalismo que surgiu nos últimos séculos contribuiu para que homens cultos e desejosos de esclarecer a verdade tentassem, com bastante êxito, mostrar a mistificação que tem sido a base de todas as religiões, inclusive do cristianismo. Surgiram também alguns escritos elucidativos, que por sorte haviam escapado à caça e à queima em praça pública. Fatos e descobertas desta natureza contribuíram decisivamente para que o mundo de hoje tenha uma concepção científica e prática de tudo que o rodeia, bem como de si próprio, de sua vida, direitos e obrigações.
    .
    A sociedade atualmente pode estabelecer os seus padrões de vida e moral, e os seus membros podem observá-los e respeitá-los por si mesmos, pelo respeito ao próximo e não pelo temor que lhes incute a religião. Contudo, é lamentavelmente certo que muitos ainda se conservam subjugados pelo espírito de religiosidade, presos a TABUS caducos e inaceitáveis.
    .
    Jesus Cristo foi apenas uma entidade ideal, criada para fazer cumprir as escrituras, visando dar seqüência ao judaísmo em face da diáspora, destruição do templo e de Jerusalém. Teria sido um arranjo feito em defesa do judaísmo que então morria, surgindo uma nova crença. Ultimamente, têm-se evidenciado as adulterações e falsificações documentárias praticadas pela Igreja, com o intuito de provar a existência real de Cristo. Modernos métodos como, por exemplo, o método comparativo de Hegel, a grafotécnica e muitos outros, denunciaram a má fé dos que implantaram o cristianismo sobre falsas bases com uma doutrina tomada por

    Vinicius Py 20 Maio, 2009 14:30