As Palavras do Senhor

Você Adora A Jesus Presente Na Hóstia Consagrada?

Hoje é dia de Corpus Christi (Corpo de Cristo) o qual dedicamos ao Santíssimo Sacramento da Eucaristica. Neste Sacramento, o pão (hóstia) e o vinho se mudam no Corpo e no Sangue de Jesus Cristo.
Enquanto comiam, tomou Jesus um pão, e, abençoando-o, o partiu, e o deu aos discípulos, dizendo: Tomai, comei; isto é o meu corpo. Mt 26,26.

COMENTÁRIOS FACEBOOK

Comments to Você Adora A Jesus Presente Na Hóstia Consagrada?

  • Sem duvida alguma… antes eu tinha duvidas, mas depois que vivenciei esse momento unico, nunca mais fui o mesmo..
    Sentir o senhor, ser templo do seu espirito e simplismente inexplicavel..unico..
    QUEM COME DESTE PAO, E BEBE DESTE CALICE, PERMANECE EM MIM E EU NELE..JESUS CRISTO
    GRAÇAS E LOUVORES SEJAM DADAS A TODO MOMENTO!
    AO SANTISSIMO E DIVINISSIMO SACRAMENTO!

    Einstein 24 Outubro, 2009 11:32
  • A Eucaristia é ” o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o sacrifício da cruz no decorrer dos séculos até ao seu regresso, confiando assim à sua Igreja o memorial da sua Morte e Ressurreição. É o sinal da unidade, o vínculo da caridade, o banquete pascal, em que se recebe Cristo, a alma se enche de graça e nos é dado o penhor da vida eterna.” Segundo o papa João Paulo II, em sua encíclica Ecclesia de Eucharistia, a Eucaristia é verdadeiramente um pedaço de céu que se abre sobre a terra; é um raio de glória da Jerusalém celeste, que atravessa as nuvens da nossa história e vem iluminar o nosso caminho.
    Como não adorar Aquele que nos deu a sua própria VIDA pela salvação da humanidade?
    Eu adoro sim Jesus presente na Hóstia Consagrada.

    Anjinha 24 Outubro, 2009 11:32
  • ***
    Tá, já que você levantou essa questão, eu te pergunto:
    Se O Senhor Jesus disse:
    * E, quando comiam, Jesus tomou o pão, e, abençoando-o, o partiu, e o deu aos discípulos, e disse: Tomai, comei, isto é o meu corpo.
    E tomando o calice, e dando graças, deu-lhes, dizendo: BEBEI DELE TODOS;
    Porque isto é o meu sangue, o sangue do Novo Testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados.- MATEUS 26:26 ao 28.-
    PORQUE SÓ PADRE PARTICIPA, OU MELHOR SÓ ELE BEBE???
    Só cego não vê essa mentiraiada da ICAR.
    ***

    Evangelista Silmara ? JESUS REI! 24 Outubro, 2009 11:32
  • Não, o da hóstia, não. Nem o do Pastor, do Padre. Eu adoro o Jesus que eu entendo, que eu busquei, estudei, o Jesus que a minha razão não repele. Ha uma grande confusão nessa passagem, eu acho. Não acho que Jesus recomendaria um ritual, coisa que em toda a Bíblia, mostra que sempre combateu.
    Para os Judeus o pão representava a terra e o vinho o esforço da extração da uva, pelo trabalho. O corpo, significa o bojo doutrinário, ensinamentos, o campo a ser semeado pela luta, o esforço nos combates íntimos contra o mal interior. É um emblema do campo e a semeadura.
    Ficar só em rituais não evolui ninguem. Jesus quer o nosso esforço no combate ao mal interior. Mas uma lembrança: Combater o mal não com o mal.

    Fernando Klauk 24 Outubro, 2009 11:32
  • Todos os dias são do Senhor. A ascenção do Senhor já aconteceu, e não acontece todos os anos. Quem inventou este feriado é muito esperto, pensou nos lucros que a igreja católica iria receber por causa desse dia inventado pelo homem. Creio num Jesus Vivo e Ressureto e não num pedaço de madeira lapidado por mãos humanas, a qual Deus abomina. E não me venham com essa de simbolismo, que da nojo. Leem a Biblia e saberão que Deus abomina este tipo de ritual, que não procede de Deus.

    Sonia Regina S 24 Outubro, 2009 11:32
  • Jesus sempre fez o mesmo gesto de dividir o pão entre os presentes. É esta a mensagem que queria deixar nestes episódios e na multiplicação dos pães (que não configura um milagre de multiplicação e sim de dividir o pouco que cada um tinha naquele momento com todos e formou-se um banquete). Ele, isto é, os seus ensinamentos são o pão e a água da Vida Eterna. ORAI e lembrai das palavras de Jesus.

    Caca 24 Outubro, 2009 11:32
  • Eu sou católico mas acho que a hóstia não passa de farinha seca. O alimento espiritual se toma na eucaristia pelo espírito e não pela boca. Toma a hóstia quem não acredita no poder do ritual. Quanto ao vinho, esse é bom e eu bebo uma taça todos os dias.

    folhetin 24 Outubro, 2009 11:32
  • São apenas simbolos, naquela época as pessoas precisavam disso para ter fé, por isso Jesus falava em parábolas. Hj em dia todos nós sabemos que Jesus está presente não somente na Eucaristia mas em toda a palavra proferida em seu nome.

    24 Outubro, 2009 11:32
  • Sim!
    Graças e Louvores sejam dadas a todo o momento!
    Ao Santíssimo e o Diviníssimo Sacramento!

    nessa 24 Outubro, 2009 11:32
  • SIM
    SOU CATÓLICA E CREIO NA EUCARISTIA E NOS SACRAMENTOS
    QUE JESUS CRISTO DEIXOU AQUI PARA NÓS.
    UM ABRAÇO
    PAZ E BEM A TODOS QUE LEEM ESTA.
    Jo

    Natal para as crianças?velhinhos 24 Outubro, 2009 11:32
  • Sim, claro. A eucaristia, mistério de amor, símbolo da unidade e vínculo da caridade. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo, por todos os séculos dos séculos.

    ??????? 24 Outubro, 2009 11:32
  • Claro que não,a Hóstia é só um pouco de farinha de trigo assada

    Leo Rec 24 Outubro, 2009 11:32
  • EU SOU CATÓLICA E CREIO NO MISTÉRIO DA EUCARISTIA!

    por um BRASIL sem corrupção! 24 Outubro, 2009 11:32
  • Sim, mas como Evangélico se chama Santa Ceia.

    Magopaz 24 Outubro, 2009 11:32
  • A Doutrina Espírita nos ensina a amar o meigo Rabi da Galiléia, induzindo-nos ao esforço necessário para colocar em prática seus ensinamentos. Mostra-nos Jesus, não como Deus, mas como um Espírito da mais alta hierarquia e destaca o sentimento de amor que Ele demonstrou pela Humanidade, pois deixou os páramos luminosos em que vivia, para trazer-nos a orientação quanto ao caminho que precisamos trilhar, para alcançarmos também a plenitude do ser.
    Rejeitando o dogma da divindade de Jesus, o Espiritismo nega apenas o que resultou da elaboração de mentes humanas na composição de uma teologia que expressa, nesse particular como em muitos outros, uma posição contrária ao pensamento do próprio Cristo. Em várias passagens dos Evangelhos, encontramos textos em que Jesus afirma categoricamente não ser Deus, colocando-se como um enviado do Altíssimo, a quem se subordina e de quem se faz o porta-voz. Aos que desejem ir diretamente à fonte, recomendamos a leitura das seguintes passagens: João – VIII,42; João – VII, 33; Lucas – IX, 48; João – XII, 49 e 50; Mateus – XXIV, 35 e 36.
    (Dalva Silva Souza)
    Qual é o tipo mais perfeito que Deus ofereceu ao homem
    para lhe servir de guia e modelo?
    – Jesus.
    Jesus é para o homem o exemplo da perfeição moral a que pode pretender a humanidade na Terra. Deus nos oferece Jesus como o mais perfeito modelo, e a doutrina que ensinou é a mais pura expressão de sua lei, porque era o próprio Espírito Divino e foi o ser mais puro que apareceu na Terra. (O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec)http://www.omensageiro.com.br/doutrina/
    Jesus é o Supremo Governante do Planeta Terra, nosso Mestre Celestial, um Espírito que alcançou o mais elevado grau de evolução destinado aos seres humanos.
    Evocação do Natal
    O maior de todos os conquistadores, na face da Terra, conhecia, de antemão, as dificuldades do campo em que lhe cabia operar.
    Estava certo de que entre as criaturas humanas não encontraria lugar para nascer, à vista do egoísmo que lhes trancava os corações; no entanto, buscou-as, espontâneo, asilando-se no casebre dos animais.
    Sabia que os doutores da Lei ouvi-lo-iam indiferentes, com respeito aos ensinamentos da vida eterna de que se fazia portador; contudo, entregou-lhes, confiante, a Divina Palavra.
    Não desconhecia que contava simplesmente com homens frágeis e iletrados para a divulgação dos princípios redentores que lhe vibravam na plataforma sublime, e abraçou-os, tais quais eram.
    Reconhecia que as tribunas da glória cultural de seu tempo se lhe mantinham cerradas, mas transmitiu as boas novas do Reino da Luz à multidão dos necessitados, inscrevendo-as na alma do povo.
    Não ignorava que o mal lhe agrediria as mãos generosas pelo bem que espalhava; entretanto, não deixou de suportar a ingratidão e a crueldade, com brandura e entendimento.
    Permanecia convicto de que as noções de verdade e amor que veiculava levantariam contra Ele as matilhas da perseguição e do ódio; todavia, não desertou do apostolado, aceitando, sem queixar, o suplício da cruz com que lhe sufocavam a voz.
    É por isso que o Natal não é apenas a promessa da fraternidade e da paz que se renova alegremente, entre os homens, mas, acima de tudo, é a reiterada mensagem do Cristo que nos induz a servir sempre, compreendendo que o mundo pode mostrar deficiências e imperfeições, trevas e chagas, mas que é nosso dever amá-lo e ajudá-lo mesmo assim. (Emmanuel – psicografada por Chico Xavier)http://poemasdepaz.blogspot.com/

    Antonio Vieira Sobrinho 24 Outubro, 2009 11:32

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Loading...